12 fev 2008 | Lançamentos
João Bosco e Vinícius – Acústico pelo Brasil

João Bosco e Vinícius são uma dupla inovadora. Sempre trouxeram novidades para a boa e velha música sertaneja. Foram eles os precursores do sertanejo universitário, conforme bem demonstra reportagem da revista Veja do dia 06/02 (ler complemento abaixo). Agora, JB e V mais uma vez demonstram ter capacidade de sempre trazer algo novo. É a primeira vez na história que um DVD Sertanejo é gravado em cinco cidades diferentes. Muito legal essa iniciativa de demonstrar a amplitude do alcance da música sertaneja, ainda que as cinco cidades se situem nas regiões, Sudeste, Sul e Centro-oeste apenas.

A produção do DVD, no entanto, foi regular. Normal como todos os outros. O diferencial foi mesmo a realização da gravação em vários locais. Fora a presença de palco da dupla, que é muito acima da média com relação às outras duplas do Brasil.

Nota: 8,0

Complemento:

A Veja do dia 06/02 trouxe uma reportagem sobre a música sertaneja universitária. Qual a importância disso? Bom, apesar dos quase quatro anos de atraso, enfim a revista de circulação semanal de abrangência nacional traz alguma consideração acerca do fenômeno universitário na música sertaneja. Os pontos negativos? Como era de se esperar, os pobres repórteres coitados que muito provavelmente passam metade do tempo preocupados com o próprio umbigo não sabem ao certo de nem 10% do que falam. O título da reportagem é “As Raves do Jeca Tatu”. Tudo bem chamar cantor sertanejo de caipira – todos são na essência – mas desde que se faça com respeito. Além disso, segundo o repórter, que provavelmente não ouviu um CD sequer de nenhum dos cantores citados na reportagem, o principal diferencial da música sertaneja universitária é a utilização de “guitarras barulhentas”. Pois bem, não tenho lembrança de nenhum CD de qualquer dupla universitária que tenha usado amplamente uma “guitarra barulhenta”. Que eu saiba, essa é uma característica da música sertaneja de 15 a 20 anos atrás. A moda hoje em dia são os violões, utilizados à exaustão. As guitarras ficaram pra trás. Hoje em dia, elas são utilizadas em larga escala apenas por Bruno & Marrone, Edson & Hudson, enfim, duplas que fogem da característica de “universitários”.
Caro repórter, antes de falar do que não conhece, por favor estude o assunto. Não faz mal passar a conhecer algo antes de falar sobre tal.

11 comentários
  • Marine Schilk: (responder)
    14 de julho de 2013 às 19:26

    I just want to say I am just newbie to blogging and site-building and truly enjoyed this web page. Probably I’m planning to bookmark your blog post . You amazingly have fabulous posts. Thanks for sharing with us your webpage.

  • Maxine Boothroyd: (responder)
    17 de julho de 2013 às 09:32

    Can I just say what a relief to find someone who actually knows what theyre talking about on the internet. You definitely know how to bring an issue to light and make it important. More people need to read this and understand this side of the story. I cant believe youre not more popular because you definitely have the gift.

  • watch this video: (responder)
    18 de julho de 2013 às 00:33

    I have been absent for a while, but now I remember why I used to love this site. Thank you, I’ll try and check back more often. How frequently you update your website?

  • rate us: (responder)
    18 de julho de 2013 às 01:19

    When are you going to post again? You really inform me!

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.