23 nov 2012 | Notícias
Música sertaneja de “passarela”: um novo nicho de mercado?

Tudo bem que durante toda a história da música sertaneja, principalmente de uns 25 anos pra cá, alguns cantores conquistaram sim a atenção do público feminino não só por conta das músicas. Acontece que também é verdade que a música sertaneja nunca foi lá um indicativo de artistas dotados de um padrão de beleza respeitável. Um dos principais ” musos” sertanejos dos últimos 25 anos, o Zezé di Camargo, sequer gostava de ser fotografado sem camisa porque não se achava tão bonito assim. E se levarmos em conta o padrão ditado pela moda de uma forma geral, temos de concordar que ele realmente não seguia muito essa linha. Se considerarmos então a ala feminina da música sertaneja, aí sim é que não tínhamos quase nenhum exemplo de “musa”.

Mas desde que a música sertaneja se tornou a nova vedete da juventude brasileira, de uns 5 anos pra cá, o segmento passou a chamar a atenção da mídia. E na medida em que a música sertaneja se tornou midiática, coisa que não era no século passado, outros aspectos de seus artistas começaram a ser considerados. A música sertaneja ganhou de fato uma musa como nunca antes, a Paula Fernandes. Talvez atentos a isso, e pela necessidade da manutenção do apelo jovem na música sertaneja, é perceptível que de uns tempos pra cá tem ocorrido uma movimentação dos empresários no sentido de valorizar ainda mais o aspecto visual de alguns novos artistas. Quanto mais bonito ou bonita, maiores as chances de um grande escritório abraçar e lançar para o mercado, coisa que há alguns anos não era tãããão importante assim. Se fosse bonito, ótimo. Se não fosse, tudo bem, pra tudo dava-se um jeito.

Hoje em dia, a preocupação com a imagem, principalmente com o potencial “sexy” da mesma, parece ter alcançado uma importância inédita no mercado sertanejo. Artistas sertanejos já consagrados andam preocupados (pra não dizer obcecados) com a própria aparência, frequentando academia e postando uma foto atrás da outra dos resultados obtidos em redes sociais. Além da quantidade ou tamanho das vestimentas, que não parece mais ser um problema. A própria Paula Fernandes se apresenta quase sempre com roupas que hipervalorizam suas belas pernas e seu decote, além dos corpetes que acentuam suas curvas. Sem falar, claro, das fotos do encarte de seu mais recente disco. Entre os homens, as fotos seminus em redes sociais costumam trazer barrigas sempre trincadas, coisa que eles sempre fazem questão de demonstrar.

Esse aspecto do “muso”, ou do “boy magia”, se acentuou recentemente principalmente por conta do sucesso da dupla Munhoz & Mariano. Há dois anos as pessoas vêm dizendo (eu inclusive, aqui no Blognejo, já dizia isso há tempos) que o sex appeal do Mariano seria uma das principais armas da dupla na busca do sucesso. Entrou então um tal de Camaro Amarelo na jogada, o que os impulsionou para o sucesso nacional. E a manutenção desse sucesso pelo menos junto à mídia tem sido feita com base principalmente no sucesso do Mariano com as mulheres. Recentemente, ele chegou até a protagonizar, nu, um ensaio do grande fotógrafo de celebridades Fernando Torquato.

Não sei se por causa do Mariano ou não, o fato é que vários outros cantores que têm aparecido no mercado de bem pouco tempo pra cá parecem ter sido escolhidos direto em books de agências de modelo. Alguns, aliás, inclusive chegaram a exercer a profissão. Um dos exemplos mais evidentes desse que parece ser um novo nicho na música sertaneja, um filão a ser explorado, é o Lucas Lucco, que já desponta como uma das grandes apostas para 2013. Seu sucesso se deve principalmente à ótima aceitação de suas músicas. Mas é óbvio que essa pinta de modelo facilita muito o trabalho do escritório. É quase como se não fosse preciso divulgá-lo. A própria mulherada cuida disso.

Outro que também é oriundo das agências de modelo e tem feito todo o seu trabalho de divulgação baseando-se principalmente na sua beleza e no seu potencial sucesso junto ao público feminino é o Roberto Maia, que ostenta com orgulho o fato de ter as mulheres como mais de 90% de seus seguidores nas redes sociais.

Além destes, dois outros artistas lançados há poucos meses e que conquistaram um bom espaço com suas canções de trabalho também têm aproveitado o fato de serem bonitos para fazer esse trabalho de manutenção do sucesso, mesmo sendo eles uma mistura do tal sertanejo de “passarela” mencionado no título com o já conhecido estilo goiano, com os cabelos arrepiados e tudo mais. São meio que uma mescla do padrão de beleza que eu mencionei acima com o que era mais costumeiramente praticado no segmento sertanejo. Os nomes dos caras: Israel Novaes e Gabriel Gava.

