14 fev 2011 | Lançamentos
Batalha de Titãs – Mega Produtores em Conflito?

Aconteceu. O papinho idiota de que “fulano é melhor que beltrano” cresceu a tal ponto nos bastidores da música sertaneja que acabou atingindo os principais envolvidos na história. Deixando-se levar pela retórica de pessoas que nada mais tem a fazer do que apenas botar mais e mais lenha na fogueira, dois dos principais produtores musicais da atualidade começaram a travar uma guerra de declarações e provocações no Twitter. Pinnochio e Dudu Borges, de cordiais e respeitosos colegas de trabalho, parecem ter passado para o rol de novos inimigos que o Twitter é mestre em criar.

A história começou há alguns dias, quando Dudu Borges produziu a nova versão da música “Cor de Ouro”, do Gusttavo Lima. A versão, em estúdio, foi amplamente divulgada na Internet. Para quem tem memória curta, o Maestro Pinnochio foi o responsável pela produção do DVD do garoto, que continha a versão “original” da música.

Para variar, algumas almas desprovidas de noção começaram a levantar aquela nojenta discussão que apontei no primeiro parágrafo. E uma destas declarações acabou sendo o estopim da bomba. Um dos seguidores do Maestro Pinnochio no Twitter disse o seguinte:

Pra mim a versão ao vivo de ‘cor de ouro’ do Gusttavo Lima é infinitamente melhor do q essa nova em estúdio!!! Maestro Pinnochio dá show!

O emissor de tal declaração enviou o tweet como reply tanto para o Gusttavo Lima como para o Maestro Pinnochio. Longe de mim julgar o puxassaquismo deste ou daquele indivíduo, até porque alguns me acham o maior puxassaco da música sertaneja (e eu estou cagando pra isso), mas uma declaração deste nível enviada como reply para aquele de quem se está falando denota uma necessidade de seu emissor de chamar a atenção do receptor para si. É praticamente assinar um atestado de lambe-saco.

O fato é que o Maestro Pinnochio acabou levando a declaração mais a sério do que se esperava e, além de retwittar (repetir a mensagem para os seus seguidores), acabou fazendo um desabafo em dois tweets postados logo depois. Ei-los:

Tem uns caras sem personalidades brincando de produtor e arranjador pego a onça morta e fica tirando foto ,em cara a fera moçada RRRRRRRR” / “Vai chama a responsa ,fica ai so na carona ,que feio ,o brasil sabe das coisas,isso nao leva nada eu sou passarinho vcs pasarao rrrrrrr

Acontece que, assim como a absoluta maioria dos profissionais da música sertaneja, o Dudu Borges também sempre se manteve atento às declarações do Maestro Pinnochio no Twitter. E, assim como a maioria, ele também leu o que o Maestro postou. Obviamente, a declaração não foi bem recebida pelo jovem produtor. Depois das declarações do veterano produtor, Dudu Borges começou a disparar tweets irônicos em alusão aos termos utilizados pelo Pinnochio, principalmente os que o acusavam de “brincar de produtor e arranjador”. Um dos inúmeros tweets irônicos dizia o seguinte:

Agora q ja deu 17 horas q to no VIP ja posso ir embora!! A brincadeira cansou hj” (VIP é o nome do Estúdio do Dudu Borges).

As declarações do Maestro Pinnochio acabaram causando repúdio em alguns profissionais do segmento, mas também ganhou a adesão de outros, como o veterano produtor e arranjador Gabriel Jacob, que em seu Twitter declarou o seguinte:

Maestro Pinnochio: Rapaiz, gostei demais do seu comentario sobre brincar de produtor… o povo tem q respeitar mais os outros Abs”.

Os fãs mais afoitos de música sertaneja, principalmente os mais conservadores, mudaram há meses o foco dos debates do saudável “QUEM É BOM?” para o imbecil “QUEM É O MELHOR?”. O segmento sertanejo sofre de superpopulação de artistas. E o dinheiro que rola nessa área é exorbitante. Já pararam pra pensar em como seria a música sertaneja se apenas o Dudu Borges produzisse os artistas do primeiro time? Ou se apenas o Maestro Pinnochio produzisse? Ou o Ivan Miyazato, o César Augusto, o Orlando Baron, o Márcio Kwen, o Gabriel Jacob, enfim, se apenas um grande produtor tomasse conta de todas as produções da música sertaneja?

O que as pessoas precisam entender é que essa discussão idiota do “QUEM É MELHOR QUE QUEM?” tem que parar. Não há motivo para, num segmento tão grande e com tantas opções artísticas, diminuir-se o trabalho de um produtor apenas porque prefere-se o trabalho de outro. E se essa discussão chegou aos principais envolvidos, é porque realmente as pessoas andaram exagerando na abordagem.

