11 out 2009 | Na Estrada
ESPECIAL CAMARU 2009 – O que será que nóis num tem???

promocao-800-px

joao-carreiro-e-capataz

Há tempos venho querendo escrever alguma coisa sobre a dupla João Carreiro & Capataz, mas ainda não tinha encontrado a ocasião. Quando saiu a nova lista de atrações do CAMARU 2009, uma grata surpresa: a dupla se apresentaria aqui na cidade no dia 09/10. Vi que seria a oportunidade perfeita.

Essa vontade de falar deles existe devido ao fato de eles serem, na minha opinião, uma das duplas mais interessantes da nova geração. Conseguem atingir tanto o público saudosista das antigas músicas de raiz quanto o jovem público universitário. Expressões foretes são constantes nas músicas deles. “Bruto, rústico e sistemático” (uma das melhores músicas na trilha da novela Paraíso), “Xique Bacanizado, bão bissurdo, nota dez, o trem miorô dimais, a vida deu um revestrés”, “Tá bagunçado mas tem gerência” são algumas das melhores sacadas da dupla. Fora o fato de eles conseguirem rir da própria situação com uma música que deveria ser consagrada como o hino dos artistas sertanejos em busca do sucesso, “O que será que nóis num tem?”. Eu já estou cantando essa música junto com meu parceiro nos nossos shows, hehehe. Fora que o jeito de cantar da dupla também remete a duplas como Tião Carreiro & Pardinho, com a voz grave (segunda) em evidência. Ouçam abaixo as músicas “Bruto, rústico e sistemático” e “O que será que nóis num tem”, que eu considero simplesmente geniais:

1) Bruto, rústico e sistemático:

ouvir no servidor

2) O que será que nóis num tem?

ouvir no servidor

Pensei que uma entrevista com eles seria fácil de conseguir. Pff, que nada. Pra começar, o dia do show coincidia com mais um compromisso meu que tinha sido agendado há tempos. Essa mudança de data da festa me arrebentou. Enfim, no show não dava pra eu ir. O jeito era tentar uma entrevista no hotel. Liguei para o empresário e fui repassado para o produtor. Conversando com ele, até que existia o interesse na entrevista e tudo mais. O problema é que os rapazes chegariam na cidade a tempo apenas de tomar banho e partir para o show. E o show que eu ia fazer começaria às 21:00 para se encerrar à 01:00. 21:00 hs era cedo demais para falar com eles antes do show, já que estariam numa correria só e 01:00 hs era tarde demais para falar com eles depois do show, já que estariam mortos de cansaço e doidos pra ir pra cama. E eu ainda tinha que desmontar todo o equipamento da minha apresentação, o que faria com que estivesse livre apenas às 02:00 hs.

O produtor da dupla tinha pedido para eu ligar às 19:00 no dia do show para ver qual seria a melhor opção. Liguei e ficamos naquele impasse. Quando eles podiam, eu não podia. E quando eu podia, eles não podiam. Perguntei a que horas deixariam o hotel no dia seguinte. O produtor informou que no máximo 07:00 estariam saindo. Perguntei se eu podia ir até lá por volta das 06:30 hs. Ele disse que sim, absolutamente, que estariam tomando café e que eu poderia conversar com eles lá.

Beleza, mesmo chegando em casa por volta das 03:00 hs, botei o despertador pra tocar às 06:00 hs. Deus sabe o quanto eu a-do-ro acordar cedo. Ôôô!!! Só faço isso todo dia porque preciso. Despertador toca, tomo meu banho, boto a filmadora na sacola junto com o tripé, monto na moto e vou até lá. Cheguei exatamente às 06:30 hs, com um olho aberto e outro fechado, de tanto sono. Do saguão do hotel era possível ver o restaurante. Acontece que não tinha ninguém lá. E não tinha nenhuma van na porta do hotel, nem ônibus. Perguntei ao recepcionista se o pessoal já tinha ido embora. Ele conferiu quarto por quarto no sistema e confirmou que sim, a equipe da dupla toda já tinha partido. Só o empresário deles é que ainda estava no quarto.

Beleza né. Só não fiquei muito chateado porque poderia voltar pra casa e dormir. Mas fiquei me perguntando o porquê de o produtor ter dito que partiriam às 07:00 hs. Até agora, de quatro tentativas de entrevista, apenas uma tinha sido bem sucedida. E as outras atrações da festa só não foram entrevistadas por causa da coincidência das datas com compromissos que eu já tinha agendado há tempos. Na quinta, por exemplo, não foi possível entrevistar a dupla Marcos & Fernando porque simplesmente não parei um segundo em casa, além de ter ido tocar mais tarde. Com isso, eu é que pergunto a todos os leitores: será que o Blognejo anda tão sem moral assim? Afinal de contas: O QUE SERÁ QUE NÓIS NUM TEM???

6 comentários
  • Lavern Santoli: (responder)
    14 de julho de 2013 às 14:22

    I simply want to tell you that I am all new to blogs and absolutely loved you’re web blog. Likely I’m want to bookmark your website . You actually have really good writings. Kudos for sharing with us your blog.

  • why not look here: (responder)
    17 de julho de 2013 às 22:39

    I like the valuable info you provide in your articles. I will bookmark your blog and check again here regularly. I’m quite certain I’ll learn lots of new stuff right here! Best of luck for the next!

  • like this: (responder)
    18 de julho de 2013 às 15:16

    You have made some really good points there. I looked on the net for more info about the issue and found most people will go along with your views on this website.

  • seo companies review: (responder)
    19 de julho de 2013 às 01:02

    Good article. I will be experiencing many of these issues as well..

  • More hints: (responder)
    19 de julho de 2013 às 13:30

    I couldn’t resist commenting. Perfectly written!

  • Rosa: (responder)
    25 de novembro de 2016 às 12:29

    The faces everybody else in the ring made while Truth was doing his &#io20;h2sp8tal food” speech were great. The Miz legitimately looked like he wanted to interrupt him and ask what the hell he was rambling on about.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.