01 set 2008 | Lançamentos
JOÃO NETO E FREDERICO – AO VIVO EM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
O novo CD e DVD da dupla João Neto & Frederico já foi lançado há algumas semanas, mas apenas agora consegui ter tempo de analisá-lo pra falar um pouco sobre ele. Com certeza, todo mundo já ouviu aquele ditado: “em time que está ganhando não se mexe”. Pois bem. Esse novo trabalho de João Neto e Frederico é a materialização desse dito popular. Por quê? Ora, a equipe por trás do trabalho de produção e por trás da composição das canções é praticamente a mesma do primeiro CD. Ou seja, este CD e DVD tem o claro objetivo de promover uma continuidade no trabalho de sucesso que a dupla desenvolveu de dois anos pra cá.

Pra começar, falemos sobre a produção do CD. O encargo ficou novamente nas mãos da dupla Guilherme Bicalho e Giovani Fernandes, donos do Studio Melody, de Goiânia. Na verdade, muitos artistas goianos têm procurado esses dois para a produção de trabalhos no segmento universitário. Foi assim com a dupla Henrique & Hernane e com João Neto & Frederico no primeiro DVD. A produção executiva (leia-se “dinheiro”) ficou a cargo do empresário da dupla, Wander Oliveira e, surpresa, de Maurício Dalil, o Mojiquinha, dono (ou filho do dono, sei lá) da Power Promoções, e empresário da dupla Chrystian & Ralf. Gente boníssima o Maurício. Eu já tive o imenso prazer de conhecê-lo.

Sobre o repertório do CD, as únicas regravações presentes são as do próprio repertório da dupla, como “Pega Fogo Cabaré”, “Só de Você”, “Filme de amor”, “Pra dizer adeus”, “Galera do Boteco” e outas, e um poutpourrie de modões. Tem também uma regravação da canção “Vou te procurar”, do grupo “Os Travessos”, desenterrada do fundo do baú. As outras canções, todas inéditas, são de compositores em alta desde o último trabalho da dupla, como Jairo Góes, Rivanil, Éverton Matos, Alessandro Lobo e outros. Chama a atenção também a presença de composições do cantor Franco Levine, o roqueiro mais sertanejo de que se tem notícia. Ele assina duas canções do disco, inclusive a música de trabalho, “Difícil”. Pra quem não sabe quem é, ele é o cara que canta aquela canção da dupla Henrique & Hernane, “Por ti”, junto com os dois, com a voz rouca marcante.

Sobre o estilo adotado no CD, tomou-se o cuidado de se aproveitar as qualidades advindas do último trabalho, como refrões marcantes. Praticamente todas as canções dançantes tentam “implantar” novos bordões (“Aqui não, Pica-pau”, “Pede pra sair”, “Detonou”), como aconteceu com “Pega Fogo Cabaré”. Já as canções românticas têm letras cuidadosamente bem concebidas e melodias semelhantes às do último CD.

A produção contou, é claro, com alguns recursos já manjados. Quem gravou os acordeons, por exemplo, não foi o cara que aparece tocando. Alguns sanfoneiros participaram da gravação, mas apenas do áudio, como por exemplo o Amim Braga e o Marcelo Voninho, citados no Top Five da semana passada. O Amim já é parceiro do Studio Melody. O mesmo aconteceu com teclado e guitarra. Pelo menos foi isso que os créditos deixaram transparecer.

Isso, no entanto, não tira o mérito desse trabalho. Reforçando várias coisas que eu já disse a respeito, o CD e DVD seguem a tendência do momento: valorizar músicas próprias, ainda que não compostas pela dupla. A EMI, mais uma vez, distribui o trabalho em todo o Brasil e demonstra que está acreditando em todo o talento da dupla João Neto & Frederico e equipe, já que aparentemente não interferiu nem um pouco na produção.

João Neto & Frederico são hoje os reais embaixadores da música goiana, porque são prata da casa. Ainda que o trabalho tenha sido gravado em São Paulo, o que demonstra uma intenção de expansão a nível nacional, o que já está acontecendo desde o ano passado, eles valorizam suas origens, haja vista a grande quantidade de nomes do universo da música sertaneja goiana na produção deste trabalho. Parabéns aos dois e espero que as apostas da EMI se concretizem para a dupla.

Nota: 8,0

2 comentários

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.