01 out 2010 | Lançamentos
Chitãozinho & Xororó 40 Anos – Entre Amigos

Eu tinha meio que decidido que não iria mais participar de eventos fora da cidade de Uberlândia. É que algumas pessoas que não entendem a abordagem do Blognejo gostariam que eu saísse daqui de Uberlândia, bancasse 3 tanques cheios de gasolina do meu próprio bolso e ainda por cima deixasse de escrever os textos relatando exatamente como foi o evento, como sempre fiz. No texto sobre o gravação do DVD “Chitãozinho & Xororó 40 Anos – Nova Geração”, por exemplo, tive que aturar muitas críticas e palavras de baixo calão, tudo porque adotei a mesma postura de sempre: falar sobre o evento exatamente como ele aconteceu, com os problemas e tudo mais. Até problemas com profissionais da área eu tive por conta daquele texto. Enfim, algumas pessoas costumam encarar o Blognejo como um “blogzinho de fofoca” justamente por abordar os fatos e eventos de acordo com a verdade por trás dos mesmos.

Mas acontece que em 2010 estamos comemorando 40 anos da maior dupla de todos os tempos. E para as comemorações, estão previstos 3 DVDs de grande porte. O Blognejo precisa estar presente nesses eventos. Afinal de contas, são 4 décadas de uma história invejável, de um profissionalismo incomensurável, de um talento absurdo e imutável. Os 40 anos da dupla Chitãozinho & Xororó merecem uma abordagem séria do Blognejo. Afinal de contas, a despeito do que muita gente possa dizer, hoje em dia somos um dos veículos sobre música sertaneja mais importantes do Brasil. Somos mesmo, ora bolas, para quê falsa modéstia?

O problema, no meu caso, é que tenho faltado com frequência no trabalho para participar desse tipo de evento. Meu chefe já está ficando de saco cheio de me dar cobertura. Afinal de contas, o dele fica na reta também. Por conta disso e para não perder mais horas de serviço no fim do mês (descontam todo tipo de falta), já que eu não sou cara de pau o suficiente para ir doar sangue sem querer fazer isso de verdade (pavor de agulhas) e nem arrumar um atestado falso de saúde, tive que me programar de uma forma diferente. O evento foi na terça-feira, 28/09, às 21:00 hs, no Via Funchal, em São Paulo. Para chegar a tempo, saí do trabalho às 12:00 hs, com o retorno programado para logo depois do evento, a tempo de chegar no horário no trabalho no dia seguinte. Assim eu sacrificaria uma noite de sono mas pelo menos perderia (se me descontarem no fim do mês) apenas meio dia de serviço. Isso se não acontecesse nada durante a viagem.

Graças a Deus, nenhum problema aconteceu na ida. Cheguei na cidade de São Paulo e parei no primeiro hotel barato que encontrei para poder tomar um banho. Consegui sair do hotel com uma antecedência razoável para o evento, com o itinerário na cabeça e crente que ia chegar no Via Funchal sem qualquer contratempo. Coitado de mim. Só consegui chegar no Via Funchal depois de uma hora e meia. Todas as entradas das ruas que eu pesquisei no Google Maps estavam proibidas para veículos que seguiam o caminho que eu segui. Definitivamente, só consegue andar em São Paulo quem mora na cidade há bastante tempo ou quem, por acaso, possui um helicóptero. E eu não atendo a nenhum dos dois requisitos, então.

