25 nov 2013 | Entrevistas
Entrevista Exclusiva – Jads & Jadson

Cá estamos nós para a vigésima entrevista seguida, sem falhar uma semana sequer. Que bom que este bloco tem agradado tanto.

Hoje, a entrevista é com uma das duplas que mais se destacou em 2013. Demoraram a conquistar reconhecimento em âmbito nacional, mesmo tendo durante boa parte da carreiro uma grande importância no circuito sertanejo, influenciando duplas novas com seu timbre vocal diferenciado. Nosso papo é com Jads & Jadson.

A #falhanossa da semana fica por conta, como vocês vão perceber, do áudio. É que o bocozão aqui esqueceu de apertar o botão pra gravar o áudio dos microfones de lapela. Só lembrei depois de 20 minutos de entrevista. Então durante boa parte da conversa, o áudio é o da própria câmera. Mas felizmente dá pra ouvir tudo numa boa.

Assistam abaixo e não se esqueçam de comentar. Semana que vem nosso bate-papo é com Fernando & Sorocaba, com direito a quase uma hora e vinte minutos de conversa. Fiquem de olho.

30 comentários
  • Flavinho Tinto: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 12:40

    Parabéns Marcão, ótima entrevista com os Ladinos,
    aliás essas entrevistas estão cada vez mais esperadas por aqui… Sou fã dos diretores. Obrigado.

  • goiano: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 13:21

    ótima dupla com anos de estrada provando que qualidade e respeito a verdadeira música sertaneja ainda existe. Duplas como essa, João Carreiro e Capataz, Zé Henrique e Gabriel, Otávio Augusto e Gabriel deveriam ter mais espaço na mídia. Entrevista Top#

    • LUCIANO SILVA: (responder)
      25 de novembro de 2013 às 19:33

      É, Goiano! Infelizmente a teoria do foguete molhado vale para os bons. Zé Henrique e Gabriel têm tudo que uma dupla precisa ter. Os caras tem repertório, têm boas composições, o Gabriel é espetacular na segunda voz, o Zé Henrique além de cantar bem é ótimo músico, ou seja, é uma dupla de verdade. Agora, como explicar a dupla não explodir?

  • Paulo Ricardo: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 13:34

    Aos 25 minutos, todos os carros de Uberlândia tiveram seus motores desligados.

  • Lucas: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 13:36

    Parabéns pela entrevista Marcão, ótimo “quadro” do blognejo!

    PS: Graças à Deus que se lembrou de apertar o botão dos microfones com 25min hahahahahaha 1.000% melhor hahahahaha!

    Abraço

  • Fabio Roque: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 13:52

    Sensacional a entrevista!
    Os caras são feras brabíssimas, bom saber a história deles.

  • Renan - SP: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 14:08

    Manu Gavassi: Ruim demais.
    Pitty: Rita Lee infantil.
    Agora que o bichinho do sucesso picou, vamos ver daqui pra frente, aposto que vem mais mer… por aí.
    A dupla, não me agrada vocalmente, e nem de repertório, isso não significa que são ruins, apenas não gosto, e tenho outras preferencias nessa linhagem.
    A melhor parte da entrevista foi quando falaram que dentro do estúdio, fazem até cachorro falar.

    • -: (responder)
      25 de novembro de 2013 às 14:34

      Ô Renam, será atpe quando você vai vir postar abobrinha aqui ?! Engraçado é que você não gosta dessa linhagem, más tá aqui direto acompanhando o blog! Vai procurar sua turma cara!

      • Renan - SP: (responder)
        25 de novembro de 2013 às 14:38

        Minha turma eu tenho aqui fora, perdoe se eu sou muito musical, e gosto de ver tudo, conhecer, e depois emitir minha opinião.
        Um abraço.

