20 jan 2014 | Notícias
“Cê sabe o que eu acho” – Israel & Rodolffo lançam música nova

“Cê sabe o que eu acho” é o nome da música escolhida pela dupla Israel & Rodolffo para os trabalhos de divulgação durante o verão e carnaval. A música já começou a circular na web. Trata-se de uma composição do Maycow Melo e do Bruno Mandioca, com produção do William Borjazz. Ouçam e baixem através do player abaixo.

24 comentários
  • Pedro Steller - RS: (responder)
    20 de janeiro de 2014 às 23:19

    Já vai pro mp3… Muito boa!!!

  • Jackson A.: (responder)
    20 de janeiro de 2014 às 23:40

    só acho que uma dupla igual o Israel e Rodolffo não devia se dar o ridículo de gravar uma música dessas… pow é mais do mesmo…. e logo eles que explodirão com uma guarânia…. ta certo que o mercado pede isso e infelizmente hoje em dia eles não farão mais sucesso sem apelar pra uma musica dessas,…. mais podia ser melhorzinha ela eim

  • Renan - SP: (responder)
    20 de janeiro de 2014 às 23:44

    “Tem quem usa da viola
    Pra levantar sua bola
    Me dói no fundo da alma”

    http://www.youtube.com/watch?v=arAirPTYn68&hd=1

    • Renan - Harare (capital do Zimbábue): (responder)
      21 de janeiro de 2014 às 01:20

      Esse é meu Nanzinho :)

  • Paulo Ricardo: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 01:11

    Uma pena, pensei que trabalhariam mais o “Na Terra do Pequi”. :(

  • Natã Amaral: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 08:03

    MUSICA MUITO BOA JA GRAVADA POR VITOR HUGO E ADRIEL !!!

  • André: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 10:34

    Os caras têm o cd “Na terra do Pequi” avaliado pelos dois maiores blogs sertanejos como entre os 5 melhores cds de 2013 e trabalham apenas uma música do mesmo.
    Aí vem e lançam isso?
    Sem mais.

  • TONINHO: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 11:04

    Triste ver 2 grandes cantores e um violeiro nato se render a mesmice do mercado!!! menos um fã

  • Alexandre: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 11:54

    ruim

  • Roberto: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 12:28

    Acho engraçado como vem gente aqui dizer que não curte mais os caras, que é pra gravar mais moda de viola, ué não curte é só não escutar.
    Simples põe o pão na mesa dos caras todos os dias, que ai eles não vão precisar mais se preocupar em sustentar a família e só vão gravar modão.
    Vem aqui falar que adora o sertão, mais carpi um terreno ninguém quer né.

    • Renan - SP: (responder)
      21 de janeiro de 2014 às 13:12

      O sertão é muito mais do que “carpi”, é o que eu digo, tem muitos que pisam na terra, mas não sentem ela.

      • Roberto: (responder)
        21 de janeiro de 2014 às 13:22

        Olha Renan, sei muito bem o que é o sertão, pois moro nele, se formos falar de sertão aqui pode ter certeza que vai ter muito assunto, conheço muito bem as coisas simples do campo, só não acho certo o que vcs que se dizem os entendidos de música sertaneja vir aqui falar desse ou daquele, criticar é fácil quero ver fazer, eu por exemplo curto Durval e Davi, Alvarenga e Ranchinho, e nem por isso venho aqui dizer que esse ou aquele serve ou não, se não serve pra eu, serve pra outros. o Ser humano tem que aprender que não é criticando que se arruma as coisas e sim somando dando o exemplo, e parem com esse saudosismo, cada geração tem seus ídolos e linhas musicas, ou vai me dizer que a jovem guarda só tinha música boa, ou vai me dizer que os anos 60 e 70 só tinha moda de viola boa.

        • Renan - SP: (responder)
          21 de janeiro de 2014 às 19:33

          Roberto, nem tudo feito nos anos 60 e 70 é fantástico, mas não tem nem como comparar com o que é feito hoje em dia.
          Poucos se importam com o contexto, está tudo individualizado, e por isso sai cada música…

      • Théo: (responder)
        21 de janeiro de 2014 às 15:45

        Renan SP
        Me tire uma duvida
        Você canta e compõe ???

