05 abr 2010 | Reviews
I.U.O. Guilherme & Santiago – Tudo Tem Um Porquê

guilherme-santiago

Estranho como um nome de disco às vezes guarda sutilezas tão interessantes sobre o trabalho ao qual se refere. “Tudo tem um porquê” é o nome do mais recente trabalho da dupla Guilherme & Santiago. Dupla essa que não conta mais com a base conquistada num programa na TV aberta e nem mais com o respaldo de ser uma das 5 duplas mais requisitadas do segmento, como era há uns 3 anos atrás. Um novo trabalho, numa nova gravadora, e o mais estranho em se tratando de Guilherme & Santiago: um disco só com canções inéditas.

A surpresa do ano, sem dúvida, haja vista que Guilherme & Santiago praticamente ganharam, nos últimos anos, o título oficial de “dupla que mais regrava novatos”. Segundo comentários de bastidores, nem a própria dupla aguentava mais as piadinhas a respeito desse péssimo hábito que cultivaram por sei lá quantos anos. Já estava bem mais do que na hora deles tomarem a iniciativa de renovarem seus métodos. Pode-se dizer até que radicalizaram, se compararmos esse disco aos últimos da dupla.

Fora a minuciosa escolha de um repertório quase que 100% inédito, descolaram o produtor cujo trabalho ajudou a estourar no mínimo 70% dos novos artistas de renome: Pinnochio. Decisão acertada, já que a intenção clara era renovar o próprio trabalho. Exceto pelo fato de o Pinocchio estar se tornando um tanto repetitivo. Culpa da enorme quantidade de produções que coordenou nos últimos anos. Com a escolha do Pinnochio para a produção, ao invés de regravar os artistas novatos, a dupla resolveu transformar seu trabalho praticamente no de uma dupla nova.

Entendam. Até alguns anos atrás, a fórmula Guilherme & Santiago que ainda era seguida à margem das regravações consistia na gravação de canções românticas, daquelas até piegas, como “A,B,C,D,E”, “E pra sempre te amar”, “Som e Imagem” e outras. E eu creio que foi a falta de canções nessa linha que afastou uma parte do público cativo da dupla nos últimos anos. Ora, até um tempo atrás (cerca de 3 ou 4 anos), chegaram a disputar com Edson & Hudson e Bruno & Marrone um lugar no topo da música sertaneja. Hoje em dia, no entanto, disputam “pau a pau” espaço com cerca de 10 artistas com o mesmo nível de popularidade ou até mais. O novo disco traz inúmeras canções com a mesma batida característica das canções que seguem a cartilha “universitária”. O disco todo, aliás, segue mais ou menos o mesmo esquema seguido por Jorge & Mateus, Maria Cecília & Rodolfo e outros: baladinhas alternadas com batidões (forrós, vanerões, chamem como quiserem). Ou seja, o método popularizado nas produções do Pinocchio.

Como eu disse, entretanto, o trabalho do Pinnochio tem se mostrado um pouco repetitivo. Para fugir desse estigma, o próprio maestro utiliza métodos peculiares, como a utilização dos músicos das bandas dos respectivos “clientes” em cada trabalho. De certa forma, esse método de trabalho é amplamente válido, já que nada melhor que a própria banda do artista para deixar o trabalho o mais particular possível. No caso da dupla Guilherme & Santiago, percebem-se diferenças dos outros trabalhos do maestro principalmente na utilização de guitarra em algumas faixas e do teclado de uma forma mais evidente, principalmente nos timbres de piano em alguns arranjos.

Apesar dessa renovação mais escancarada, a dupla ainda foi fiel à fórmula apontada dois parágrafos acima em algumas poucas músicas. Canções como “Noites” e “O amor que eu sonhei” ainda remetem às canções mais comumente gravadas por eles em trabalhos anteriores. Aquelas com romantismo bem evidente e interpretações mais bonitas de se ouvir. Um pout pourrie de rancheiras da dupla Cezar & Paulinho, uma guarânia daquelas bem rasgadas além de uma regravação da música “Amizade Sincera” ainda ajudam a manter esse trabalho com os pés na base da música sertaneja de anos atrás.

Mas a característica mais marcante desse disco, sem dúvida, é a presença de musiquinhas chiclete, com refrões que, se bem trabalhados, pegam facilmente. Canções como “Tá se achando”, “Safada, Cachorra, Bandida”, “Êxtase do Amor”, “Me Leva” e “Que dá vontade, dá” são daquelas que realmente tem potencial para cair no gosto da galera. A música título do disco, “Tudo tem um porquê”, muito boa por sinal, segue a característica das boas canções da dupla Jorge & Mateus: letra forte, bem pensada e melodia agradável.