        • Thiago: (responder)
          26 de novembro de 2013 às 17:44

          então, fala ai, ow super melhor que todo mundo, o que é “pal”????
          kkkkkk

    • Marcus Vinícius: (responder)
      25 de novembro de 2013 às 15:39

      Ele não gosta de nada, ele não gosta de ninguém. Ele está preso em 1993. Ele acha que os A.M.I.G.O.S eram mesmo amigos. Ele é Renan, a lenda, o mito!!!

      • Alan: (responder)
        26 de novembro de 2013 às 12:46

        Ele e o César Augusto estão presos na década de 90 hshushushua

  • teco: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 15:26

    Esses são bons

  • Francis Barros: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 16:16

    Que cenário massa em Marcão??? Hehehehe… Ficou top a edição! Parabéns… Ah! A do F&S deu para aproveitar as imagens do iPhone? Abraços e sucesso aí.

    • Marcus Vinícius: (responder)
      25 de novembro de 2013 às 16:34

      opa mestre, domingo vou editar e incluir aquelas. Vai ficar do caralho tbem

  • LUCIANO SILVA: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 18:38

    Me transmitiram sinceridade, gostei quando disseram da linguagem musical. Dupla tem que ter personalidade, não pode se deixar levar por modismo e gravar qualquer coisa. Jeito Carinhoso é mais uma prova que não precisa de baixaria para fazer sucesso. Dá pra fazer música para dançar sem ter que apelar para os duplos sentidos (ninguém vê mais graça), expressões descabidas (linguajar vulgar com conotação sexual) e apologias (promiscuidade e bebidas).

  • Carlos Cesar: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 18:48

    A DUPLA É OTIMA CARA, SEMPRE FIZERAM BOAS MUSICAS, ALGUMAS DAS MUSICAS QUE A DUPLA JOÃO CAREIRO E CAPATAZ GRAVOU BOAS, FORAM ELES QUE COMPUSERAM, MANDA ESSE (RENAN – SP) SE FUDER, CARA CHATO, SÓ SABE CRITICAR, VAI PROCURAR TEU HOSPÍCIO TROXA, A MUSICA PRECISA DE EVOLUÇÃO SEMPRE,AGORA SE ELE TEM A MENTE CORROÍDA A PONTO DE SER ALIENADO SOCIALMENTE, CARA NÃO ENTRA MAIS AQUI, DEIXA O ESPAÇO PRA OPINIÕES QUE TENHA FUNDAMENTOS OK? FALEI.

    • Renan - SP: (responder)
      25 de novembro de 2013 às 20:30

      Você é um iluminati ou pal mandado de um?
      Prazer, Renan, o terror dos empresários.
      Um abraço.

      • Carlos Cesar: (responder)
        26 de novembro de 2013 às 19:43

        RENAN -SP DEVE SER UM FAKE DE MERDA QUE NÃO USA UM NOME REAL POR COVARDIA

  • Rafael Cesar: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 19:48

    Confesso que fiquei com medo de ver a entrevista, pois não conhecia a dupla a não ser a musica Jeito Carinhoso, mas vi que eles são acima de tudo artistas fiel ao que fazem, eles não gravam tal musica por obrigação, eles se preocupam com a liguagem das musicas, acho isso bacana.Pretendo analisar os discos anteriores deles, achei bacana o que ele disse sobre o que esta acontecendo no Mercado mesmo, investidores essas coisas, e o fato de “O Artista ser maior que a musica” isso é um ponto que eu sempre analiso.
    E Mais uma entrevista bacana, gostei.Parabéns a dupla e parabéns ao Marcão.

  • Greice Stefano: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 21:59

    Olá…sou suspeita para falar de Jads & Jadson, ouço a dupla desde o começo da carreira. Mas gostaria de firmar a qualidade das letras, pois transcrever e expressar situações e sentimentos não é tão simples…Então, quando as pessoas sorriem ou choram ao ouvir uma música, certamente ela se tornou real…É o que acontece com cada canção de Jads & Jadson.