Morrendo de medo de perder o horário do atendimento à imprensa, enfim cheguei ao Via Funchal e fui conduzido para a sala reservada aos credenciados. A primeira das várias melhorias com relação ao evento anterior (o “Nova Geração”). Ao invés da salinha apertada do evento anterior, uma sala beeem maior, com ar condicionado, sofás e aperitivos. Ao invés do atendimento simultâneo a todos os veículos de imprensa, tudo separadinho: primeiro as TVs, depois as fotos e depois os impressos. Só uma ressalva nesse ponto: para os “impressos”, só aceitaram que permanecessem na sala os que estivessem munidos de papel e caneta; gravador não podia (!?!?!?!). Mesmo assim, e já que meu equipamento novo não chegou (o prazo de entrega já estourou, por sinal), fiquei só com as fotos. Eis algumas:

Não desceram para atender a imprensa os seguintes artistas: Zezé di Camargo & Luciano, Bruno & Marrone, Victor & Leo, Cesar Menotti & Fabiano e Roberta Miranda. Até o Juliano Cesar, que não cantaria no DVD, estava lá junto com o pessoal. Aproveitei para brincar com o Solimões: “Solimões, o DVD da nova geração foi mês passado“. “Ah, foi mês passado o da nova geração, mas hoje é o da geração pequenininha“, ele respondeu. Ainda troquei uma idéia com o Rionegro sobre suas composições dos anos 80 e acabei arrancando a revelação de que eles pretendem lançar um disco só com releituras dessas músicas que ele e o Solimões compunham nessa época (“Brigas”, “Noite”, “Sonho Louco”, todas gravadas pela dupla Chrystian & Ralf, só para citar algumas). Todos os artistas bastante solícitos e educados, diga-se de passagem.

Começa o show. Um certo atraso, normal a qualquer show. Mas o pessoal de São Paulo é menos paciente que o de Uberlândia. Afinal nem 23:00 hs era ainda e o pessoal já estava vaiando o atraso. Aqui as vaias costumam acontecer a partir da 00:00 hs e olhe lá, hehe. Banda mais numerosa do que no “Nova Geração”. Cerca de 10 músicos responsáveis pelas cordas (entenda-se violinos, violas – não as caipiras -, violoncelos e similares). No mais, o mesmo pessoal que já costuma trabalhar com a dupla. Para o cenário, 5 painéis, sendo um central com a logomarca do projeto e dois de cada lado alternando fotos da carreira da dupla, assim como no “Nova Geração”. A diferença é que no anterior houve um cuidado maior com o tratamento das fotos e efeitos durante a visualização, incluindo um cenário mais bonito. No “Entre Amigos”, o responsável pelo cenário se limitou a jogar as fotos nos painéis alternadamente, sem se preocupar com os detalhes e os efeitos.

Ainda em consonância com a última gravação, os mesmos problemas de microfone. As vozes da dupla Chitãozinho & Xororó continuavam bem mais altas que as das participações, o que obviamente não será percebido na edição final do disco. Fora os problemas apresentados pelos microfones nas PAs, que não foram poucos. O Xororó chegou inclusive a ficar irritado com tais problemas. Reclamou diversas vezes, também sobre os problemas com o ponto (o retorno de ouvido), que aparentemente não estava muito bem regulado. “Nossa, no ensaio estava tudo tão bom e agora está desse jeito?“, chegou a dizer. A festa transcorreu inteira sem que os problemas com microfones fossem completamente sanados. Claaaro que não eram problemas capazes de atrapalhar o espetáculo. Eram problemas relacionados ao show e não à gravação.

O show começou com a dupla aniversariante cantando “Nascemos para cantar”. Ao invés das versões moderninhas, como no “Nova Geração”, as músicas foram cantadas todas em suas versões originais. A partir da segunda canção, já com a primeira participação, foi se evidenciando ainda mais o quão à vontade estavam Chitãozinho & Xororó em cantar as músicas que gostavam, do jeito que gostavam, ao lado de “amigos”, como o próprio título do projeto faz questão de frisar. Ao contrário do projeto anterior, nesse houve sim uma preocupação com ensaios, com definir que parte a dupla principal cantaria e que parte cantaria o artista ou dupla convidada. Chitãozinho & Xororó não ficaram apenas no cantinho do palco, cantando uma ou duas frases da música, como fizeram no disco anterior. Nesse disco, cantaram pelo menos uma estrofe de cada uma das músicas, mais o refrão ou parte dele, e chegaram a duetar com as participações.

