27 jan 2009 | Lançamentos
Chico Rey & Paraná – É tempo de se apaixonar

Eu sou fã de Chico Rey & Paraná. Já expressei diversas vezes minha admiração pela incrível união de vozes dessa dupla. São daqueles que você tem que ter a cabeça bem aberta pra ouvir, porque a partir da quinta música a enxaqueca já começa a bater. Não porque os caras são ruins, ao contrário. É que eles cantam tão alto que o cérebro começa a querer sair pela cabeça quando se escuta por muito tempo, mas são tão bons que mesmo com a cabeça doendo não dá pra parar de ouvir.

Algumas das canções mais belas da música sertaneja, na minha opinião, foram imortalizadas nas vozes desses dois, como “Amor Rebelde”, “Tranque a porta e me beija”, “Você não sabe amar” e outras. No entanto, sempre estiveram à margem do sucesso. São respeitadíssimos, mas nem todo mundo conhece.

Nesse novo trabalho, Chico Rey & Paraná consolidam uma fórmula que adotaram há tempos. Alternar dois ou três discos de “modão” seguidos com um de “mercado”, isto é, com inéditas, principalmente. Sempre regravaram muito, mas nunca no método “Guilherme & Santiago”. Sempre preferiram regravar sucessos beeeem antigos. As versões da dupla para canções como “Liguei pra dizer que te amo”, “Minha Serenata”, “Capricho do Destino”, “Velha Porteira” e uma porrada de outras, são clássicos à parte, indispensáveis para os verdadeiros fãs de música sertaneja.

Neste CD,o 17/ da carreira, eles voltam a fazer um disco para o mercado, com poucas regravações, diversas músicas inéditas e nenhum daqueles modões que eles gostam tanto de regravar. Ótimas canções inéditas, como as faixas “Pense um Pouco”, “Aqui é o seu lugar” e “Preciso de Você”. Dentre as regravações, “Corpo e Alma”, de Milionário & José Rico, “Arroz com pequi”, se não me engano já gravada por Jânio & Júnior e Juliano César, e “Saudade de Nós dois”, de Zezé di Camargo & Luciano.

A faixa “Arroz com Pequi”, aliás, juntamente com a faixa “Pisa Devagar”, fazem parte de um estilo dançante, pouquíssimas vezes explorado por Chico Rey & Paraná, que sempre preferiram ser ouvidos, e não “dançados”.

Zezé & Luciano, aliás, participam do CD dividindo os vocais na faixa “Saudade de Nós Dois”. Daquele jeito, é claro, se valendo do método que eu já havia mencionado de se aproveitar a voz do Zezé gravada anos atrás. Mas vale pela excelente música e pelo valor histórico desse encontro, numa das melhores canções já gravadas por Zezé & Luciano na minha opinião.

No repertório do CD, apenas duas bolas fora, a meu ver: as faixas “Apaixonado por ela” e “É tempo de se apaixonar”, que dá nome ao disco. Ambas fugiram à proposta do disco por terem sido gravadas numa toada meio cafona. O resto do repertório é formado de músicas bastante agradáveis, até.

As vozes de Chico Rey & Paraná continuam daquele jeito, nauseantes de tão altas, mas ainda assim viciantes de tão boas. Na faixa “Saudade de Nós Dois”, chega a vir na cabeça a imagem da veia do pescoço do Paraná saltando, tal a altura do tom da música. Mas parece que eles tiram isso de letra. São definitivamente uma das pouquíssimas duplas que podem se gabar de manter a mesma qualidade vocal que tinham no início da carreira. Uma primeira voz incrível, uma segunda voz perfeita, enfim, uma dupla muito acima da média.

O CD está agradável. Não cheira a mega-sucesso, mas pelo menos é bom de se ouvir. Tudo graças à exorbitante qualidade vocal. Quem dera se as duplas de hoje seguissem o exemplo desses caras. Pelo menos em termos de qualidade estaríamos muito bem servidos.

Nota: 7,5

10 comentários
  • Oda Grauberger: (responder)
    14 de julho de 2013 às 19:54

    I simply want to say I am beginner to blogging and site-building and certainly loved you’re page. Very likely I’m planning to bookmark your blog post . You surely have perfect posts. Thank you for revealing your webpage.

  • more info: (responder)
    18 de julho de 2013 às 01:59

    Sweet blog! I found it while browsing on Yahoo News. Do you have any tips on how to get listed in Yahoo News? I’ve been trying for a while but I never seem to get there! Appreciate it

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.