10 jun 2010 | Reviews
I.U.O. Daniel – Raízes

Já se passou um bom tempo desde a morte do grande João Paulo, um dos melhores segundeiros que já passaram pela música sertaneja. E todo mundo é capaz de ver a diferença gritante entre o Daniel da dupla João Paulo & Daniel e o Daniel pós João Paulo. Este Daniel de hoje é muitíssimo parecido com o Daniel do primeiro disco solo de sua carreira. Depois que seu parceiro morreu, ele migrou de cantor sertanejo para cantor praticamente romântico apenas. Dava pra dizer que ele tinha mantido cerca de 40% apenas de suas características originais ou menos. Claro que vez ou outra ele deixava o lado essencialmente sertanejo falar mais alto, como na série “Meu Reino Encantado” e em faixas exparsas de alguns de seus discos, que lembravam as grandes canções de uma das duplas mais interessantes de todos os tempos.

Acontece que no ano de 2009 e no primeiro semestre de 2010, a carreira do Daniel se tornou mais ampla. O cantor agora é ator. E tem feito sucesso também com esse novo lado. Foi, sem dúvida, um dos destaques da novela “Paraíso”, além de ter participado de um filme que foi sucesso de público e, não por minha causa, de crítica. O filme “O Menino da Porteira”, de Jeremias Moreira, chegou a ficar na lista dos pré-selecionados para tentar uma vaga no Oscar. Agora ele tem espalhado por aí que quer atuar num papel urbano.

Além de ator, o cantor agora é também empresário de si mesmo. Numa estranhíssima briga com o Hamilton Régis Policastro, seu parceiro de negócios por mais de 20 anos, o terceiro homem da dupla João Paulo & Daniel, Daniel soltou um comunicado para a imprensa dizendo que assumiria a gerência da própria carreira, o que gerou até uma nota do Hamilton em resposta, que também foi divulgada em toda a imprensa.

Além de empresário de si mesmo, o cantor agora é também um pai de família. Recentemente casado e com uma filha recém nascida, Daniel saiu da vida de solteirão convicto que aparentemente levava. Apesar de nunca ter aparecido na mídia como um pegador profissional, ele nunca tinha sido casado e esta é, pelo que todos sabem, sua primeira e única filha.

Enfim, era “apenas” um cantor sertanejo romântico. Agora é cantor, ator, empresário, marido e pai. Apesar dessa mudança drástica na sua vida, no entanto, não dá pra dizer que seu trabalho se modificou no decorrer desses mais de dez anos de carreira solo. Seu show solo sempre foi um dos mais versáteis da música sertaneja. Mudando apenas o tema das apresentações a cada turnê, Daniel é um dos poucos artistas que arrisca algumas coreografias com o ballet, o que dá uma característica mais teatral ao espetáculo. É um espetáculo bem mais versátil e dinâmico que um simples show de música. E desde que ele se tornou artista solo é assim. Seu show é constante no que diz respeito à estrutura. As mudanças ficam em torno realmente do tema, como eu disse, e do repertório, que ano após ano é modificado para a inserção de músicas dos novos trabalhos.

O DVD “Raízes” nada mais é que a reprodução em DVD do show da última turnê do Daniel, acrescida de algumas canções inéditas e de elementos acústicos, que ainda não tinham sido utilizados por ele em seus discos de carreira (só nos projetos paralelos). O tema é uma coisa meio western, com características sulistas. O mais interessante desse formato acústico foi a utilização de instrumentos como rabeca, violino e violoncelo, dando às músicas consagradas de sua carreira um som ainda mais agradável.

Sobre a dinâmica dos seus shows, apesar da breguice que é utilizar ballet em um show, sua interação com o Daniel faz dele um dos únicos artistas sertanejos que sabem realmente utilizá-lo a seu favor. Sempre dançou junto, fez ceninhas com as bailarinas e tudo mais. Em algumas turnês rolava até beijo na boca de algumas das garotas. Essa característica continua no DVD “Raízes”, com trechos bem marcantes, como uma encenação de uma batalha western de dança no pout pourrie de “Eu me amarrei” com “Peão Apaixonado”, ou na brincadeira com uma das bailarinas no pout pourrie de “Dengo”, “Você não vale nada” e, pasmem, “Chora, me liga”.

