11 fev 2010 | Lançamentos
Livro de fã de Victor & Leo é vetado pela Sony Music

victor-e-leo

O jovem Sarom de Oliveira Durães passou dois anos escrevendo um livro baseado na canção “Deus e eu no sertão”. Num encontro com a dupla Victor & Leo, o fã pôde realizar um dos sonhos que era mostrar uma cópia do esboço aos dois cantores. Alertado pelo Victor sobre a necessidade de liberação da gravadora para a publicação da obra, Sarom acabou sendo impedido pela Sony Music de publicar seu trabalho. Cliquem AQUI para ler a notícia na íntegra ou leiam abaixo um trecho do livro:

“… Ele parou, deitou-se no chão enquanto o clima ia se acalmando e seus pensamentos voltavam para o lugar. Foi quando João começou a pensar na vida, nos erros que já havia cometido, e fechou os olhos por alguns segundos, ouvindo o barulho das árvores balançando com o fim da tarde… Mas ao abrir os olhos, nem acreditou…

Estava de frente a uma das imagens mais lindas que ele já tinha visto em sua vida, o pôr-do-sol. O barulho do balanço das árvores fazia parecer que estavam comemorando aquilo tudo, quando ele se lembrou do primeiro dia do ano, de uma imagem semelhante àquela que estava vendo agora, o nascer do sol, e descobriu que esse já não havia sido apenas um sonho. Era verdade mesmo. Era lindo e inexplicável… João, com os olhos cheios de lágrimas, só olhava, sem pensar em nada. Era como se, em questão de segundos, tudo tivesse sido apagado de sua memória. Por mais que fosse só por aquele momento, ele não queria saber de nada, não queria pensar em nada, queria apenas contemplar aquele momento, que ele já havia visto milhares de vezes, mas nunca tivera realmente sentido, o verdadeiro significado daquilo tudo…

Um simples pôr-do-sol, que mudou tudo na vida de João. Que o fez entender o verdadeiro significado da simplicidade da vida… O pôr-do-sol que apagou tudo de sua memória: trabalho, tristezas, drogas, desilusões, mentira, enfim, a parte ruim de seu passado. E ao perceber que seu coração havia sido tocado pela simplicidade, João viu que poderia levar sua vida de outra forma, mais simples, e muito feliz. Ele viu que muitas vezes a gente não se dá conta de que a felicidade está bem na nossa frente, basta apenas aceitá-la. Ele viu que a felicidade não estava no dinheiro, não estava nas mansões, muito menos nas drogas. Ele viu que a felicidade estava na palavra que mudou sua vida, e que também poderia mudar a vida de todas as pessoas: a simplicidade…”

3 comentários
  • Donella Rothwell: (responder)
    14 de julho de 2013 às 18:58

    I just want to mention I’m beginner to blogging and definitely enjoyed you’re blog site. Very likely I’m going to bookmark your website . You actually have exceptional article content. Thanks a lot for sharing with us your webpage.

  • More hints: (responder)
    17 de julho de 2013 às 20:36

    You’ve made some decent points there. I checked on the internet to find out more about the issue and found most individuals will go along with your views on this web site.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.