Temos que lembrar, antes de mais nada, que o Dudu ou o Pinnochio não têm culpa alguma de serem procurados por um artista para a produção de um disco. Se o Gusttavo Lima procurou o Dudu Borges para a criação de uma nova versão para a música “Cor de Ouro”, não é ele que deve levar a “culpa” e sim o próprio Gusttavo. Se é que pode se chamar isso de “culpa”. Trata-se apenas de preferência ou talvez de ocasião. Provavelmente o foco da divulgação desta canção pedia uma pegada mais pop e por isso procuraram o Dudu.

O fato é que o Maestro Pinnochio não é melhor que o Dudu Borges. E o Dudu Borges não é melhor que o Maestro Pinnochio. São estilos diferentes, ora bolas. Cada produtor tem suas próprias e peculiares características. Preferir este ou aquele não significa que ele seja melhor. “Ah, Marcão, mas você sempre achou o Dudu melhor e BLA BLA BLAAAAAAAAAA”. Desafio qualquer leitor deste texto a procurar no Blognejo qualquer frase que denote que eu acho o Pinnochio “pior” que o Dudu. Apenas sou grande fã do trabalho do “Dimas” porque me identifico com o estilo dele. Mas jamais disse que ele era melhor que o Pinnochio.

Sinto-me até meio culpado por este debate ter surgido. O fato de eu sempre exaltar o trabalho de um produtor acabou alimentando as almas diminutas que se satisfazem apenas com as cinzas que sobram da lenha que jogam na fogueira com cada vez mais vontade, isso depois que o circo pega fogo e só sobram mortos e feridos. Custo a acreditar que as pessoas pensem tão pequeno a ponto de sempre quererem fazer uma lista de melhores e piores baseando-se apenas em gostos pessoais.

O que me deixa mais decepcionado é saber que essas mesmas pessoas vão comentar este texto com o velho argumento do “Marcão, você é um puxassaco” ou mesmo forçando ainda mais a barra no “Quem é melhor que quem?”, o que não é nem de longe o foco deste texto. A pergunta aqui é: será que precisávamos chegar a esse ponto? Esta discussão era realmente necessária?

Não creio que seja positivo para a música sertaneja que um grande e respeitadíssimo profissional da música sertaneja (talvez o maior de todos os tempos) manifeste publicamente repúdio pelo trabalho de um jovem e talentosíssimo produtor que vem obtendo cada vez mais e mais destaque e nem que este jovem produtor se deixe levar pela provocação. Resta a nós, fãs da boa e velha música sertaneja, cuja importância para a música brasileira parece não querer diminuir nunca, torcer para que esta discussão boba de Twitter (que parece acender cada vez mais os instintos primitivos de seus usuários) não passe disso. Um bom e respeitoso aperto de mão talvez se faça necessário. Mas antes disso acontecer, cabe a nós fazer cessar esse debate idiota do “quem é melhor que quem?”.

98 comentários
  • Edy: (responder)
    25 de fevereiro de 2012 às 19:36

    Vou dar minha opinião como cantor compositor e acima de tudo conhecedor e admirador da nossa musica sertaneja, e acho que quem conhece a nossa musica vai concordar e ate quem não conhece muito vai ver que estou sendo coerente se hoje em dia conhecemos trio parada dura devemos tambem ao maestro pinocchio assim com rio negro e solimoes entre outros, atualmente ele vem sendo o cara responsavel por varios nomes desse novo seguimento e sempre teve ideias inovadoras tais como introduzir o sertanejo no carnaval, entao acho que essa historia merece respeito.

  • Coleen Grebs: (responder)
    14 de julho de 2013 às 20:06

    I simply want to mention I am just new to blogging and definitely liked this blog. Very likely I’m likely to bookmark your site . You absolutely have exceptional stories. Thanks a lot for revealing your web-site.

  • see: (responder)
    18 de julho de 2013 às 21:11

    This website was… how do I say it? Relevant!! Finally I have found something that helped me. Thanks a lot!

  • go now: (responder)
    20 de julho de 2013 às 02:09

    Great article! We are linking to this great post on our website. Keep up the good writing.

  • research search engine optimization: (responder)
    20 de julho de 2013 às 08:27

    This is getting a bit more subjective, but I much prefer the Zune Marketplace. The interface is colorful, has more flair, and some cool features like ‘Mixview’ that let you quickly see related albums, songs, or other users related to what you’re listening to. Clicking on one of those will center on that item, and another set of “neighbors” will come into view, allowing you to navigate around exploring by similar artists, songs, or users. Speaking of users, the Zune “Social” is also great fun, letting you find others with shared tastes and becoming friends with them. You then can listen to a playlist created based on an amalgamation of what all your friends are listening to, which is also enjoyable. Those concerned with privacy will be relieved to know you can prevent the public from seeing your personal listening habits if you so choose.

  • go to these guys: (responder)
    20 de julho de 2013 às 10:07

    I was able to find good information from your content.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.