03 mai 2013 | Notícias
Guilherme Arantes se manifesta sobre polêmica que desencadeou

Depois da polêmica após as declarações em entrevistas aos portais Uol e Terra e da péssima repercussão em vários sites sertanejos e junto a diversos artistas (Luan Santana, por exemplo, chegou a se manifestar publicamente), o cantor e compositor Guilherme Arantes impetrou uma campanha “site a site” em todos os veículos sertanejos e de pagode da Internet, entrando em contato com vários administradores de vários sites ou por telefone ou pelas redes sociais, e divulgando um comunicado com um pedido de desculpas. Comigo foi pela caixa de mensagens do Facebook. Reproduzo abaixo as declarações dele a fim de dar um fim à polêmica.

“A respeito do clima de polêmica a partir de minhas declarações sobre a musica, sobre os segmentos brasileiríssimos do sertanejo e pagode, devo esclarecer que tenho profundo respeito e admiração por carreiras construídas com sacrifício e muita luta. Nossa classe é admirável, não somos crápulas roubando a nação. Meninos talentosos e trabalhadores como Luan Santana, Michel Teló, Gusttavo Lima, Fernando e Sorocaba, Jorge e Mateus, Paula Fernandes e tantos outros ocupam um espaço que nos anos 80, na nossa mocidade, era dominado pelas musicas internacionais.

As festas populares, de agronegócio ou não, hoje em dia movimentam a juventude em torno de uma identidade nacional. Tudo isso é um cenário positivo, mostra um país que sabe escolher os gêneros que prefere. Tenho consciência suficiente para separar o joio do trigo e dar valor a quem tem. O que critiquei é o empobrecimento do NOSSO SETOR da musica, da MPB, do Pop, do Rock, que não tem mais os mesmos espaços e beira a falência. Isso é uma realidade e devemos acordar desse marasmo.

Tampouco jamais ousei diminuir o valor dos artistas do samba, do pagode, onde tenho grandes amigos e reconheço enormes talentos, de igual importância para o cenário de identidade cultural da juventude brasileira.

Todos sabem que há um clima de reclamação em todos os setores “descontentes” da musica nacional, com o declínio da VARIEDADE nos “dials” das rádios. Mas devo esclarecer que, quando éramos hegemônicos, quando Guilherme Arantes tocava sem parar em todas as rádios, também causou descontentamentos e reclamações. Também fui taxado de “chato” quando meu trabalho ocupava um espaço descomunal . Nem por isso guardei mágoas, e não foram mágoas nem recalques que me moveram a comentar o sucesso dessa garotada.

Sinceramente, torço por todos vocês, e para que a música de todos tenha as mesmas oportunidades de crescer, florescer, significar, que eu sempre tive no meio musical. Faço questão de continuar sendo querido e admirado por muitos segmentos e por muitas gerações. Uma prova são os comentários, demonstrando respeito e consideração.

Quanto a criticar o “clima de festa”, modestamente acho que acertei na mosca, e eu gostaria que essa moçada também desenvolvesse uma linguagem reflexiva sobre a vida, e fica aqui somente uma opinião de um “coroa” que poderia ser pai de toda essa galera, um conselho: vivam sim, a sua festa, mas saibam cultivar o seu mundo interior. Um dia todos casarão, terão filhos e netos, vão entender direitinho o que o “tio Guilherme” um dia quis dizer. Sucesso a todos ! Lugar ao sol para todos !

Guilherme Arantes”

35 comentários
  • Daniel Assis: (responder)
    3 de maio de 2013 às 20:22

    Um pedido de desculpas com um certo ar de arrogancia! kkkkk

  • Douglas Henrique: (responder)
    3 de maio de 2013 às 20:39

    Sinceramente, se eu fosse ele, nao retirava uma palavra do q eu disse e nem me retratava. Afinal, todo mundo tem direito a dar sua opinião. Se fosse o Lobão ou a Rita Lee, eles nao estavam nem ai pro que dissessem deles. Desculpe, mas nesse ponto ele foi fraco.

    • Antonia de Fatima Guion: (responder)
      4 de maio de 2013 às 09:22

      Desculpa Henrique,ele foi humilde.Eu também não retiraria qualquer palavra.Todos tem direito de expressar opiniões.Quem quiser aceita ou não.Penso que ele agiu corretamente porém,ele disse uma coisa certa.Que a juventude de hoje reflita muito o tempo que está vivendo pra não cometer erros graves no futuro.

  • Alex: (responder)
    3 de maio de 2013 às 20:44

    Muito foda!!!

  • Jaquisson: (responder)
    3 de maio de 2013 às 21:44

    Eu concordo em criticar o eterno “clima de festa” no sertanejo, se é que dar pra chamar uns 90% que fazem sucesso hoje de sertanejo!

  • Romario Victor: (responder)
    3 de maio de 2013 às 21:59

    Hahah. O cara queria um espaço na mídia, gente! Se deixar ele vai ficar replicando isso até morrer.
    Esse boçal perdeu o valor, a partir do momento em que não separou o artista do ser humano, fez criticas aos goianos com argumentos vazios e contraditórios. Esse indivíduo abre a boca pra falar da música sertaneja sem saber o que ela representa em alguns Estados e para as pessoas fãs do gênero.

