04 mar 2010 | Artigos
Edson: “Eu fui o crooner de uma banda de rock!”

No último domingo (28), Edson falou com Juliano César no programa Rota Sertaneja. A expressão angustiada do cantor deu o tom da entrevista do começo ao fim e, ao que parece, a relação nada amistosa dos irmãos Edson & Hudson está longe de sair do foco da polêmica.

ed_tela_1024_x_768_3

Passado o momento mais tenso da separação, aquele em que Edson teria agredido a mulher de Hudson e contando que a partir de janeiro desse ano cada um partiu para um lado, os irmãos estão definitivamente procurando o seu caminho. O filho mais novo de Beijinho já dá seus primeiros passos com agenda cheia e CD prestes a ser lançado. Já do outro lado, Hudson dá asas a seus sonhos e prepara um CD com participações internacionais, além do show que, segundo ele, deve ser um dos maiores já vistos no Brasil.

Durante a entrevista que deu a Juliano César, Edson falou sobre os assuntos mais importantes desse novo momento em sua vida e em tom de desabafo contou o que quase todo mundo já sabia: o último CD/DVD da dupla não foi uma escolha dele, e sim de Hudson e sua banda. “Eu fui um crooner de uma banda de rock! Se você pegar os grandes sucessos da nossa carreira, nunca tivemos guitarras tão pesadas como neste DVD, o Despedida” – disse o cantor.

Não fosse pelas inúmeras interrupções de Juliano César, talvez Edson teria falado muito mais sobre como está se sentindo hoje. Vejam, um recomeço como este reúne elementos para deixar até o mais confiante dos seres humanos desconfiado. De uma carreira de sucessos inquestionáveis, de repente Edson se vê sozinho em um palco sem o irmão para dividir as responsabilidades. Em comentários recentes no blog, leitores levantaram uma questão que a princípio parece absurda, mas que chama atenção: precisará Edson provar novamente que é um artista capaz? Seria essa separação responsável por tirar do cantor a posição de artista sertanejo respeitado?

Inferências à parte, a conversa com Juliano mostrou um Edson preocupado com tudo isso, e ele tem razão. A história mostra que o cantor corre riscos sim! Eis alguns casos de rompimentos recentes da música sertaneja (de 20 anos pra cá): João Mineiro & Marciano foram jogados num anonimato sem fim. O mesmo aconteceu com o Trio Parada Dura. Reconsiderações fizeram Chrystian & Ralf voltarem a cantar juntos depois de um período solo e apagado. Poucas duplas separaram-se e chegaram a ter o mesmo sucesso de antes.

A minha intuição diz que em poucos meses, quando o CD “Edson & Você” for lançado, esse fantasma vai se extinguir de vez. Nos anos que passou ao lado do irmão, o cantor granjeou respeito e carinho de toda a classe musical, não só a sertaneja. Até porque toda a genialidade que fez a dupla ser uma das maiores do Brasil continua bem ali, dentro dele. Nosso blog tem o orgulho de ter sido um dos primeiros canais de noticias da internet a confirmar a notícia da separação da dupla horas antes do comunicado oficial (relembre Aqui). Somos fãs de Edson, somos fãs de Hudson e esperamos contar aqui, igual a tantas outras vezes, histórias de sucesso do irmãos Edson & Hudson Cadorini.

Em seu blog, o meu parceiro Boiadeiro também falou sobre o assunto.

11 comentários
  • Barrett Gorum: (responder)
    14 de julho de 2013 às 20:42

    I just want to say I am just new to blogging and site-building and truly enjoyed this blog. Very likely I’m want to bookmark your site . You really have good stories. Regards for revealing your blog.

  • click for more info: (responder)
    17 de julho de 2013 às 20:37

    You made some really good points there. I looked on the net for additional information about the issue and found most people will go along with your views on this site.

  • you can look here: (responder)
    18 de julho de 2013 às 17:43

    bookmarked!!, I really like your blog!

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.