04 out 2009 | Na Estrada
ESPECIAL CAMARU 2009 – Tirando leite de pedra

jorge_e_mateus-1

No último texto deste especial eu disse que entrevistas agendadas com antecedência quase nunca dão certo. O melhor mesmo é ligar algumas horas antes do show e tentar falar com quem quer que seja assim mesmo de supetão. Outra forma bastante utilizada é entrar no camarim antes ou depois do show. Descobri da pior forma possível que essa maneira nem sempre funciona.

No início da semana entrei em contato com o empresário da dupla Jorge & Mateus a fim de marcar uma entrevista com os rapazes, já que neste sábado eles realizariam um show aqui na cidade de Uberlândia. Fui encaminhado para a assessoria de imprensa da dupla, que negou a entrevista em vídeo alegando que “precisavam que a entrevista fosse por e-mail”. Algumas pessoas sabem que eu simplesmente DETESTO esse tipo de entrevista. Entrevista de verdade tem que ser cara a cara, olho no olho. Assim a gente tem certeza que o entrevistado REALMENTE respondeu em pessoa às perguntas e não tem como ele alegar que não disse o que está escrito ou gravado na entrevista.

Tive, então, que partir para o plano B. Acontece que Uberlândia é meio que uma métropole, no sentido de que vários cidadãos de outras cidades de um raio de 300 km daqui costumam vir pra cá tentar construir a vida. Itumbiara é uma dessas cidades. Então é incrível o que tem de gente aqui que é ou pelo menos diz ser parente, amigo, cunhado, vizinho ou afilhado do Jorge ou do Mateus. Isso faz da dupla a mais popular nas festas da cidade e uma das poucas a conseguir segurar sozinha um grande evento, como aconteceu no início do ano. O pior são os produtores que conhecem a dupla e acham que tudo o que eles fazem tem que ser copiado. Chega a ser hilário ver os caras falarem: “o Jorge & Mateus estão fazendo assim e assado, então quer dizer que assim e assado é a próxima onda na música sertaneja”.Enfim, bastava eu conhecer uma dessas pessoas para garimpar acesso à dupla.

Eu conheço o colega de um primo do Jorge da cidade de Tupaciguara. Ainda que fosse o primo do cachorro do cunhado do vizinho. Desde que me ajudasse a alcançar o objetivo final, já estaria de bom tamanho. Ele me disse que iria para o hotel em que a dupla estava hospedada e me ligaria de lá pra dizer se conseguiu convencê-los a falar comigo ou não. Liguei umas 4 vezes no sábado e em todas as vezes ele me disse que ainda não tinha chegado ao hotel. Na última vez que liguei, informou que deixaria para ir no hotel no dia seguinte, já que a dupla se apresentaria na cidade num evento de um grande grupo atacadista restrito a funcionários. Enfim, coisa de gente rica, o que automaticamente me deixaria de fora.

Plano C. Ir no show e tentar falar com a dupla no camarim. Como eu já contei no último texto, a promotoria da cidade proibiu que os shows do CAMARU se extendessem para além das 00:00 hs. Mas ao que parece a população de Uberlândia não deu muita bola a essa ordem. Eram 22:00 hs e a muvuca estava formada apenas na portaria, porque na arena do show não havia nem 20% do público esperado. Mesmo assim, jé me dirigi ao camarim pra tentar falar com a dupla. A dupla já estava lá, afinal tinham que começar o show às 22:00 hs. No entanto, não era só a dupla e a equipe que estavam nos bastidores. Cerca de 15 vans vieram de Itumbiara lotadas com parentes, amigos próximos e demais convidados, só pra acompanhar o show dos rapazes. E TODAS essas pessoas estavam nos bastidores. Calculem então a lotação dos camarins. Ou seja, ninguém podia entrar. Um dos organizadores do evento apareceu para dizer que a dupla receberia a imprensa sim, mas somente após o show, pois o horário já estava estourado para o início. Já eram umas 22:30 hs, ou seja, fiquei meia hora na porta do camarim para nada. Mas enfim…

Fui acompanhar o show, ainda de olho na porta do camarim para não perder a liberação da entrada logo após a apresentação. Show normal, não um MEEEEGA show, mas razoável. Antes da apresentação, os locutores fizeram todo um suspense quanto à extensão do show, já que às 00:00 hs teriam que terminar. Até um sargento da PM subiu no palco para fazer uma graça, dizendo que o promotor autorizou que o show se estendesse um pouco mais. Palavras vazias, essa é a verdade, já que o show terminou inclusive 10 minutos antes do horário previsto antes da liberação. Enfim, durou no máximo uma hora e meia.

Parti para a última tentativa de entrevista com Jorge & Mateus. Mas ao mesmo tempo que tentei dar continuidade ao meu trabalho, uma dezena de fãs já se posicionava para também entrar nos bastidores. E Deeeeeeeeus me livre o inferno que se formou. Nem tinha tanta gente assim na porta do camarim, mas o que houve de empurra empurra foi incrível. O melhor eram as desculpas que o pessoal tentava usar com o segurança para tentar entrar. “Sou amigo dos meninos”, “As fãs que fazem o sucesso do cantor”, “eles estão ganhando dinheiro por nossa causa” e outras pérolas. O fato é que a absurda lotação nos bastidores acabou provocando até o desmaio de um dos convidados. Consequentemente, a equipe proibiu toda e qualquer entrada nos bastidores de gente que não tivesse medidas aproximadas de 100 cm de busto, 100 cm de quadril, 50 cm de cintura. Mesmo assim, a dupla não estava recebendo ninguém, porque já estavam irritados com os problemas com a superlotação no camarim. Tanto que assim que acabou o show entraram na van e zarparam para o hotel. E eu desperdicei mais uma hora do meu tempo sofrendo com o empurra-empurra, sendo que meu sincero interesse era apenas conseguir uma entrevista legal para os leitores do Blognejo.

No domingo, tentei novamente falar com aquele amigo meu que conhecia os dois, já que ele iria para o hotel aguardar o horário de início do evento particular em que se apresentariam. Celular desligado, pra variar. E mais uma vez ficamos sem a entrevista. Não dá nem pra ficar chateado né, afinal resolveram que os bastidores do show seriam uma área vip superlotada. Coitado de quem desmaiou, isso sim.

12 comentários
  • Samual Frutiger: (responder)
    14 de julho de 2013 às 19:46

    I simply want to tell you that I’m newbie to weblog and really liked you’re web page. Likely I’m going to bookmark your blog . You amazingly come with very good posts. Bless you for revealing your blog.

  • go to this web-site: (responder)
    18 de julho de 2013 às 00:25

    I need to to thank you for this fantastic read!! I certainly enjoyed every bit of it. I have got you book marked to check out new stuff you post…

  • official source: (responder)
    18 de julho de 2013 às 12:25

    Greetings! Very useful advice within this article! It is the little changes that will make the most important changes. Thanks for sharing!

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.