25 nov 2008 | Lançamentos
Marcos & Belutti – Ao Vivo

Essa semana eu não indiquei nenhum novo artista ou dupla. Essa história do fim da dupla Edson & Hudson me deixou meio zureta das idéias (sério, não é sarcasmo não). Semana que vem prometo que volto com as tradicionais indicações.

Eu estava querendo postar o review de hoje desde que ouvi o trabalho dessa dupla pela primeira vez, mas ainda não tinha assistido o DVD. Recebi o DVD enviado pelo pessoal da EBA Shows somente na semana passada.. No dia seguinte, surgiu a notícia da separação da dupla Edson & Hudson. Foi oportuno, já que esse DVD ilustra indiretamente todo esse processo de afastamento entre os dois. Antes de falar sobre ele, vou explicar todas essas coisas que estou dizendo.

De um tempo pra cá, Edson & Hudson foram gradativamente partindo pra lados diferentes. Quando a dupla surgiu para o Brasil, os dois compunham juntos e tudo mais. De repente o Edson começou a compor com o Bruno, o Felipe, sozinho, etc. O mesmo aconteceu com o Hudson, que também passou a ser reconhecido por um público alheio à música sertaneja. Tanto que ele acabou virando referência como guitarrista, não só no nosso segmento, passando até a figurar em frequentes listas de “melhores guitarristas do Brasil”. Os dois, que até tempos atrás eram “párias”, passaram a fazer parte das panelinhas. O Edson se enturmou com o pessoal do Bruno (Felipe, Vinícius, Luiz Claudio & Giuliano, Pedro Paulo, etc…) e o Hudson com o pessoal do rock (Banda Dr. Syn, Andreas Kisser, etc.). O primeiro passou a se dedicar a produções e à consequente ajuda a outras duplas e artistas. O segundo passou a se dedicar ao trabalho como instrumentista.

O Edson tentava manter o Hudson consigo, mas o guitarrista acabou se desvencilhando do irmão. Ficou claro que o “culpado” dessa separação foi o Hudson. O Edson sempre fez questão de trazer um pouco do trabalho do irmão em todas as suas incursões na produção ou auxílio a outros artistas. Basta ver a quantidade de composições do Hudson nos novos trabalhos de Felipe & Falcão (que o Edson produziu) ou até de seus filhos, Vitor & Vitória. Esse DVD da dupla Marcos & Belutti é mais uma dessas incursões do Edson (junto com o Bruno) no auxílio a outras duplas. E, comprovando essa vontade dele de manter o irmão por perto, colocou uma das mais belas músicas que o Hudson já fez na vida, “Frio da Madrugada”, como faixa de abertura. Mesmo assim, o Hudson quis seguir seu caminho, longe do irmão, culminando no anúncio feito essa semana.

Com esse afastamento do irmão, o Edson se viu, provavelmente, compelido a se dedicar de corpo e alma no que se propôs a fazer. Em parceria com o Bruno e com o empresário Amauri, criou a EBA Shows, empresa que se dedicaria a investir em novos talentos. A idéia inicial provavelmente foi do Bruno, já que ele sempre foi um dos maiores incentivadores de novas e talentosas duplas. Ele já tinha ajudado (e ajuda) diretamente gente como Luiz Cláudio & Giuliano (que estão firmes e fortes)e Tony & Cauã (que acabaram não vingando). Faltava essa força do Edson pra levar a empresa pra frente. E a dedicação do Amauri, já que os outros dois tinham que se preocupar também com suas próprias carreiras.

Criou-se um projeto de crescimento para uma dupla sertaneja. Faltava só a dupla. Acontece que o Vinícius, um dos mais incríveis produtores da nova geração, conhecia dois caras que tinham acabado de formar parceria e que poderiam se encaixar nesse esquemão da EBA Shows. Eram Marcos & Belutti. O Marcos já tem uma carreira como compositor. Ambos já trabalhavam com música, mas tinham formado a dupla apenas um mês antes do contato do Bruno. Chega a ser difícil acreditar que os caras deram uma sorte dessas com apenas um mês de dupla.