* Israel Novaes

* Gabriel Gava

Entre as mulheres, como eu disse, esse nicho que valoriza um pouco mais a beleza e o padrão da moda parece estar sendo percebido mais tarde do que se esperava. Até pouco tempo, as mulheres que podiam ser consideradas bonitas no mercado sertanejo sempre gozavam de uma beleza mais própria, peculiar, como é o caso da Janaynna e de tantas outras beldades que surgiram nos últimos anos. São mulheres que, apesar de lindas, não seguem o tal padrão que eu mencionei. Com o sucesso da Paula Fernandes, que, apesar de não ser alta, tem mais a ver com esse padrão midiático, as coisas começaram a mudar aos poucos no lado feminino da música sertaneja.

É fato, entretanto, que demorou muito. A Paula Fernandes reinou sozinha durante dois anos. Depois, quando o mercado aparentemente se deu conta que há espaço sim para belas cantoras femininas cuja beleza tem mais a ver com a mídia, foi que alguns nomes começaram a despontar. Uma das moças que apareceram desde então e que seguem essa linha é a Thaeme, da dupla Thaeme & Thiago.

Pô, Marcão, mas nem ela nem a Paula têm nada a ver com moda. As duas são baixinhas e tals“. Ora, amigos, beleza as duas têm, ora bolas. Mas se talvez parecem me faltar elementos que comprovam essa minha teoria do “padrão de beleza da moda na música sertaneja”, posso citar alguns nomes que têm aparecido no mercado. A Laís, por exemplo. Além de cantar de forma magnífica, a moça é de fato linda, tem um sorriso altamente contagiante e se aproxima bem mais do padrão “passarela” do que as que eu mencionei logo acima.

Além da Laís, posso citar também o nome da Camilla Castro, cantora de Itumbiara que têm feito um trabalho interessante em alguns programas de TV fora do eixo principal, como por exemplo Sábado Total, Hoje em Dia, e alguns outros. Vejam a foto dela logo abaixo.

Ela segue totalmente esse padrão que eu mencionei. É alta, belíssima e fotogênica. Não creio que vá demorar até que ela seja percebida. Além dela, posso citar também a Taís Moreira, que estava participando do The Voice Brasil, mas foi eliminada na semana passada. Além de ter uma voz semelhante à da Ivete Sangalo, ela também tem tudo a ver com esse padrão de beleza. Alta, bonita, com perfil de modelo desde a ponta do cabelo até o dedo do pé. Apesar de não ter se classificado no The Voice, é bem provável que ela consiga muito em breve se encaixar em algum escritório.

Se no caso dos homens esse padrão de beleza já começa a se tornar bem mais evidente, no caso das mulheres acho que ainda vai levar um tempo até que o mercado perceba e abrace esse nicho. Não por elas, mas pelo próprio mercado em si. O fato é que o público feminino ajuda muito mais um artista a fazer sucesso do que o público masculino. E é complicado fazer a mulherada ter vontade de acompanhar uma cantora linda da mesma forma que acompanha um cantor lindo. Não que eu ache impossível. Na verdade, temos percebido mudanças neste aspecto. Prova disso é o sucesso da Paula Fernandes. É aguardar pra ver se esse nicho de mercado vai de fato emplacar, como parece ser a tendência.

21 comentários
  • Cesar Jr: (responder)
    23 de novembro de 2012 às 13:26

    Ja viu a Nathalia & Camilla de Goiás? Elas são primas da Fátima Leão…absurdo de gatas as duas..faltou elas hehe

    Saudade de quando a música sertaneja era dominada por feiosos como Zé Rico, Marciano etc..

  • Alex: (responder)
    23 de novembro de 2012 às 13:30

    É preciso aprender a tocar e cantar muito bem, se depender de beleza eu to ferrado.rs

  • digo nogueira: (responder)
    23 de novembro de 2012 às 15:17

    Mas no fim das contas a musica prevalece, roberto maia e mais alguns não tem potencial musical, ou talento como preferir

    • Victor235: (responder)
      24 de novembro de 2012 às 02:11

      Esse Lucas Lucco tem uma música muito foda, “Previsões”.

      • Luiz Fernando: (responder)
        24 de novembro de 2012 às 10:22

        Acho o Lucas Lucco muito foda. Na verdade to conhecendo a imagem dele nesse post. As coisas funcionam (e devem funcionar) mesmo ao contrário.