A primeira dupla a cantar foi Rionegro & Solimões, com a música “Deixei de ser cowboy por ela”. Como é bom ensaiar nem que seja uma única vez. A partir desta música, também, já se via que estava tudo preparado, organizado. Durante a noite toda, quase não ocorreram repetições. E poucas foram as que ocorreram por erros de algum dos convidados. Depois de Rionegro & Solimões, Rick & Renner cantaram a música “Eu menti”, de autoria do Rick. Os dois, aliás, se alternaram no refrão, com o Renner fazendo a primeira voz. Depois deles, a rainha Roberta Miranda cantou “Brincar de ser feliz”. O fato de ela não ter cantado “A Majestade, o Sabiá” pode dar a entender, aliás, que essa música fará parte do terceiro disco do projeto, e que, palpite meu, deverá ser cantada por Chitãozinho & Xororó em dueto com o Jair Rodrigues, repetindo a versão original.

A quinta música, mais uma cantada pela dupla Chitãozinho & Xororó sozinha no palco, foi “Amante”, de 1984 (eu acho). O Xororó gosta sempre de contar a história por trás do lançamento dessa música. E repetiu a história durante a gravação. Segundo ele, a crítica musical da época teria sido muito dura com a dupla por conta do lançamento desta música, que era muito avançada para os padrões sertanejos daquele tempo. Logo depois, foi a vez do Edson cantar a música “Se Deus me ouvisse”, como eu apostei aqui no Blognejo dias atrás, hehe. Aliás, houve meio que um mal entendido na última parte (aquela do agudo lá em cima). O Xororó achou que o Edson ia fazer e o Edson achou que o Xororó ia fazer. Mais uma vez o ensaio, que garante a cumplicidade e atenção na hora da apresentação, salvou a música e, antes que se dessem conta do mal entendido, o Xororó já entrou cantando e garantiu o final da canção, com o Edson fazendo uma segunda voz nessa parte.

Depois dele, Cezar & Paulinho cantaram a canção “Obras de poeta”, com o vozeirão característico. Depois, Sérgio Reis cantou “Coração Sertanejo”. Depois dele, Milionário & José Rico entraram e protagonizaram o momento mais incrível da noite (mais até que o reencontro dos Amigos). A platéia foi ao delírio com a entrada dos Gargantas de Ouro, que cantaram “60 dias apaixonado” daquele jeito incrível de sempre, e ainda atenderam ao pedido de bis da platéia inteira. O Chitãozinho puxou no violão a música “Estrada da Vida”, que a platéia cantou em uníssono e que Milionário & José Rico encerraram com perfeição. Logo depois, com eles já fora do palco, Chitãozinho & Xororó ainda prestaram uma homenagem, ressaltando que também é aniversário de 40 anos da dupla Milionário & José Rico, e cantaram “Vá pro inferno com seu amor”, em pout-pourrie com a sempre extremamente aplaudida “Galopeira”. Nem preciso dizer que foram os aplausos mais empolgados da platéia.

Logo depois, foi a vez do Daniel interpretar “No Rancho Fundo”, numa versão em tom mais baixo, mais propício à sempre incrível voz dele. O Chiitãozinho fez segunda voz para o Daniel durante toda a segunda estrofe e quando o Xororó entrou cantando, num tom mais alto, o Daniel foi para a segunda voz e assim ficou até o final da música. Em seguida, Gian & Giovani foram chamados para cantar “Foge de mim”. Desta vez, a música teve que ser repetida porque o Xororó entrou no tom errado (por conta dos problemas no ponto de retorno).

