25 fev 2009 | Lançamentos
João Pedro & Cristiano

Tem sido comum aqui no blog a postagem de reviews antes do lançamento oficial dos discos. A explicação para esse fato é simples. Várias duplas e artistas tem “permitido” o vazamento de seus discos para sites de download antes do respectivo lançamento. E como eu tenho acesso à maioria dos trabalhos apenas através desses sites, acabo sendo compelido a escrever os reviews antes que os discos sejam lançados oficialmente. Às vezes é bom, às vezes não. Em casos como o fatídico review do CD Ao Vivo na Balada, da dupla Luiz Cláudio & Giuliano, fui acusado de promover uma sórdida campanha de difamação do CD antes mesmo de seu lançamento. Pfffff!!! Em outros casos, no entanto, o review acaba se revelando um espelho da reação do público a um futuro lançamento.

Esse também é um dos motivos para, às vezes, os reviews ficarem meio incompletos. É que como o disco não foi lançado, acabo tendo poucas informações a respeito. E não tenho a cara-de-pau de entrar em contato com os artistas para pedir informações sobre o trabalho, a fim de não comprometer a imparcialidade do review. Esse novo disco da dupla João Pedro & Cristiano, aparentemente, também não foi lançado oficialmente por nenhum selo (ainda). Mesmo assim, vamos aos comentários acerca do trabalho.

O nome João Pedro & Cristiano é desconhecido de boa parte do público sertanejo. Por muito tempo fizeram parte do chamado “Clube da Viola”, de Ribeirão Preto. Durante 5 anos eles lançaram suas canções por meio destas coletâneas, que ajudaram muita gente a fazer sucesso. Tudo porque o “Clube” não se resumia a um disco ou outro que era lançado, mas também porque eles saíam em turnê, fazendo shows. Todas, ou senão a maioria das duplas envolvidas no projeto participaram, vez ou outra, dessas turnês. Dessa turma, vieram duplas como Guilherme & Gustavo, Maurício & Marcelo, Rob & Roger, Fred & Pedrito e os próprios João Pedro & Cristiano. Dessa época vem o maior sucesso da carreira deles, “Vida Cigana”.

Neste novo CD, algumas coisas mudaram. Eles vêm de um DVD que, infelizmente, não rendeu o esperado. Mesmo assim, um certo escritório resolveu acolher a carreira da dupla. Trata-se da Talismã Produções, que cuida das carreiras do Leonardo, Eduardo Costa e da dupla Pedro & Tiago. Até que ponto isso é bom para a dupla João Pedro & Cristiano? Creio que esta talvez seja a melhor chance que eles tiveram até hoje de alcançar definitivamente um lugar de destaque. Quem conhece de música sertaneja sabe que os caras são bons de verdade. Talvez tenha sido por isso que a Talismã resolveu incluí-los no casting.

Sobre o disco, trata-se de um trabalho normal. Nada muito surpreendente. Na verdade, tenho a impressão que o estilo muitas vezes inovador da dupla tenha sido suprimido para ficar mais com a cara dos artistas da Talismã. Expliquemos. Em outras épocas, a dupla gostava de lançar trabalhos ligeiramente diferentes dos outros trabalhos do mercado. A música “Vida Cigana”, por exemplo, era uma canção muito diferente de tudo o que já havia aparecido no segmento, pelo simples fato de ela não ter um refrão marcante e ainda assim ter feito sucesso. Ou também a inusitada canção “Pé direito, pé esquerdo”, uma música country que ficava tentando a todo tempo ensinar a coreografia. Tudo na batida característica da música coutry, mas com a voz diferente e marcante da dupla.

Neste novo disco, no entanto, as músicas são todas comuns, no estilo anos 90 característico dos artistas da Talismã. Mas o fato é que esses artistas tem se dado bem com essa levada, essa releitura do estilo. Basta ver o caso do Eduardo Costa, que se popularizou como o mantenedor do jeito anos 90 de cantar. No caso de João Pedro & Cristiano, esse estilo está perceptível principalmente nas letras das músicas. Todas bem melosas, românticas. Nos arranjos e aplicação dos intrumentos das músicas o mercado, no entanto, falou mais alto. Tudo muito acústico, com violões em profusão, e somente algumas guitarras, mas nada muito exagerado. Senti falta de um acordeon em algumas das canções. O instrumento passou totalmente despercebido no disco (só entrou na última canção), o que é bem incomum na música sertaneja hoje. E até cabia em algumas canções. Provavelmente tenha sido por influência até do Leonardo (dono da Talismã), que nunca foi muito fã de sanfona.

Sobre as canções, algumas bem agradáveis, como “Entre a raiva e a saudade”, “Caminhoneiro” (há muitos anos eu não via uma dupla gravando uma canção inédita em homenagem aos caminhoneiros) e “Prova de Fogo”. Entre as regravações, “Só eu sei” (Rionegro & Solimões), “Culpados” (Adalberto & Adriano), “Por você” (Ataíde & Alexandre). Essa música, “Por você”, é composição do trio goiano (Jairo Góes, Rivanil e Ewerton Mattos), mestres das canções universitárias. Por isso seria de se esperar uma batida bem universitária, assim como fez a dupla Ataíde & Alexandre quando gravou a música no CD “Portas e Janelas”. No entanto, João Pedro & Cristiano resolveram gravá-la de um jeito beeeeeem retrô. Sobre a regravação de “Culpados”, uma surpresa: a participação de Leonardo. Na verdade, ele tem participado de todos os discos dos contratados da Talismã, talvez para dar um pontapé inicial.

Não que esse “retrocesso” no estilo seja ruim para a dupla. Creio, como eu disse, que foi uma forma que eles acharam de se adequar às exigências da produtora. Porque o mais comum aos contratados da “Talismã” é a assinatura de um contrato com a Universal. E não creio que eles seriam bobos de não atender as possíveis exigências quando o que está em jogo é um contrato com uma das maiores gravadoras da atualidade. Se for pra levar João Pedro & Cristiano definitivamente para o status que eles merecem, tá valendo.

Nota: 7,5

2 comentários

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.