10 abr 2015 | Notícias
Paula Mattos grava DVD intimista com foco nas próprias composições

Ainda dentro do novo movimento feminista que eu venho mencionando de algum tempo pra cá aqui no blog, seja em entrevistas ou em coberturas de DVD, mais um projeto de alto nível foi gravado nos últimos dias: o da cantora e compositora Paula Mattos. Sem alarde, quase de surpresa, o DVD foi gravado na última segunda-feira em um formato intimista, acústico, focando principalmente naquilo que ajudou a consolidar o nome da Paula Mattos no mercado: as próprias composições.

Das 10 músicas gravadas no DVD, 8 são de autoria própria e com parceiros. E as 2 músicas não assinadas pela Paula (“Farol Fechado”, do Bruno Villa, e “Quanto tempo falta pra sofrer”, da Marília Mendonça, da Maiara e do Guess) de certa forma ajudam também a celebrar as boas parcerias realizadas por ela ao longo dos anos.

A produção do disco ficou a cargo do William dos Santos, com direção de vídeo do Hatham Smile e direção de fotografia do Eduardo Candreras e do Carioca, da Show Design. Aliás, pelas fotos do Fábio Nunes no fim do post dá pra ter uma ideia da simplicidade e beleza do cenário, no que promete ser outro dos grandes diferenciais do projeto.

O disco contou ainda com algumas participações de peso, dentre os vários artistas que já gravaram canções da Paula Mattos. Munhoz & Mariano (que gravaram com Luan Santana a música “Longe daqui”, escrita pela Paula), Thaeme & Thiago (que além de terem gravado músicas da Paula Mattos já contaram com ela no backing vocal da banda durante um tempo), e o Zé Felipe.

Um dos momentos mais marcantes do DVD deve ficar por conta da homenagem que a Paula prestou ao amigo Fernando, da dupla Luiz Henrique & Fernando, que faleceu recentemente. A música “Que sorte a nossa”, composta pela Paula, pelo Fernando e pelo Luiz Henrique, foi gravada com a segunda voz do próprio Fernando, mantida do original gravado na guia da música feita após a composição.

Não cheguei a acompanhar a gravação, mas fiz questão de escrever algo sobre o DVD, já que sempre apoiei a “causa” feminina na música sertaneja e o atual momento vivido pelas mulheres no segmento parece ser um dos mais promissores. E a Paula Mattos, sem sombra de dúvida, é uma das cantoras e compositoras que encabeça esse movimento.

Abaixo, algumas fotos da gravação tiradas pelo fotógrafo Fábio Nunes.

 

Comente

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.