César Menotti & Fabiano foram a atração seguinte. Interpretaram a canção “A Minha Vida”, versão do clássico “My Way”, do Paul Anka. Um dos momentos mais incríveis da noite, sem sombra de dúvida, por conta dos agudos alcançados pelo Fabiano e pelo Xororó, que deixaram a música impressionante de ser ouvida. Logo após, foi a vez da dupla Bruno & Marrone cantar uma versão moderninha da canção “Somos assim”. Depois, foi a vez da segunda dupla mais aplaudida da noite (só perdendo para Milionário & José Rico). Victor & Leo cantaram a canção “Ela não vai mais chorar”, com o Victor fazendo as vezes de Billy Ray Cyrus e interpretando os trechos em inglês da música. Mesmo com a platéia pedindo bis (assim como para os “Gargantas de Ouro”), dessa vez não houve canja.

Depois deles, as participações que muita gente aguardava. Leonardo cantou “Falando às paredes” e, logo depois, Zezé di Camargo & Luciano cantaram “Alô”, que tiveram que repetir pro conta de erros na letra. Assim que acabaram de cantar a música, Zezé di Camargo & Luciano e Chitãozinho & Xororó chamaram o Leonardo de volta ao palco. Depois de muita graça e de novos problemas com microfones e retornos, eles alimentaram a nostalgia de muita gente, resgatando, ainda que por poco tempo, o especial “Amigos”, que por anos foi uma tradição na televisão até se tornar um programa fixo nos domingos da Globo. A música escolhida foi “Fio de Cabelo”.

Depois do momento saudosista, todos os convidados foram chamados de volta ao palco. Neste momento, uma diferença negativa com relação ao DVD “Nova Geração”. Naquela ocasião, no momento em que todos os artistas estavam no palco, o diretor do projeto (Ivan Miyazato) saiu de onde estava e colocou ordem na bagunça, organizando os convidados no palco. Desta vez, mesmo o Xororó insistindo para que alguém fosse colocar a fila em ordem, ninguém foi até a frente do palco para organizar os convidados. O resultado, claro, não ficou legal. Parceiros de dupla distantes um do outro, convidados atrás uns dos outros, enfim, uma bagunça só. E como a música foi a única não ensaiada (como o próprio Xororó ressaltou), acabou sobrando apenas para Chitãozinho & Xororó cantarem. O restante apenas acompanhou. No “Nova Geração” pelo menos tinha uma frase para cada artista convidado.

O fato é que muita gente saiu do show com a mesma opinião. Tirando os problemas com os microfones, o nível foi altíssimo. Chitãozinho & Xororó demonstraram mais preocupação com este show do que com o anterior. E as participações mataram a pau. Não todas, claro, mas das 14 participações, só uma deixou a desejar, já que a voz estava escandalosamente inferior às dos outros artistas participantes em termos de qualidade. Nem preciso dizer quem são, ou preciso? Mas sem dúvida foi um espetáculo de talento. Foi incrível. Apesar das ausências escandalosas de Chrystian & Ralf, Marciano e outros que não poderiam faltar.

Não dá pra dizer que foi o maior DVD sertanejo de todos os tempos, afinal algo assim precisaria de um repetório beeeeem mais diversificado do que um apenas com canções da dupla Chitãozinho & Xororó. Mas acontece que são eles que estão completando 40 anos de carreira com esse mega projeto. E para um DVD da dupla Chitãozinho & Xororó, com certeza vai ser excelente. Basta olhar na discografia da dupla. TODOS os DVDs que eles lançaram foram incríveis. Alguns CDs recentes nem tanto, mas sem dúvida eles sabem gravar DVDs. E o projeto “40 anos” está ficando a cada dia que se passa mais incrível.

Para o primeiro semestre de 2010, está prevista a gravação do terceiro e último DVD desta trilogia sertaneja. Separados, não creio que nenhum poderá ser tido como “o melhor de todos os tempos”. Mas juntos, acho que a briga vai ser boa. Ontem eu saí do Via Funchal extasiado. O Leonardo, ao fim da sua participação, resumiu tudo em uma singela frase, que eu educadamente repito aqui: “Chitãozinho & Xororó é foda“. Essa é uma verdade incontestável, meu caro Leonardo.