Sabidamente, escolheram a música “E Daí” como canção de trabalho. O sucesso desta música atualmente demonstra o quanto a escolha foi acertada. Ora, enquanto todo mundo lança baladinhas como músicas de trabalho, Guilherme & Santiago lançam um batidão de boa qualidade, com arranjo e refrão marcantes. Uma atitude que poderia ser imaginada como retrógrada se mostrou, a bem da verdade, ousada. A resposta veio com o bom respaldo do público com relação ao trabalho.

No aspecto visual, a dupla tenta inovar com um palco em formato de ferradura. Talvez em alusão ao local da gravação, já que Jaguariúna é hoje a cidade com o rodeio mais badalado do momento, tirando Barretos. Mas o foco deste disco não é o vídeo e sim o áudio. Isso ficou bem claro. Não se preocuparam tanto com o aspecto visual. Dedicaram-se mesmo às canções.

O disco “Tudo tem um Porquê” está sendo lançado pela Som Livre, que aliás está virando um lugar comum. Entrar nessa gravadora já não é a resposta para os problemas de mais ninguém. Ora, com taaaaaantos artistas de um mesmo segmento numa mesma gravadora, é inevitável que alguns deles sejam jogados para o fim da fila na preferências dos executivos. Ainda mais se a gravadora em questão está esquecendo quase todo mundo em nome de um único artista, no caso o Luan Santana.

No caso da dupla Guilherme & Santiago, trocar a Sony Music pela Som Livre foi o mesmo que trocar 6 por meia dúzia. A resposta para o futuro da dupla parece estar mesmo na figura do experiente empresário Hamilton Régis Policastro, que agora não tem mais no seu casting sua galinha dos ovos de ouro, Daniel, e precisa focar seu trabalho nos outros artistas de seu portifólio. Melhor para Guilherme & Santiago, que já gozam de um certo prestígio, maior pelo menos que o da dupla Hugo & Tiago, do mesmo escritório.

Renovar é preciso, ainda mais quando o trabalho já não demonstra o mesmo pique de antes. Agradar o novo público sertanejo é uma atitude mais que louvável, ainda mais quando os tiros disparados se demonstram certeiros. A música “E daí” é uma boa surpresa na lista das mais pedidas nos bares e nas festas. Prova de que a última cartada da dupla Guilherme & Santiago foi bem pensada. Renovar por que? Agradar um novo público por que? A resposta não é uma fórmula definida. Deve ser pensada por cada artista na sua própria esfera de trabalho. O que se conclui com esse disco, de verdade, é que no segmento sertanejo tudo tem meeeeesmo um porquê. Cabe a cada artista decobrir qual é.

Nota: 9,0

34 comentários
  • Minerva Sires: (responder)
    14 de julho de 2013 às 15:03

    I just want to tell you that I am very new to blogging and site-building and actually savored you’re web blog. Almost certainly I’m likely to bookmark your website . You actually have impressive article content. Regards for revealing your web page.

  • Brice Finwall: (responder)
    16 de julho de 2013 às 23:06

    my friend sent me this GTA V game, it works great, thank you fury very much

  • click this link now: (responder)
    18 de julho de 2013 às 00:12

    After I initially left a comment I appear to have clicked on the -Notify me when new comments are added- checkbox and from now on each time a comment is added I recieve four emails with the exact same comment. There has to be an easy method you can remove me from that service? Thank you!

  • lowest price: (responder)
    18 de julho de 2013 às 00:34

    Just wanna remark on few general things, The website design is perfect, the articles is really wonderful :D.

  • uk seo: (responder)
    18 de julho de 2013 às 12:23

    I want to to thank you for this great read!! I absolutely loved every little bit of it. I have you book-marked to look at new things you post…

  • seo companies uk: (responder)
    19 de julho de 2013 às 04:31

    Excellent post. I am dealing with many of these issues as well..

  • important site: (responder)
    19 de julho de 2013 às 21:40

    You are so cool! I do not believe I have read through a single thing like that before. So good to discover somebody with some unique thoughts on this topic. Really.. many thanks for starting this up. This website is something that is required on the internet, someone with some originality!

  • notariusz grodzińska: (responder)
    25 de julho de 2013 às 14:28

    great !

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.