03 out 2008 | Lançamentos
DIÁRIO DE UM CANTOR SERTANEJO – QUANDO VOCÊ COMEÇA A SENTIR QUE ESTÁ INDO BEM
Primeiramente, peço desculpas pelos atrasos nas postagens. Ando meio ocupado esses dias. Hoje, duas postagens, excepcionalmente, pra ver se a gente coloca o blog em dia.

Quando se começa uma nova dupla, a tendência é procurar formas baratas (ou gratuitas) de divulgação. A internet é, sem dúvida, a melhor ferramenta pra esse tipo de atividade. Hoje em dia, existem vários sites que possibilitam a um artista iniciante a divulgação gratuita de seus trabalhos e até criação de sites, totalmente DE GRAÇA.

Alguns são, inclusive, utilizados até por quem já está bombando no mercado. Tudo porque atingem o público de forma direta. O principal deles é o Palco MP3, do Portal Terra. Lá, é possível postar suas canções inéditas (para ouvir e baixar), fotos, agenda, vídeos, blog, e mais um punhado de coisas. O site conta com um ranking de sites mais acessados, músicas mais baixadas e você pode saber como está indo sua página.

A minha dupla já tem uma página no palco MP3 há quase 3 anos. Quando gravamos o 2° CD, decidimos que era hora de fazer nosso nome bombar. Então li todo o tutorial disponibilizado pelo pessoal do Palco MP3 e deixei o site do jeitinho que eles idealizaram como padrão. O que eu fiz, então? Entrei em contato com os administradores e exigi (heheheh) que minha página fosse incluída como destaque, já que eu fiz tudo o que eles pediram. É claro que eles me atenderam, já que estava fazendo tudo certo. Como resultado do meu trabalho, nossa página acabou ficando por um booom tempo entre as quinze mais acessadas do Brasil na categoria “sertanejo”. Num dos maiores portais de música independente do Brasil, isso é uma coisa muito grande e satisfatória. A nossa posição só retrocedeu quando eu parei de atualizar o site pra me concentrar apenas no nosso site oficial.

Graças ao Palco MP3, aliado ao nosso trabalho aqui na região, senti que o nome da nossa dupla começava a ser bem difundido. Foram acontecendo, então, outras coisas que confirmavam isso. Primeiro, vi nosso CD sendo vendido por um “pirateiro”. E não tinha sido eu que tinha fornecido o CD ao cara. Legal, né!! Fora isso, comecei a receber ligações e e-mails de várias partes do Brasil de pessoas oferecendo composições, serviços de venda de shows e similares. Santa Cruz do Sul – RS, Dores do Indaiá – MG, São Paulo – SP, Fortaleza – CE e mais um punhado de lugares. Fãs também entravam em contato com a gente pra elogiar e até alguns idiotas entravam em contato pra criticar.

Aos poucos as coisas vão fluindo da maneira que a gente almeja. Basta trabalhar com dedicação e carinho que tudo acontece.

Comente

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.