Obs.: Consegui chegar em Uberlândia a tempo de passar o cartão às 08:00 hs no trampo. Meu sono foi colocado em dia apenas às 17:30 hs do dia 29/09, ou seja, fiquei exatas 34 horas e meia sem dormir. Valeu a pena? Vejamos com os comentários neste texto, hehe.

72 comentários
  • João Paulo: (responder)
    5 de março de 2013 às 23:21

    Marcus e todos que comentaram, eu senti a falta de Cristian e Ralf, Matogrosso e Mathias, também. Mas ninguém sentiu falta também do Chico Rey & Paraná e do Trio Parada Dura (Formação original)?

  • Flossie Compono: (responder)
    12 de julho de 2013 às 21:56

    The 2011 Frazier Canteen dinner & dance is SOLD OUT! If you’d like to be added to our mailing list next year, call (502) 753-5663.

  • Tabetha Coston: (responder)
    17 de julho de 2013 às 07:23

    Hex Grid/Map Generator at a Glance | DragonArmy is a wonderful post. I will take a lot more time researching this topic.

  • 2000 loan: (responder)
    17 de julho de 2013 às 07:45

    I am with you Fred. I could not figure it out both.br /I nonetheless desire you experienced gotten the nomination back again when.I’d have worked my butt off to get you inside the White House. It positive would have looked good on you. Now, I just hope our guy wins.

  • 2000 dollar loan: (responder)
    18 de julho de 2013 às 03:45

    Wow, marvelous website layout! How very long have you been blogging for? you make blogging glimpse quick. The overall search of your internet site is fantastic, as effectively given that the material!

  • Mari Nesby: (responder)
    18 de julho de 2013 às 08:11

    Na tym serwisie tylko w kosmos sprawy

  • Bethel Pesta: (responder)
    18 de julho de 2013 às 12:29

    Honesty is definitely a essential for a terrific leader. Great leaders can also be trustworthy ones. When individuals are ware they can rely and trust you, they’re going to supply you with their respect.

  • Jenelle Dydo: (responder)
    18 de julho de 2013 às 14:27

    Just desire to say your article is going to be as amazing. The clarity to your publish is just excellent i could think you might be a professional in this subject. Well with your permission allow me to seize your RSS feed to stay updated with drawing close post. Thanks a lot millions of and please keep up the rewarding work.

  • bad credit personal loan: (responder)
    19 de julho de 2013 às 00:06

    I have read a few just right stuff here. Certainly price bookmarking for revisiting. I surprise how so much effort you put to make this kind of wonderful informative website.

  • Learn Even more: (responder)
    19 de julho de 2013 às 12:54

    This is very interesting, You’re a very skilled blogger. I’ve joined your feed and look forward to seeking more of your magnificent post. Also, I have shared your website in my social networks!

  • This Site: (responder)
    19 de julho de 2013 às 14:02

    you’re truly a good webmaster. The website loading velocity is amazing. It seems that you are doing any unique trick. Moreover, The contents are masterpiece. you’ve performed a wonderful task on this subject!

  • Read More In this article: (responder)
    19 de julho de 2013 às 18:46

    I love your blog.. very nice colors & theme. Did you create this website yourself or did you hire someone to do it for you? Plz respond as I’m looking to create my own blog and would like to find out where u got this from. thanks

  • vegina: (responder)
    20 de julho de 2013 às 06:25

    What a gorgeous picture Oli! New Zealand is superb!!! Is people like you Oli, who come across the time to reveal such significant everyday living encounters with others. Thanks for reminding us with the value of taking time for you to relaxation fully away from distractions and relishing loved ones towards the complete!!!

  • Marketing Strategies: (responder)
    28 de julho de 2013 às 22:29

    Fantastic beat ! I wish to apprentice while you amend your web site, how can i subscribe for a blog site? The account aided me a acceptable deal. I had been tiny bit acquainted of this your broadcast offered bright clear concept

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.