01 jun 2010 | Reviews
I.U.O. João Bosco & Vinícius – Coração Apaixonou

joao-bosco-e-vinicius-coracao-apaixonou

O antes e o depois da dupla João Bosco & Vinícius formam um paradoxo interessante. No “antes”, temos uma dupla meio que “marginalizada”, com poucos amigos no meio e sem o apoio de uma grande gravadora. Eram os principais representantes de uma região até aquele momento não muito forte na música sertaneja. Só que de dois anos pra cá a música sertaneja sul-matogrossense explodiu. João Bosco & Vinícius já não eram os únicos representantes do estado em nível nacional. Alías, de únicos representantes da música sertaneja daquele estado eles pularam para o patamar de embaixadores. São, hoje, a dupla sertaneja mais reconhecida do Mato Grosso do Sul.

A coroação e consagração desse status alcançado, ou o “depois”, viria no ano passado, com o primeiro disco da dupla lançado pela Sony Music e a música “Chora, me liga”, que foi nada menos que a música nacional mais tocada no ano de 2009. De dupla “marginal”, eles se tornaram uma dupla digna de participações em programas de TV dos quais a maioria dos artistas sonham participar, como o “Caldeirão do Huck” e o “Casseta & Planeta” (vejam hoje à noite). Deixaram de ser apenas a dupla do Mato Grosso do Sul para se tornarem uma das 5 principais duplas do atual mercado da música sertaneja.

João Bosco & Vinícius se nacionalizaram de maneira definitiva, mas não deixaram o Mato Grosso do Sul de lado. Muito pelo contrário. Honrando o título de embaixadores, eles passaram a mostrar, trabalho após trabalho, que conseguem fazer música de alto nível sem precisar da ajuda de gente que não fosse do Mato Grosso do Sul. Fecharam uma panelinha que engloba alguns dos principais nomes da música sertaneja hoje em dia. Todos de alguma forma radicados em Campo Grande e região.

Para começar, a figura mais importante em se tratando de João Bosco & Vinícius: Euler Coelho, o empresário da dupla. De simples empresário, ele foi se consagrando um grande compositor. Criou alguns dos principais hits da dupla, entre eles o já clássico sucesso “Chora, me liga”. Até bem pouco tempo, se resumia a compor apenas para a dupla que empresaria, o que se mostrou um artifício muito válido para evitar que duplas com maior reconhecimento usurpassem algum possível sucesso.

Quem não se lembra do que ocorreu com a música “Magia & Mistério”? Ela caminhava para se tornar a música da carreira da dupla, até que uns certos Guilherme & Santiago dessem uma “barulhada” nos compositores da canção, arrancando o que poderia ter sido a única chance de estouro da carreira de João Bosco Vinícius. O fato de o compositor do principal hit da dupla ser nada menos que o próprio empresário facilitou na hora de dizer não para as dezenas de artistas que queriam regravá-la. Tudo bem que ele hoje está passando suas músicas pra mais gente, mas aquelas que ele julga realmente fodásticas ele toma o cuidado de guardar apenas para seus pupilos.

Depois do Euler, na escala de importância nessa fase da dupla, entra o produtor musical Dudu Borges. Uma das novidades trazidas pela dupla, e que com certeza ajudou ainda mais nesse processo de popularização nacional, foi a sonoridade diferenciada do trabalho. A bateria seca, o violão na cara, elementos que se tornaram regra nas produções de sucesso da nova música sertaneja. Tudo isso é mérito do Dudu Borges. Foi ele quem transformou isso em regra. A sonoridade é outra. Mais nova, moderna. João Bosco & Vinícius foram pioneiros nessa nova roupagem. E é ao Dudu que devem esse pioneirismo.

E o Dudu sabe se cercar do que de melhor a música sertaneja tem a oferecer. No baixo, “apenas” o Luis Gustavo, que trabalhou sei lá quantos anos com a dupla Chitãozinho & Xororó. No violão solo, “apenas” o Marco Abreu, que trabalhou sei lá quantos anos com a dupla Bruno & Marrone. É a sabedoria de um produtor excepcional, que mesmo implantando dia após dia mais e mais modernidade na música sertaneja, reconhece que não dá para simplesmente virar as costas para os grandes profissionais do segmento.

