27 ago 2010 | Reviews
I.U.O. Luiz Cláudio – Mistérios do Coração

Lembram quando eu ainda tinha receio de encontrar a dupla Luiz Cláudio & Giuliano depois que uma crítica minha sobre o disco deu o que falar? Pois vejam só como o mundo dá voltas. Hoje em dia, temos o cantor Luiz Cláudio como um dos nossos maiores parceiros. Estamos até sorteando uma máquina fotográfica aqui no Blognejo (clique no banner localizado logo acima do menu para participar do sorteio) juntamente com ele. E a proximidade do Blognejo com ele já é tamanha que ele pediu, depois que soube que eu tinha intenção de escrever um texto sobre seu disco novo, que eu o escrevesse sem levar em conta essa parceria. Deixou claro que gostaria que eu fosse exatamente a mesma pessoa que fui em todos os outros reviews: imparcial. Esclarecido esse ponto, podemos passar ao texto propriamente dito.

Um dos principais motivos para o fim da dupla Luiz Cláudio & Giuliano, segundo o próprio Luiz Cláudio, foi a necessidade que ele sentia de desenvolver seu próprio trabalho e de mostrar mais quem ele realmente era. Convenhamos que o disco “Ao Vivo na Balada” levou a dupla para um campo que nada tinha a ver com eles. Sendo assim, com o término da parceria de 18 anos, o Luiz Cláudio passou a ter total liberdade de mostrar aquilo que ele realmente era, e que despertou a admiração de tanta gente poderosa da música.

Não sei se vocês sabem, mas a história dele que é sem sombra de dúvida um dos melhores intérpretes da música sertaneja não se resume à dupla Luiz Cláudio & Giuliano. São alguns anos de carreira solo antes de formar a parceria. A música “Daniela”, que também está presente no novo disco, já tinha sido gravada no seu primeiro disco, lançado quando ele ainda tinha 15 anos. E entre interrupções e retomadas da dupla, ele trabalhou como backing vocal do grupo Só Pra Contrariar e da dupla Bruno & Marrone. E enquanto desenvolvia esse trabalho, aliás, foi responsável pela composição de alguns dos maiores sucessos de cada um desses artistas com os quais trabalhou. Para o grupo Só Pra Contrariar, compôs algumas das principais canções do único disco de samba e pagode que figura na seleta lista dos 10 discos nacionais mais vendidos da história. Para a dupla Bruno & Marrone, compôs canções como “Trânsito Parado”, “Te amar foi ilusão” e outras.

Diante desses dados, não dá pra duvidar que o cara tem talento. Já mencionei isso em outro texto, mas na região de Uberlândia ele é tido como uma referência para a grande maioria dos artistas. Boa parte das primeiras vozes de grande parte das duplas daqui se espelham no Luiz Cláudio no que diz respeito à capacidade vocal e ao talento. Restava saber se sozinho ele seria capaz de não deixar a peteca cair e manter o prestígio que conquistou no decorrer da carreira.

A julgar pelas parcerias fechadas nessa nova fase, fica meio evidente que o prestígio ainda está intacto. Alexandre Pires, que durante anos foi um entusiasta e incentivador ferrenho do trabalho do Luiz Cláudio, se tornou seu sócio nessa nova empreitada. Como bem salientou o próprio Luiz na nossa última conversa, hoje em dia é meio estranho falar da figura do “empresário”, afinal o que se vê são sociedades entre pessoas em prol do sucesso de um projeto. Cada um fica com uma porcentagem e pronto, mas isso é uma discussão para outro texto. Enfim, só o interesse de um dos maiores aristas do Brasil já demonstra que o trabalho do Luiz Claudio ainda tem o devido prestígio.

Sem a figura do Giuliano, muitos podem pensar que a parte de produção fica comprometida, já que o ex-parceiro do Luiz Cláudio era um excelente produtor sertanejo. Mas na falta do Giuliano, Luiz Claudio ainda conta com um Josué Godói e com o Tiago Carvalho. O primeiro é um cobiçado tecladista, respeitadíssimo. Cobiçado porque sei lá quantos artistas já tentaram “tirá-lo” do Luiz Cláudio.  Trabalhou com Regis Danese no recente disco que se tornou uma explosão nacional. Tiago Carvalho é um dos maiores acordeonistas e produtores da região do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e sul de Goiás. E 3 excelentes profissionais unidos em prol de manterem em alta o trabalho de um deles não é algo que se possa simplesmente deixar passar em branco.

