01 abr 2011 | Artigos,Notícias
A ARTE DE ENGANAR O PÚBLICO – Números em Redes Sociais

Antes de entrar no mérito de mais uma prática excusa de alguns profissionais do segmento sertanejo, quero só esclarecer uns pontos que talvez não ficaram bem claros na ocasião da postagem do primeiro texto dessa série, que falou sobre a quantidade de views no Youtube. Vejam bem, caros amigos, não houve em nenhum momento uma acusação específica, com a citação do nome dos praticantes de tal ato. Não foi uma acusação a este ou àquele artista. O objetivo dessa série de posts é simplesmente escancarar algumas práticas realizadas com o único intuito de maquiar a verdade aos olhos ou ouvidos do público, para assim fazer com que o público deixe de ser vulnerável a essas evidentes enganações. Como faremos isso? Primeiro vamos expor a enganação e depois explicar como a mesma é feita. Quem leu o primeiro texto (RELEMBRE AQUI) deve se lembrar que falamos sobre sites especializados em aumentar views no Youtube.

O tema de hoje é bem simples. Você já não estranhou como alguns artistas conseguem fazer com que cresça tão rapidamente o número de membros de sua comunidade oficial no Orkut ou seu número de seguidores no Twitter? Ou como um artista totalmente desconhecido pode ter, às vezes, mais seguidores que os mais populares artistas sertanejos da temporada? Pois bem, o número de seguidores no Twitter ou de fãs no Facebook ou de membros de comunidades oficiais no Orkut aumenta na medida em que o sucesso do artista vai se consolidando. Quanto maior o sucesso, maior a quantidade de pessoas cadastradas nesses lugares. Se bem que o Orkut já era, mas enfim…

Óbvio que isso é, portanto, um ótimo indicativo de popularidade. E como tal, acaba sendo maquiado por artistas doidos para parecerem bem mais do que realmente são. E é claro que existem aqueles desavisados que acreditam na maquiagem utilizada e entram na onda. Acabam seguindo ou participando da comunidade só porque aparentemente tem muita gente fazendo a mesma coisa.

Na verdade, não é tão difícil aumentar a quantidade de pessoas. Existem algumas formas válidas de se fazer isso. A primeira delas é talvez a mais simples: comprar a comunidade ou o perfil do Twitter. Basta ficar atento aos perfis e comunidades bombadas das redes sociais as quais provavelmente pouca gente sentiria falta. No Orkut, por exemplo, basta ficar de olho em comunidades com temas bobos e que geralmente ganham a adesão de muita gente, como “Amo Minha Mãe” ou “Odeio Segunda-Feira” e outras do gênero. Afinal um participante de uma destas comunidades provavelmente nem se daria conta que ela deixou de existir para dar lugar à comunidade oficial de algum artista sertanejo. Maaaaas cuidado. Se um dos membros se der conta da “mutreta”, aí abre um fórum de discussão e a coisa começa a ficar perigosa.

No Twitter, basta ficar de olho em algum perfil bastante seguido, mas que talvez não faça tanta diferença caso seja substituído. Alguma celebridade do segundo escalão, ou um Ex-BBB, ou algo assim. O preço vai de cada negociação e depende apenas do dono da comunidade ou do perfil no Twitter. No Orkut existe também a possibilidade de se “roubar” uma comunidade e, depois disso, transformá-la numa comunidade oficial qualquer de algum artista. Mas isso já depende de hackers espertalhões com amplo conhecimento em práticas ilícitas.

A outra hipótese ainda mais comum no Twitter é a utilização dos chamados scripts. Na verdade esse macete envolve tantos detalhes que fica até meio difícil explicar aqui. Por conta disso, aplicarei o famoso Ctrl+C Ctrl+V. Segue um texto explicativo extraído do site Blogdicas. Confira na íntegra clicando AQUI.

“É necessário que você instale o script, isto é, é preciso que você adicione o script em seu navegador de internet, que deverá ser o Mozilla Firefox que atua com um plugin desenvolvido pela própria Firefox, assim não funciona em demais navegadores. Com o navegador em execução, instale o denominado Greasemonkey, que é o plugin que permite a execução de Javascript em qualquer site, sendo este literalmente a base do script. Desta forma, acesso o site do Mozilla (www.addons.mozilla.org/pt-BR/firefox/addon/748) e clique em “Adicionar ao Firefox”.

Na seguinte tela, selecione a opção “Instalar agora” e aguarde a instalação do mesmo. Com o fim da instalação, reinicie o Firefox e perceba que o ícone de um macaquinho está visível no rodapé de seu navegador, isto quer dizer que o mesmo foi instalado com sucesso. O próximo passo é instalar o script para executar as ações do Twitter, e para isso, acesse o site Infohelp (www.infohelp.org/files/infohelp.org_twitter_adicionador_de_followers.user.js), e clique em “Instalar” e aguarde o fim da instalação.

Para que você certifique-se de que está funcionando corretamente, com o botão direito, clique sobre o ícone do macaco e selecione a opção “Gerenciar Sripts de usuários”, que deverá exibir a janela de “Adicionador de followers”, e assim clique em “Fechar”. Agora para utilizá-lo, basta acessar o seu Twitter normalmente e escolha a pessoa que deseja obter os mesmos followers com apenas um clique, assim na barra lateral clique na opção “Followers” para que sejam instalados os seguidores em seu perfil ou em “Following” .”

Acho que agora ficou bem explicado. Continuo reiterando que não há nenhuma intenção por parte do Blognejo de acusar este ou aquele artista de ser adepto desta ou daquela prática duvidosa. A nossa intenção com essa série é apenas alertar o público quanto às artimanhas utilizadas para iludí-lo. Vai de cada um continuar acreditando e fazendo vista grossa às práticas mentirosas de alguns artistas. E infelizmente não posso fazer nada se, mesmo não acusando ninguém diretamente, a carapuça servir. Aguardem mais textos dessa sessão muito em breve.

32 comentários
  • Merrill Giffin: (responder)
    14 de julho de 2013 às 14:27

    I simply want to mention I’m beginner to blogs and certainly liked this website. More than likely I’m planning to bookmark your blog . You absolutely have remarkable well written articles. With thanks for sharing with us your website page.

  • Monroe Domitrovich: (responder)
    16 de julho de 2013 às 23:10

    After study a few of the blog posts on your website now, and I truly like your way of blogging. I bookmarked it to my bookmark website list and will be checking back soon. Pls check out my web site as well and let me know what you think.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.