11 mai 2010 | Reviews
I.U.O. Maria Cecília & Rodolfo – Ao Vivo 2

maria-cecilia-e-rodolfo2

Cartas na mesa. Pingos nos I’s. Tem horas que é preciso seguir algumas expressões populares para explicar coisas que até então pareciam inexplicáveis. No caso do texto de hoje, uma pergunta simples: para que lançar um novo CD pouco mais de 6 meses depois do lançamento de um DVD de grande porte? Maria Cecília & Rodolfo vinham trabalhando um disco deveras aguardado, o primeiro DVD Ao Vivo. Qual o motivo então para se lançar um novo disco, somente com canções inéditas, tão pouco tempo depois do lançamento do primeiro? E o novo CD, será que ficou à altura do DVD? Afinal, se a intenção é substituir o disco de trabalho pouco mais de 6 meses depois do lançamento, é necessário que o novo trabalho seja melhor que o primeiro, não?

O que houve de errado no DVD, afinal? No review, postado em setembro, depositei uma certa dose de esperança num bom trabalho. Acontece que as únicas músicas que realmente funcionaram foram as que já eram bastante tocadas antes mesmo do DVD. O disco em si não conseguiu trazer aquela novidade que todo mundo esperava. Serviu para “nacionalizar” a dupla apenas. Foi bem vendido e tudo (receberam disco de ouro no Faustão), mas não produziu um grande Hit. Durante o trabalho de divulgação, inclusive, tentaram produzir um hit paralelo. Era a canção “Se vira”, em parceria com o Latino. Mas o Hit meeeeesmo ainda não tinha acontecido.

Na verdade, aparentemente faltou à dupla seguir o caminho da via sacra televisiva e dos tradicionais meios de divulgação. Ora, se eram da Som Livre, era de se esperar que fizessem toda a via crúcis de Faustão, Gugu, Portiolli, Ana Hickman, Eliana, Ana Maria Braga, Sílvio Santos, Xuxa e o escambau. Acontece que não foi feito esse trabalho. Não da forma necessária. Isso até o lançamento da nova música de trabalho, “Os dias vão”, que nem faz parte do DVD. Agora a dupla tira o atraso. Está participando de tudo o que é programa de TV e até cavando uma vaguinha nas revistas de fofoca anunciando um namoro que até então era segredo. Atitude arriscada, afinal todo mundo sabe como funciona o namoro das celebridades. Se terminarem o relacionamento, será que conseguem fazer o profissionalismo prevalecer?

Sobre o novo disco, percebe-se que houve uma intenção de buscar um novo e próprio repertório, coisa que o DVD não trouxe. Somente canções inéditas, apesar do curto número de faixas (apenas 12, contando com a música “Se Vira”). A produção do Ivan Myiazatto ressalta o que muita gente tem observado: o Pinocchio ou anda em baixa ou está preferindo ficar de fora das novas produções de alguns de seus pupilos. O Ivan, no entanto, tem total competência para substituí-lo, quando é esse o caso. Neste novo disco da dupla Maria Cecília & Rodolfo, uma seleção de boas músicas (melhores que as do DVD, inclusive), com o trabalho facilitado para o produtor, já que praticamente tudo foi feito no estúdio. Muitos dos defeitos que foram observados no DVD, portanto, puderam ser evitados nesse novo disco.

A principal diferença está nas vozes da dupla, que nesse disco ficaram muito mais limpas e agradáveis que no DVD. Claro que por conta do trabalho feito de forma mais cuidadosa, tudo em estúdio, bonitinho, como deve ser. O repertório traz canções memoráveis. Mas parece que ainda existe essa dificuldade em se produzir um hit à altura de “Você de Volta”, qua catapultou a dupla e seu compositor Marco Aurélio ao sucesso. Não creio que nesse caso a dificuldade esteja na seleção de um bom repertório, mas sim de sorte, realmente. Afinal algumas das canções do novo disco chegam inclusive a superar as melhores canções do DVD. Destaque para as faixas “Profecia”, “Só passando pelo que passei”, “Presente de Deus” e “Estranho Love”.

O sangue novo na produção fortalece a tendência atual de uma elaboração mais detalhada de arranjos e de uma mixagem com instrumentos mais “na cara”. Atá bem pouco tempo atrás, a fórmula dos arranjos era simples: bastava copiar o refrão da música num solo de violão ou acordeon. Hoje em dia, no entanto, isso já está meio batido. Usar essa fórmula, aliás, mostra até uma certa preguiça do arranjador. Uma boa novidade do mercado o abandono dessa prática. Por mais simples que seja o arranjo de uma canção, é melhor mesmo deixá-lo com uma cara própria e não com a cara do refrão.

Sobre os intrumentos mais “na cara” (principalmente violão e bateria), o Ivan é um dos novos produtores que enxergaram a boa característica dessa prática, praticamente inaugurada nas produções do Dudu Borges. A música parece tocar até com mais força, mais potência, o que é ideal para sons de carro, festas de grande porte, enfim, para locais e eventos que possuem justamente o público alvo das duplas que têm utilizado esse artifício.

Não dá pra dizer que o DVD tenha sido um fracasso, muito pelo contrário. Mas se observa realmente uma preocupação da dupla em recuperar o atraso e tentar alcançar com um disco mais barato (mas com qualidade superior) o resultado que o DVD não conseguiu alcançar por completo. A julgar pelas recentes aparições da dupla na TV e preocupação em divulgar com frequência os bons resultados dos shows, o trabalho de divulgação enfim está se consolidando da forma correta. Antes, o que se via era uma busca por formas inusitadas de divulgação (placas em jogos de futebol e etc), o que não se mostrou tão frutífero quanto se esperava e quanto todo mundo achava que fosse se mostrar. Apesar da evidente modernização do segmento, temos que dar o braço a torcer e reconhecer que os métodos de divulgação necessários ainda são os mesmos, por mais pré-históricos que sejam. Resta apenas achar uma música tão impactante e grudenta quanto “Você de Volta”, o que é mais difícil do que parece.

Nota: 8,5

13 comentários
  • Allyn Melone: (responder)
    14 de julho de 2013 às 20:22

    I simply want to mention I am just newbie to blogs and seriously savored this web-site. More than likely I’m planning to bookmark your website . You definitely have fabulous posts. Cheers for sharing with us your website page.

  • Harvey Purdom: (responder)
    17 de julho de 2013 às 03:34

    I’d have to check with you here. Which is not something I usually do! I enjoy reading a post that will make people think. Also, thanks for allowing me to comment!

  • look here: (responder)
    17 de julho de 2013 às 21:48

    After checking out a few of the blog posts on your site, I truly appreciate your way of writing a blog. I added it to my bookmark website list and will be checking back in the near future. Take a look at my web site too and let me know your opinion.

  • uk seo reviews: (responder)
    19 de julho de 2013 às 04:45

    I like it when people come together and share views. Great website, continue the good work!

  • pop over here: (responder)
    19 de julho de 2013 às 12:33

    This site was… how do you say it? Relevant!! Finally I’ve found something which helped me. Thanks a lot!

  • notariusz grodzińska: (responder)
    25 de julho de 2013 às 14:19

    great !

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.