13 out 2009 | Na Estrada
ESPECIAL CAMARU 2009 – Fazendo as pazes?!?

promocao-800-px2

luiz-claudio-e-giuliano

No sábado aconteceu o show da dupla Luiz Cláudio & Giuliano no CAMARU. Inicialmente, eu não iria ao show. É que pra variar tinha show da minha dupla marcado no mesmo horário em outro local. Acontece que na última quinta-feira o contratante me informou que não tinha conseguido a liberação da prefeitura para a realização do evento em que nos apresentaríamos. Enfim, nosso show não aconteceria mais. A minha esposa gosta muito das músicas românticas da dupla Luiz Cláudio & Giuliano. Então, resolvi unir o útil ao agradável e ir para o CAMARU. Poxa, eu tinha as credenciais mesmo. Só tinha que pagar o estacionamento.

Ir no show é uma coisa, tentar entrevistar é outra. Acontece que nunca mais senti firmeza na relação do Blognejo com a dupla Luiz Cláudio & Giuliano desde que publicamos o review do atual CD da dupla, o “Ao Vivo na Balada”. Uma nota 6 e algumas críticas um tanto incisivas não nos deixaram muito bem vistos com os fãs da dupla e com os próprios, imagino eu. Enfim, eu iria curtir o show e pronto. Se batesse a coragem, eu ia arriscar minha pele e tentar uma entrevista. Assunto, na verdade, não faltaria, já que a dupla recentemente saiu do escritório em que estiveram por muitos anos, a World Show, o mesmo da dupla Bruno & Marrone. Montaram um escritório próprio, inclusive, a LCG Promoshow. Decisão corajosa e que muito me agrada, para falar a verdade. Fora isso, trocaram de gravadora. Saíram da Sony e entraram na Universal.

Fomos para o show. E mais uma vez o horário pré-determinado pela promotoria da cidade se encarregou de estragar um pouco do andamento da festa. Que show num sábado começa às 22:00 hs? Ainda mais aqui em Uberlândia. O público aqui está muito acostumado aos antigos horários. Isso se refletiu na ausência do público no início do show. E pra piorar estava rolando o rodeio ainda. Muita gente ainda estava por lá assistindo. E deu até pra sentir uma certa frustação na dupla assim que subiram no palco.

O bom foi que a frustração não durou tanto. Logo após um tempo, a arena já estava lotada. Foi só acabar o rodeio. Ainda bem. A dupla inclusive se soltou um pouco mais quando viram que o público compareceu, sim, ao show. Sobre a apresentação, a surpresa fica por conta do fato de que poucas músicas do mais recente CD entraram no repertório. O show reflete bem o que a dupla sempre foi. Uma dupla de interpretações marcantes e músicas românticas, com conteúdo. A qualidade do Luiz Cláudio como intérprete sempre foi inegável. E a julgar pelo baile que a dupla deu nas outras atrações no CD “Um barzinho um violão sertanejo”, o talento deles ainda continua à toda prova. Interpretação essa que espero ser a marca do próximo disco, assim como foram no CD “Dois Apaixonados” e no DVD da dupla. Aliás, um dos momentos mais marcantes do show é a interpretação de canções que a dupla gravou nos primeiros discos só com voz e violão. Pra mim, que sempre acompanhou a carreira dos dois, foi uma gratíssima surpresa.

Agora, a entrevista. Tentar ou não tentar? Não sou covarde, mas não estava nada a fim de levar um “sabão” do Luiz Cláudio ou do Giuliano devido ao review do CD. E o que eu poderia dizer, né? Se a dupla realmente ficou chateada, é compreensível. Imagina você ler um texto falando mal do seu trabalho. É muito frustrante, claro. Não me arrependo do que escrevi, mas a situação é complicada. Por isso esse receio da minha parte em estar com a dupla cara a cara. Durante o show, tentei obter acesso ao camarim para conversar com alguns conhecidos que por lá estavam, aproveitando que a dupla ainda estaria se apresentando. Mas fui informado que teria que esperar o fim do show.

Quando o show acabou, tentei mais uma vez. Mas as fãs enlouquecidas, pra variar, se aglomeraram na porta do camarim. E o segurança (na verdade uma moça de um metro e meio) informou que teríamos que esperar a liberação lá de dentro para ter acesso. Parece que foi o sinal que eu precisava para xispar dali. Primeiro, por causa do receio em encontrar com a dupla. Segundo porque, a julgar pela quantidade de fãs barulhentas que entrariam comigo, o áudio da curta entrevista ficaria extremamente comprometido, já que a estrutura de gravação do Blognejo ainda está defasada nessa parte (quem viu a entrevista do Tony Francis sabe do que estou falando). Terceiro, porque minha esposa já estava insistindo bastante para irmos embora, mesmo o show tendo terminado cedo (exatamente à 00:00 hs). Resolvi vazar na braquiara. Me chamem de medroso se quiserem. É claro que se a dupla tiver interesse em ser entrevistada por mim, estou à total disposição. Mas por enquanto eu não arrisco tentar.

14 comentários
  • Nickolas Cridge: (responder)
    14 de julho de 2013 às 14:23

    I just want to mention I am just beginner to blogs and seriously liked this web blog. Probably I’m likely to bookmark your site . You certainly have wonderful articles. Many thanks for sharing your blog site.

  • Ronnie Mcgettigan: (responder)
    17 de julho de 2013 às 06:58

    Would you be interested in exchanging links?

  • page: (responder)
    17 de julho de 2013 às 10:38

    Whilst I really like this publish, I believe there was an punctuational error shut to the finish of the 3rd paragraph.

  • i loved this: (responder)
    17 de julho de 2013 às 22:50

    I blog quite often and I genuinely appreciate your information. The article has truly peaked my interest. I am going to take a note of your blog and keep checking for new information about once a week. I opted in for your RSS feed as well.

  • view it: (responder)
    18 de julho de 2013 às 01:09

    We are a gaggle of volunteers and opening a brand new scheme in our community. Your website provided us with helpful information to paintings on. You’ve performed a formidable activity and our whole group might be grateful to you.

  • pop over to this web-site: (responder)
    19 de julho de 2013 às 19:49

    I really like it whenever people get together and share opinions. Great website, continue the good work!

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.