      • Renan - Harare (capital do Zimbábue): (responder)
        21 de janeiro de 2014 às 19:14

        Esse é meu Nanzinho.. :)

        • Renan - SP: (responder)
          21 de janeiro de 2014 às 19:48

          Cantar?
          Só em âmbito familiar.
          Mas pra sanar a sua curiosidade, meu timbre é idêntico ao do cantor Leandro (acho que é por isso que Leandro e Leonardo é a dupla que eu mais ouço), quando toca alguma música do Leonardo no rádio, o pessoal fica perplexo vendo eu fazer a segunda/terça na música, e solo também percebem a semelhança.
          Já na composição, eu me exponho mais, me arrisco mais, vou te mostrar umas letras de minha autoria, só as letras….

  • Aline DF: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 14:28

    Quando li que ia ser trabalhada no carnaval nem me dei ao trabalho de ouvir!

  • Fabio Roque: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 18:58

    Gostei da moda!

  • Renan - SP: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 19:51

    A PAZ DO SERTÃO

    Voltei pra minha terra
    Não pude aguentar a saudade
    Respirei o ar puro
    Que eu não pude sentir na cidade
    Olhando pelo vidro
    Pude rever coisas tão lindas
    Cascatas e arvores
    Belos pomares
    E minha menina
    A estrada é longa
    Mas já estou voltando
    Vim de uma vez
    O que eu perdi na cidade
    Vou encontrar aqui outra vez
    REFRÃO:
    A paz do sertão
    Meu coração
    De felicidade chora
    O que eu estou sentindo
    É um belo resgate da minha memória
    O meu passado
    Passeia ao meu lado
    Em versos e prosas
    Aqui ou na cidade
    Um homem que não tem raíz
    Não tem história

  • Renan - SP: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 19:56

    ANJOS

    Talvez esteja chateado
    Talvez não procurou saber
    Que o certo e o errado
    Andam lado a lado
    Sem ninguém perceber

    Tudo está uma loucura
    Por que não tentar compreender
    Que há uma certa angustia
    Em torno dos mistérios do viver

    Não posso sentir
    Não posso tocar
    Somente em sonhos
    Posso manifestar
    O meu amor
    No seu sonhar
    Estarei te chamando
    Quando o vento soprar

    E você vai entender
    Que o nosso amor
    Transcende os planos
    Que o destino traçou

    Estejas feliz
    Porque eu estou
    Te esperando
    O tempo que for

    PARTE 2:

    Procure esquecer
    O que passou
    Siga em frente
    Que nada acabou
    De vez em quando
    Podemos nos encontrar
    E a única certeza
    Eu sei que vou te amar
    Em cada despedida

  • Renan - SP: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 20:07

    O SENTIMENTO MAIS FORTE
    Por vezes a vida parece vazia
    Quando estás longe de mim
    Por vezes o amor não tem outra saída
    O melhor é colocar um fim

    Quando eu penso
    Aí eu te esqueço
    Mas quando eu sinto
    Fecho os olhos e te vejo
    Não sei esquecer
    Sua alma e seu jeito
    Volta pra mim
    Para realizarmos os nossos desejos

    REFRÃO:

    Amor, eu imploro
    Não deixe a ilusão da vida
    Acabar com a verdade dos sonhos
    Amor, eu choro
    Não deixe a razão
    Ser maior que a emoção dos seus olhos
    PARTE 2:
    A verdade é o que vem de dentro
    Não é só passagem, viagem ou momento
    Vendo você hoje eu entendo
    Que o amor é maior
    Do que qualquer sentimento

  • Renan - SP: (responder)
    21 de janeiro de 2014 às 20:18

    SENTINDO VOCÊ

    Me desculpa se eu não te fiz feliz
    Eu tentei de toda forma te conquistar
    Talvez só eu não percebesse o nosso fim
    Foi demais, isso não tinha que acabar

    E agora
    Que você me deixou
    Na minha memória
    Ficaram flashs desse amor

    Vai chegando a hora
    Que algo toma conta do meu ser
    Por favor não vá embora
    Estou sentindo você

    REFRÃO:

    Saudade dói dentro do peito
    Mas não teve jeito
    Tinha que ser assim

    Por onde eu olho só vejo espelhos
    E a sua luz
    Se refletindo em mim

    PARTE FINAL:

    Tudo o que um dia morre
    Depois tem que renascer
    Mesmo perdendo o presente
    No futuro eu vou ter

    Se está certo ou errado
    Aqui ou ausente
    Não há o porque se lamentar
    Se as nossas almas se pertencem

    • Renan - Harare (capital do Zimbábue): (responder)
      21 de janeiro de 2014 às 23:52

      Esse é meu Nanzinho.. :)

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.