  • Romario Victor: (responder)
    3 de maio de 2013 às 22:34

    Hahah. O cara queria um espaço na mídia, gente! Se deixar ele vai ficar replicando isso até morrer.
    Esse boçal perdeu o valor a partir do momento em que não separou o artista do ser humano, fez criticas a nós goianos com argumentos vazios e contraditórios. Esse indivíduo abre a boca para falar da música sertaneja sem saber o que ela representa em alguns Estados. E daí se as letras remetem as festas? Isso é música de jovem. não será com a mera preocupação de sei lá quem, que as pessoas vão mudar. Ao se referir a certos compositores com tanto saudosismo, ele deve ter se esquecido a causa da morte prematura deles e que a maioria das composições expressam o quão amarga eram suas vidas. A galera da MPB e do rock nacional deve se conformar, pois a tendência é aumentar o sucesso da nossa música sertaneja. Linguagem atual, artistas que sabem o que querem e ,em regra, muita humildade.
    E para não humilhar esse senhor, é melhor nem falar dos tarimbados artistas do meio.

  • Ana Magalhaes: (responder)
    4 de maio de 2013 às 06:56

    Achei que é apenas deu sua opinião como qualquer brasileiro que não gosta de pagode ou de sertanejo… ou ele não tem direito??? esses jovens de hoje só querem dançar quadradinho de 8… existe quadradinho de 8??? Ah pelo amor de Deus meus queridos… opinião é igual a **… que cada um tem o seu… GOSTEI GUILHERME… vc está respeitando sim eles claro todos tem o direito de ter um lugar ao sol… não achei tb que ele queria aparecer na mídia, acho que ele não precisa.. basta ele fazer um show em qualquer cidade que ele vai ver se ele não tem público… quem viveu a geração coca-cola não deixará nenhum desses músicos ao leu!!!! Pronto falei… minha opinião!!!

    • deco pires: (responder)
      4 de maio de 2013 às 10:16

      O moça, vc sabia que ele tá lançando um cd?

      Tem certeza que não queria aparecer mesmo?

  • Arthur Felipe Araujo: (responder)
    4 de maio de 2013 às 08:04

    O cara ta aí esquecido no tempo.. Tem que arrumar um jeito de aparecer na mídia né.. Porem cutucou onça com vaea curta!

  • Elisa Nascimento: (responder)
    4 de maio de 2013 às 10:05

    O Guilherme não tem necessidade de querer aparecer na mídia, ele estará sempre na mídia, pois suas canções são imortais!!!! Quanto às declarações, infelizmente essas pessoas que criticam o Guilherme nunca vão entender o que ele quis expressar, pois estão “bitolados” a um segmento musical, seja pagode, funk, sertanejo, arrocha, samba, axé e ao modismo ditado pelas rádios. O Guilherme enviou esse pedido de desculpas para esses “bitolados”, pois com certeza não souberam interpretar o conteúdo da declaração.
    Mas aqueles que curtem uma música de qualidade seja ela do samba, do sertanejo, do axé, esses sim entenderam o que o Guilherme quis expressar e não o criticaram, pois com certeza ouvem suas músicas e curtem a MPB também!

  • Fabio Roque: (responder)
    4 de maio de 2013 às 10:32

    Tá certo!

  • Leonardo Pereira: (responder)
    4 de maio de 2013 às 13:22

    Tio Guilherme? Esse cara ta de sacanagem ne?

  • Anônimo: (responder)
    4 de maio de 2013 às 13:24

    O GUILHERME SABE O QUE FALA….E EU CONCORDO COM ELE….NINGUEM MAIS AGUENTA ESSAS MUSIQUINHAS POBRE QUE SO DURA UM OU DOIS MESES NA MIDIA….ESSES “SERTANEJOS E PAGODEIROS”SO PENSAM EM DINHEIROS E NAO EM QUALIDADE……AS MUSICAS DE GUILHERME SAO VERDADEIRAS OBRA DE ARTE AO CONTTRARIO DESSAS MUSICAS POBRES DE PESSIMAS MELODIAS E SEM POESIA.

  • LUCAS VERCYLO: (responder)
    4 de maio de 2013 às 13:29

    o guilherme arantes sabe o que fala,e eu concordo com ele…ninguem aguenta mais essas musinquinhas pobre que so dura um ou dois meses na midia,”esses sertanejos e pagodeiros”so pensam em dinheiro e nao em qualidade….as musicas de guilherme sao verdadeiras obra de arte ao contrario dessas musicas pobre de pessimas melodias e poesia.

  • André Luis Machado: (responder)
    4 de maio de 2013 às 21:17

    Não era caso pra pedido de desculpas…quem leu as críticas entendeu a opinião do Guilherme, e mmuita gente, a maioria ficou do lado dele.

  • evandro: (responder)
    5 de maio de 2013 às 18:13

    e segue a eterna busca pela volta dos holofotes

  • Maye Sposato: (responder)
    14 de julho de 2013 às 16:39

    I simply want to tell you that I am very new to blogging and seriously loved this web-site. Most likely I’m likely to bookmark your blog post . You absolutely come with awesome articles and reviews. Thanks a lot for revealing your blog site.

  • the advantage: (responder)
    18 de julho de 2013 às 00:05

    I enjoy forgathering utile info, this post has got me even more info!

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.