  • Gerson - Ibiuna: (responder)
    25 de novembro de 2013 às 22:56

    Confesso que comecei a acompanhar o blog esses dias, ate entao nao conhecia!! E curti demais, varios quadros interessantissimos, principalmente esse das entrevistas, parabens pelo trabalho Marcao!
    Quanto a dupla acompanho os caras faz um tempinho ja tbm, e merecem todo esse sucesso q estao fazendo e muito mais, as letras dos caras tem fundamento e buscam o sentimento la dentro mesmo! Show de bola! Parabenss!

  • Luciana: (responder)
    27 de novembro de 2013 às 13:22

    Eu nunca entendi como é que esses dois ainda não estouraram no Brasil inteiro. O trabalho tem identidade, ambos tem personalidade. Enfim, acho que cai na verdade de que “tudo tem sua hora”. Sucesso aos dois.

  • Felippe Said: (responder)
    28 de novembro de 2013 às 00:31

    Acho que foi uma das entrevistas mais sinceras que eu ja vi. Muito bom… o que acho mais do caraleo é a forma como trabalham as versões. Tem muuuita lenha pra queimar!!

  • Xuno: (responder)
    28 de novembro de 2013 às 15:56

    Em sintonia total com a maioria, feliz demais da conta ver que a Brutaiada não se vende e estão antenadas nas duplas que são firme no gorpe como.: João Carreiro, Zé Henrique, Otavio Augusto, e é claro, Jads e Jadson… (duplas que não deixam nosso sertanejo morrer)
    Parabéns pela entrevista Marcão, abs.

  • Celso Costa: (responder)
    28 de novembro de 2013 às 16:41

    Mais uma ótima entrevista, Marcão. Parabéns! Quanto a esses dois, nós somos da mesma terra, convivi com eles e com o Ninho, e eles permanecem com a mesma postura, com essa educação e esse cuidado sério com o trabalho deles. Fico muito feliz em notar o sucesso nacional que eles alcançaram, pois conheço boa parte da luta deles. É o tipo de dupla que não se trata de apenas uma “onda”, como outras, pois tem seu estilo próprio de cantar e compor e não abandona as raízes. Sucesso a eles e a toda a sua equipe, na qual tenho bons amigos.Eles merecem!

  • Dayane: (responder)
    28 de novembro de 2013 às 21:35

    Jads e Jadson os caras é foda canta muito.. So acho que fala que o Jadson imita a voz do Joao Carreiro foi covardia tem muita diferença na voz deles e tem mais Jads e Jadson nao precisa ser cover de ninguem não.. Essa parte da entrevista fala sobre cover e imitação fico totalmente por fora falto perguntas criativas nesse ponto da entrevista…Jads e Jadson esta na estrada ah muito tempo com as suas musicas lindas e o melhor sem perde a identidade que é a musica raíz SUCESSOOOOOO

  • Vanessa: (responder)
    29 de novembro de 2013 às 00:02

    Show a entrevista!!! Pessoas íntegras, de bem e muito inteligentes. merecedores de tanto sucesso que nao veio por acaso! Sempre inovando sem perder as origens (sim, isso é possível!!) atualmente são os verdadeiros representantes do estilo “bruto”! Fã demais

  • Cultura Caipira Blog: (responder)
    11 de dezembro de 2013 às 10:47

    Olá Marcão! Parabéns pela entrevista. Sou fã da dupla e tive a oportunidade de entrevistá-los também aqui na Expogrande 2013. Pena que o áudio dela ficou muito prejudicado, pois gravamos ao lado de um show no palco, então optei por transcrevê-la. Se quiser dar uma olhada:

    http://www.culturacaipira.com/2013/05/25/cultura-caipira-blog-entrevista-jads-e-jadson/

    Grande abraço!

    Douglas A.B.
    Cultura Caipira Blog

  • Ermeson: (responder)
    26 de fevereiro de 2014 às 00:38

    isso sim é sertanejo o melhor resto e resto jads e jadson canta demais sem palavras ouço eles direto

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.