Seria, inclusive, injusto se um dupla sem talento entrasse nesse esquema. Mas parece que o pessoal da EBA Shows não está pra brincadeira. O contato do Bruno só aconteceu porque ele já conhecia um pouco o trabalho do Belutti. Logo de cara decidiram pela gravação do DVD. Mas não podia ser um DVD qualquer. Tinha que ser O DVD. Serviria para mostrar pra todo mundo que a EBA Shows tinha chegado pra arrebentar a boca do balão. E não adianta nem torcer o nariz e dizer que os caras não merecem estar ali. Marcos & Belutti são incrivelmente talentosos. A voz do Belutti é uma das mais belas vozes que eu já ouvi na música sertaneja. Não estou brincando. O cara canta demais.

O Edson e o Bruno parecem ter tomado o cuidado de revelar uma dupla que sintetizaria todas as qualidades deles próprios. Não exagero ao dizer que o Belutti se assemelha vocalmente tanto com o Edson quanto com o Bruno. É como ouvir uma sutil mistura das duas vozes. E o Marcos, como segundeiro, é incrivelmente preciso, afinal não é fácil cantar em dueto com um cara tão bom quanto o Belutti.

Como se não bastasse o incrível talento da dupla (que nem parece ter sido formada tão recentemente), a produção do DVD beira a perfeição. Ficou a cargo do Vinícius (filho do Felipe e da Fátima Leão), que tem se mostrado um dos produtores de gosto mais refinado na música sertaneja contemporânea, definitivamente consagrando-se um dos melhores com esse trabalho. Seguindo a proposta do Edson e do Bruno, optou-se por fazer um dos discos que mais ilustram o formato “acústico” em toda a história do termo. Fora os instrumentos tradicionais (exceto bateria, que não existe nesse DVD), foram amplamente utilizados instrumentos como violinos e violoncelos, dando-se um toque mais erudito e orquestral ao disco. Mesmo sendo arriscado pra uma dupla desconhecida, escolheram músicas predominantemente inéditas, compostas ou pela própria dupla ou pelos idealizadores do projeto (Edson e Bruno) e seus “chegados”, e que foram cuidadosamente escolhidas de acordo com a profundidade e romantismo das letras. Algumas das mais belas composições do Bruno estão nesse DVD. Destaque para as músicas “Seu brinquedo quebrou” e “Tentação Cruel” (essa é da Fátima Leão), que ganharam versões absurdamente incríveis nesse DVD. Fora as canções “Frio da Madrugada”, “Sete Sentidos”, “Finge que me ama, finjo que acredito”, que são pérolas à parte. Incrível de verdade a qualidade e o bom gosto das letras e melodias das músicas desse disco.

Marcos & Belutti tiveram sem dúvida a melhor estréia de uma dupla em toda a história da música sertaneja. Não podemos afirmar se vai fazer sucesso. Merecer, merecem e muito. Mesmo assim, pra não correr riscos, incluíram duas baladinhas universitárias (!?!) no CD , que fogem totalmente à proposta do DVD, mas que servem como instrumento para atrair a atenção do público. Uma delas é a balada “Você não merece” (nas vozes de Maria Cecília & Rodolfo ela é cantada com o nome de “Mato e Morro por Você), que está sendo trabalhada nas rádios. Porque mesmo Edson e Bruno sabem que o povão não quer saber se um DVD é de bom gosto ou não. A proposta pode ser bem diferente da proposta da maioria das duplas, mas a vontade de fazer sucesso é a mesma.

Quando eu ouvi o trabalho pela primeira vez, mesmo já sabendo que se tratava de um projeto do Bruno e do Edson, só me veio uma expressão na cabeça: PUTA QUE PARIU COMO É BOM (perdão aos puritanos). Eu ouço quase que diariamente desde então. Não consigo entender como o Edson e o Bruno encabeçam uma produção tão incrível como essa, mas não fazem o mesmo consigo próprios. Pra mim, o caráter independente deste trabalho é que permitiu tal feito. Quem dera eu pudesse ouvir um disco do Bruno & Marrone ou do Edson & Hudson feito da mesma forma. Quem sabe um dia. Talvez com Bruno & Marrone, porque com Edson & Hudson…

Nota: 10

3 comentários
  • Lavera Ianuzzi: (responder)
    14 de julho de 2013 às 14:53

    I just want to say I am newbie to blogging and site-building and actually loved your page. Probably I’m planning to bookmark your blog post . You amazingly come with fantastic article content. Regards for sharing with us your website.

  • sneak a peek at this website: (responder)
    18 de julho de 2013 às 00:33

    Hi there, I found your blog by means of Google even as looking for a comparable matter, your website came up, it appears good. I’ve bookmarked it in my google bookmarks.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.