19 mar 2014 | Entrevistas
Entrevista Exclusiva – Eduardo Pepato

Com um certo atraso, cá estamos com mais uma das nossas já tradicionais e sempre aguardadas entrevistas semanais. O entrevistado de hoje é considerado um dos mais promissores produtores musicais da nova geração. Responsável pelos mais recentes trabalhos de artistas como Henrique & Juliano e João Neto & Frederico, também encabeçou produções de artistas como Gusttavo Lima (single “Fui Fiel”), Milton Nunes (DVD), Breno & Caio Cesar, Rodrigo Andrade, Grupo Rhaas, Nicolas & Rafael, Paulo & Junior, Maiara & Maraísa, Marcos & Fernando (single), Luiz Henrique & Montenegro (single), Douglas & Murilo (single), Dáblio & Philipe, Leo & Junior, Hugo & Tiago e Marcus Fernandes.

Entre os trabalhos produzidos por ele, alguns trabalhos bastante aguardados, como os novos DVDs de João Neto & Frederico e Fred & Gustavo, além do novo CD do grupo Villa Baggage. Atualmente, vem realizando trabalhos com artistas como Humberto & Ronaldo, Edson & Vinícius, Gabriel Gava, Rodrigo Andrade e se prepara para a gravação do novo DVD de Henrique & Juliano.

Na entrevista, falamos sobre a sua trajetória na música sertaneja e sobre o período em que ele trabalhou em parceria com o produtor Ivan Miyazato, até começar, no fim de 2012, a se dedicar às próprias produções. Falamos também sobre alguns aspectos inusitados da relação do produtor com seus trabalhos, como a escolha de repertório, e da importância de trabalhos como o da dupla Henrique & Juliano, um dos mais bem sucedidos de 2013, e do novo DVD da dupla Fred & Gustavo em nova formação, tendo sido ele um dos produtores do DVD anterior, com a formação antiga.

Assistam abaixo e não deixem de comentar.

20 comentários
  • Lander Vinicius: (responder)
    19 de março de 2014 às 10:44

    O vídeo trava em 25:00

    • @ariomester: (responder)
      19 de março de 2014 às 10:50

      Achei que era só o meu!

  • @ariomester: (responder)
    19 de março de 2014 às 10:50

    Esse rapaz é muito talentoso! Gosto bastante dos arranjos e mixagens dele, acho que ainda vai render muitos trabalhos bons no sertanejo e fora dele. Mandou bem, Marcão! Teve a moral!

  • Diego: (responder)
    19 de março de 2014 às 11:34

    Marcão, vídeo tá travando em 25 minutos…

  • Enzo Gabriel: (responder)
    19 de março de 2014 às 12:01

    Foi, foi, foi, foi haha
    Resolve ai marcão, que a entrevista ta mto boa
    Parabens

  • Luciana: (responder)
    19 de março de 2014 às 21:03

    Assistam ao vídeo direto na página do youtube. Aqui passou normal sem travar aos 25 min…

    • Marcus Vinícius: (responder)
      19 de março de 2014 às 21:18

      é que eu corrigi. postei mais ceddo e tava travando. tive que upar de novo

      • Luciana: (responder)
        19 de março de 2014 às 21:44

        Valeu, Marcão! Mais uma vez, parabéns pela entrevista! Essa diversificação, dando espaço a produtores, compositores e demais pessoas envolvidas no backstage da música tem sido muito gratificante. Achei interessantíssima uma coisa que o Pepato mencionou quanto à forma que ele faz os arranjos: ele sente a música, e somente tenta traduzir a ideia do compositor… Achei SENSACIONAL essa postura! Fora a confiança na força suprema que rege o universo. Parabéns! Virei fã!

  • Alan: (responder)
    19 de março de 2014 às 21:20

    O meu não travou. Vi direto no youtube.

  • Roberto: (responder)
    19 de março de 2014 às 22:27

    Pra quem quiser ver alguma composição, quem quiser criticar seja pra falar bem ou mal, agradeço

    http://palcomp3.com/compositorrobertoborgert/#

    • Andressa: (responder)
      20 de março de 2014 às 20:34

      Gostei de algumas músicas principalmente as Eu mais você igual amor, Assunto pendente, #Se ferrou.
      Mais tem umas que fala sério não tem como escutar.
      Mais no geral gostei.

    • Bruno: (responder)
      23 de março de 2014 às 17:44

      Cara um conselho segue mais as modas boas esquece essas músicas chicletes, tem muita boa ali as românticas principalmente, alguns batidões legais também mais as modinhas de balada esquece.

  • Paulo Ricardo: (responder)
    20 de março de 2014 às 04:20

    O Dicésar virou um ótimo produtor.

  • Guilherme: (responder)
    20 de março de 2014 às 05:41

    8:22 “Aí o Ivan me pegou” kkkkk’

  • Fábio Roque: (responder)
    20 de março de 2014 às 12:41

    Mas esse cara parece ser gente boa demais, uma humildade do carai!
    A sonoridade das produções dele são top!
    Ainda vamos ouvir muita moda boa com arranjo dele.

  • Clauber Correia: (responder)
    20 de março de 2014 às 12:46

    Ótima entrevista como sempre! Parabéns!!

  • Lander Vinicius: (responder)
    20 de março de 2014 às 16:30

    Agora sim kk assisti tudo, parabéns pela entrevista.

    O Gusttavo Lima agregou muito na carreira do Eduardo, naquele DVD em São Paulo, onde Eduardo participa ativamente no palco tocando piano (Fora do Comum/60 segundos). Ficou mt bom, e o Eduardo ali pode mostrar seu talento como músico

    • jeferson: (responder)
      19 de julho de 2016 às 21:49

      esse dvd foi gravado hein patos de minas

  • Luizinho Souza: (responder)
    20 de março de 2014 às 23:57

    Sou suspeito a falar desse cara…me viu tocando na noite com o grupo Villa Baggage e me deu a oportunidade de poder estar trabalhando até hoje…uma das pessoas mais humildes,sinceras e educadasnque ja conheci.Deus o abençoe a cada dia mais meu irmão, obrigado por tudo hoje e sempre por tudo que ja fez e faz por mim…
    Parabéns Marcão pela entrevista e pelas iniciativas de mostrar as pessoas que regem o mercado…gde abs!!!

  • Reinaldo: (responder)
    21 de março de 2014 às 08:38

    Muito legal vc ter entrevistado ele, agora conheço um pouco sobre esse grande talento!
    Só acho que ele está equivocado em falar que determinados artistas gravam um certo trabalho para agradar o meio. Para mim artistas como Victor & Leo, Fred & Gustavo antigo ( digo Diliel ), Paula Fernandes, entre outros gravam os seus discos com o objetivo de fazer algo de qualidade e descente, o sucesso na rua pode ser uma conseqüência, não acho que eles gravam com o objetivo de agradar o meio.
    Só faz sucesso o que o povo quer? Não sei tenho mainhas dúvidas com relação a isso, para mim um dos principais pelo sucesso é o rádio, fazer o que se o rádio escolhe só tocar porcaria! Faz alguns anos que eu não escuto mais rádio porque para mim são sempre as mesmas músicas e os mesmos artistas, quem é bom e iniciante parece não ter espaço! É essa a minha impressão que eu tenho!

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.