A intenção evidente na produção do disco é apagar a má impressão deixada com o CD “Ao Vivo na Balada” e renovar o trabalho do Luiz Cláudio, sem perder as características que o tornaram conhecido: romantismo, sensibilidade e interpretação fodástica das canções. Claro que faz-se necessário um meio termo, no entanto. Por isso, foi selecionado um repertório bem versátil e equilibrado. Músicas com levada moderninha (“Mistérios do Coração”, “Parei na sua”, “Malícia de Mulher”, regravação da dupla João Paulo & Daniel), dançantes (“Você não soube me amar”, “Vai ter que ser amor”), um modão (“Vou ser mais eu”) e as românticas (“Amor de Fã”, “Bastou um dia”, “Desesperado” e “Moderação”). As outras músicas do repertório, junto com “Você não soube me amar”, são regravações de sucessos da sua carreira de cantor ou compositor. Destaque para as sempres excelentes “Mentes tão bem” e “Daniela”. A grande maioria das músicas do disco, aliás, são composições do próprio Luiz Cláudio.

A harmonia do disco remete ao CD “Dois apaixonados”, que favorecia muito a veia romântica do Luiz Cláudio. Isso por conta dos arranjos acústicos e da presença maciça do piano. Fora que é nas canções românticas que o Luiz Cláudio dá suas já conhecidas aulas de como cantar uma canção. Os “poréns” ficam por conta do uso excessivo dos backing vocals, também gravados pelo próprio. É que a voz do cara é tão poderosa e sempre tão marcante que colocar backing vocals seguindo a melodia pode até apagar um pouco o brilho da interpretação, como nos refrões das músicas “Bastou um dia” e “Desesperado”. A voz do Luiz Cláudio é do tipo que não precisa de complemento de backing vocals. Ela se basta sozinha. Dentre os arranjos do disco, destaque para os da música “Moderação” (composição do Alexandre Pires), bem diferentes do que se costuma ver e já numa veia pop romântica bem comum ao novo sertanejo. No mais, prevalece a força tradicional dos violões e do piano, exceto nas dançantes e na música “Malícia de Mulher”, onde é o acordeon que faz o trabalho pesado.

Como bom uberlandense, eu sou fã do Luiz Cláudio. Por aqui é difícil achar quem não o admire. O talento é indiscutível. O novo disco pode até não representar uma revolução. Mas o que o Luiz Cláudio precisa nesse momento é provar que ainda é capaz de, sozinho, manter o sucesso e prestígio que a dupla Luiz Cláudio & Giuliano conquistou durante toda a carreira. E essa função o disco cumpre com primor. Fora que é agradabilíssimo de ouvir. Promoções no Blognejo e parcerias à parte, eu defendo o projeto, porque realmente o considero muito bom.

Nota: 9,0

31 comentários
  • Herman Screnci: (responder)
    14 de julho de 2013 às 20:20

    I simply want to tell you that I’m beginner to blogging and site-building and definitely savored you’re website. More than likely I’m likely to bookmark your site . You surely come with fantastic articles. Thanks a lot for sharing with us your web page.

  • Veronika Broadfoot: (responder)
    17 de julho de 2013 às 07:08

    single and multi working perfectly for me! cheers Fury

  • find more info: (responder)
    17 de julho de 2013 às 19:21

    After checking out a handful of the blog articles on your blog, I honestly appreciate your technique of blogging. I book-marked it to my bookmark website list and will be checking back soon. Take a look at my website as well and let me know what you think.

  • i loved this: (responder)
    18 de julho de 2013 às 18:19

    After going over a number of the blog articles on your site, I truly like your way of blogging. I added it to my bookmark webpage list and will be checking back soon. Please check out my web site as well and let me know what you think.

  • link: (responder)
    20 de julho de 2013 às 00:07

    Having read this I thought it was rather enlightening. I appreciate you spending some time and effort to put this informative article together. I once again find myself personally spending a significant amount of time both reading and leaving comments. But so what, it was still worthwhile!

  • matematyka: (responder)
    26 de julho de 2013 às 04:09

    Forest rangers, or a forest police theme is the concern of helping forest survive and the stop of destruction. The inhabitants of these forests are of great though for everyone. How to take care of them while making sure outside forces do not destroy life is a main concern of environmentalists. Everyone can pull together to help keep Earth clean and avoid the destruction of everything living on her. Items such as crop rotations, soil leeching, destruction of fish, etc are some of the truths that will be learned. Environmentalists have a great desire and love for the living and make sure the living stay that way. Understanding Environment and environmental studies degrees helps put the needed personnel in position to make differences. Sophia Peters maintains a website on colleges and careers. Read more about Renewable Energy Training and Solar Energy Training on this comprehensive site.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.