Digo “pasmem” por conta do que representa a gravação de uma música de uma dupla “universitária” por um artista consagrado, ainda que só um trechinho. Fora essa, em mais uma demonstração de respeito ao trabalho de artistas de sucesso mais recente, Daniel gravou “Do outro lado do rádio”, de autoria do Victor Chaves e que fez parte do primeiro CD da dupla Victor & Leo.

As boas músicas da carreira do Daniel ganharam um aspecto realmente mais interessante com essa sonoridade acústica. Entre elas, “Declaração de Amor”, “Vida minha”, “Minha Estrela Perdida” e “Só o amor”, que ganhou a participação aqui do padre galã Fábio de Melo. Por falar em participações, o bom segundeiro e pai José Camilo participa de um pout pourrie de músicas de raiz já gravadas pela dupla João Paulo & Daniel.

Uma das melhores músicas do disco, no entanto, tinha tudo para terminar definitivamente como A música do DVD não fosse por um deslize amador do Daniel. Ele canta “Te amo cada vez mais”, da época da dupla, e a interpretação é das melhores possíveis, até o momento em que, antes do término da música, ele sai do palco sem mais nem menos para uma troca de roupa. isso tudo com a música rolando ainda. Poxa, é um DVD. Podia ter terminado a música e, depois, ter trocado de roupa. Para isso existe uma coisinha simples chamada “edição”.

Não preciso falar nada quanto à voz do Daniel, né. O cara é um dos bons representantes da tese que eu defendo de que não é preciso cantar alto para cantar bonito. Um dos melhores intérpretes da música sertaneja. Sua voz parece não sofrer abalo com o passar dos anos. Continua com a mesma qualidade. O grave indefectível é, aliás, a melhor de suas características. O ruim no caso de artistas mais clássicos como o Daniel é que o mal costume de insistir na utilização exagerada de backing vocals (que também é brega pra caramba) faz com que em algumas canções deixem de explorar essa voz que ele tem. Tem horas que o backing vocal praticamente cobre a voz do Daniel, o que, definitivamente, acaba estragando determinados trechos de músicas.

O que a gente sente junto aos fãs da extinta dupla João Paulo & Daniel é que 10 em cada 10 deles gostariam de ouvir o Daniel em algum projeto que explorasse mais as canções da sua fase “dupla”. Aliás, idéias de bons projetos com o Daniel costumam aflorar na minha cabeça com uma frequência impressionante. Um disco com a participação de amigos e somente com músicas menos exploradas pela dupla João Paulo & Daniel, mas que hoje em dia são clássicas, como “Não Precisa Perdão”, “Por que eu fui te amar assim”, “Malícia de Mulher”, “Só da você na minha vida” (que entrou no “Raízes”), “Alguém”, “A culpa é sua”, “Minha Estrela Perdida” (também no DVD) e outras, principalmente as que costumam ser regravadas pelos novos artistas sertanejos. Outro disco (talvez um DVD) apenas em voz e violão explorando canções clássicas de todos os segmentos, e aproveitando a competência do Daniel como intérprete. E o mais óbvio: um DVD do projeto “Meu Reino Encantado”.

Idéias de projetos à parte, “Raízes” é um DVD que resume bem a carreira solo do Daniel. Não foi tão ousado quanto a idéia original mas cumpre seu papel de resumir a carreira solo desse grande artista e dar o pontapé na sua nova fase 5 em 1, e estreando na nova gravadora “Som Livre”, que aliás está começando a ficar pequena pra tanta gente. O Daniel é um cara à prova de falhas, praticamente. É duro passar tantos anos sendo definitivamente a figura mais exemplar da música sertaneja, seja na postura profissional ou na pessoal, e continuar segurando essa bronca. O bom moço Daniel continua firme, apesar de agora só fazer shows em lugares mais sofisticados e coisa e tal. É um cara adorado, e não é à tôa. Sabe o que faz, e sempre faz com competência. Quem dera se todos na música sertaneja fossem tão profissionais quanto ele.

Nota: 8,5

18 comentários
  • Lovie Middough: (responder)
    14 de julho de 2013 às 14:14

    I simply want to mention I am just all new to blogs and actually enjoyed you’re web page. More than likely I’m planning to bookmark your blog . You certainly come with superb articles and reviews. With thanks for sharing your webpage.

  • Cruz Schoewe: (responder)
    17 de julho de 2013 às 01:10

    mw3 want aimbot and wallhack dude !

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.