O DVD “Coração Apaixonou” é a representação definitiva dessa fase do “depois” na carreira da dupla. Antes do disco “Curtição”, eles haviam lançado um DVD, o “Acústico pelo Brasil”, que apesar da premissa interessante (gravação em várias cidades brasileiras) ainda trazia um certo ar de amadorismo, seja no excesso de regravações, ou na maquiagem carregada que a dupla usava, ou em coisas aparentemente sem importância. No novo disco, no entanto, o nível de profissionalismo atingiu o nível mais alto em toda a carreira da dupla.

Um cenário grandioso (Zé Carrratu), com um palco muito bem pensado em formato de coração em cujo interior se posicionaram os fã-clubes, um público gigantesco e uma qualidade altíssima na produção de vídeo. Cortesia do Ivan Miyazato… Er, mas hein? Ele de novo? E no vídeo? Como assim? Isso mesmo. Como bem disse o Sorocaba, o cara quer abraçar o mundo. Incrível como ele está em tooooooooodas, seja na produção, na captação do áudio, na direção musical e, agora, na direção do vídeo. E fazendo jus à ascendência japonesa, ou seja, fazendo tudo da melhor forma possível. A direção do Ivan não deixa a desejar em nada se comparada à direção dos já tradicionais Santiago Ferraz, Joana Mazzuchelli e Anselmo Trancoso. É incrível como o cara consegue ser ótimo em tudo o que se dispõe a fazer.

Um dos maiores acertos do disco “Curtição” tinha sido o repertório, excelente. No disco “Coração Apaixonou”, a dupla juntou os maiores sucessos daquele disco mais a música “Falando Sério” com algumas músicas inéditas. Dentre as inéditas, ao contrário do disco anterior, houve aparentemente uma cautela, uma pisada no freio no quesito inovação. A modernidade introduzida no disco “Curtição” (seja em arranjos inovadores como o da própria “Curtição” e músicas com uma pegada mais diferenciada como “Terremoto”) não foi observada no “Coração Apaixonou” de forma tão evidente. A música de trabalho, “Sem esse Coração”, é excelente e incrivelmente contemporânea, claro, mas as outras trazem uma característica meio retrô. A música “Aoo, Buteco”, por exemplo, lembra sutilmente as canções de bailão popularizadas por artistas como Rionegro & Solimões. Regravaram um grande sucesso da banda RPM, “A cruz e a espada”. As canções “2 anos”, “Sexto Sentido” e “Pedra e Porcelana”, apesar da pegada moderna e tudo mais, também trazem um pouco dessa atmosfera saudosista, por conta da letra mais melosa e tudo mais.

O disco “Coração Apaixonou” tenta, então, concretizar a modernização da música sertaneja, pela qual João Bosco & Vinícius também são amplamente responsáveis, mas ao mesmo tempo mostra respeito pelas influências trazidas pelas fases anteriores da música sertaneja. A participação do Leonardo na música “Deixaria tudo”, aliás, chega a ser emblemática. Mostra que, ao contrário do que outros fãs e artistas conservadores costumam bradar, os artistas veteranos sabem, sim, reconhecer a evolução do segmento. E os artistas jovens sabem, sim, mostrar respeito pela história da música sertaneja. “O que um velhinho que nem eu faz num DVD de dois caras estourados desses?”, brinca o Leonardo no making off do disco. São os ventos da mudança, Leonardo. E que fique provado aqui que você, ao contrário de alguns de seus A.M.I.G.O.S., sabe bem reconhecer que não dá para fechar os olhos para o futuro.

Nota: 9,0

9 comentários
  • Sam Foo: (responder)
    14 de julho de 2013 às 22:06

    I just want to mention I’m newbie to blogging and site-building and seriously loved your web-site. Likely I’m going to bookmark your site . You surely come with impressive stories. Bless you for revealing your website.

  • Angelika Sandersen: (responder)
    17 de julho de 2013 às 06:04

    I’d have to check with you here. Which is not something I usually do! I enjoy reading a post that will make people think. Also, thanks for allowing me to comment!

  • look at this website: (responder)
    17 de julho de 2013 às 23:05

    Very nice post. I absolutely appreciate this website. Continue the good work!

  • visit this web-site: (responder)
    17 de julho de 2013 às 23:59

    Thank you for the good writeup. It actually was a entertainment account it. Look complicated to more introduced agreeable from you! However, how could we communicate?

  • click this link here now: (responder)
    20 de julho de 2013 às 08:46

    This is a topic that’s near to my heart… Many thanks! Exactly where are your contact details though?

  • my vision optometry north vancouver: (responder)
    27 de julho de 2013 às 11:50

    I adore this blog layout ! How was it made? Its so nice.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.