        Primeiro toca nos carros e celulares, depois das baladas, depois nas pequenas rádios do interior e webradios segmentadas…depois sim vai pras grandes radios, fica entre as mais tocadas, e TALVEZ, a tal mídia impressa e televisiva enchergue eles (eles se esforçam pra que isso não aconteça).

        Aí vc fala em dinheiro e bla bla bla…mas de qualquer forma tudo começa do início (ah va).

  • Mauro Souza: (responder)
    23 de novembro de 2012 às 15:27

    Voces ja ouviram esse tal de ROBERTO MAIA cantando??? Pelo amoooooooor…que coisa grotesca.

    Daqui a pouco ta o Gianechinni e o Cauã Raymond cantando …

    Os melhores são os feios Jorge (do JeM), Humberto (HeR) e Belutti (gordinho) haha

    • Cristiane Meireles: (responder)
      3 de dezembro de 2012 às 15:54

      Mauro,

      Me preocupa o “padrão de beleza” estar tão em alta na música sertaneja e acho sim que o talento deveria e deve prevalacer sempre, mas no seu comentário uma coisa me chamou a atenção: chamar Jorge, Humberto e Belluti de feios… acho não viu? kkkkk adoooro os 3 e os acho incrivelmente belos ( pelo menos pra mim) kkkk

  • Francis: (responder)
    23 de novembro de 2012 às 15:30

    Um complementa o outro, só acho que não deve ser descartável. Cuidar da aparência e da vestimenta, isso os cantores countrys americanos já faziam a séculos, e só agora os brasileiros estão se tocando que um atrai o outro, porém, a qualidade vocal tem que prevalecer, senão jajá vira algo descartável e vai parar na Fazenda da Record, ou algum reallity show de ex-cantores falidos pela mídia.

  • Pamela: (responder)
    23 de novembro de 2012 às 15:50

    Faltou a Naiara Azevedo ai tb..

  • josé marcos: (responder)
    23 de novembro de 2012 às 16:57

    Nossa marcão, a música sertaneja não tinha exploração midiática no século passado? Que mundo você vive? Tinhamos os AMIGOS nos finais de ano na REDE GLOBO em horário nobre e por aí vai. Acredito que a mídia era ainda maior no século passado, hoje só temos essa falsa sensação por causa da internet.

    • Marcus Vinícius: (responder)
      23 de novembro de 2012 às 20:34

      ora, não com essa pegada jovem que eu expliquei no texto. E apelo midiático de 3 duplas apenas eu não julgo como apelo midiático relacionado a um segmento inteiro.

  • Joao Junior: (responder)
    23 de novembro de 2012 às 22:35

    Dessa turma que foi mencionada ai as mulheradas dão um show nos homens, alem de ser mais belas cantam muito mais… e a Camilla Castro que gata que canta demais!!!!

    • digo nogueira: (responder)
      24 de novembro de 2012 às 11:15

      Isso é verdade, se comparar homensXmulheres

      As mulheres tem muito mais talentos(musicais, já todas são muito gatas).. já os homens daí tem mais atrativo visual do que atrativo musical, veja q como compositores, os que são , só fazem porcaria, e não cantam nada

  • Daniel Assis: (responder)
    24 de novembro de 2012 às 02:11

    Espero que as coisas nao invertam no sertanejo e artistas passem a fazer sucesso só porque sao bonitinhos!
    Beleza não poe mesa e lucas lucco e o outro ali nao tem talento pra serem grandes artistas da nossa musica sertaneja!

    Confesso que fico muito preocupado com essa banalização do sertanejo onde quem é bonitinho ou tem mais apelo midiatico consegue mais atenção e por consequencia divulgação! :S

  • Jão Chucro: (responder)
    24 de novembro de 2012 às 06:56

    Pooo é brincadera os cara saum bunitao mas nun canta pohha nenhuma israel novaes e p gabriel gava cantanu ao vivo putz é um lixo totaal… agora as menina alem de ser lindas cantam mt beeem! sertanejo hj é JeM FeS GL Israel e Rodoldo e JC e C só pq o resto tá dificil de ouvir…

  • carlos cesar: (responder)
    24 de novembro de 2012 às 10:02

    hoje a musica sertaneja virou passarela e isso é fato nego se preucupa mais com a beleza do que a qualidade vocal

  • Larissa Machado: (responder)
    24 de novembro de 2012 às 13:22

    Pode anotar esse nome Gustavo Gomes, ele será a revelação do sertanejo em 2013, ele vem crescendo muito na internet só com videos caseiros, está com milhares de Fãs no Facebook, me parece que os grandes escritórios já estão na captura dele! Além de ser humilde compõe e canta muito, ele merece fazer sucesso!!

  • Paulo Ricardo: (responder)
    24 de novembro de 2012 às 13:43

    Caralho!! Donde surgiu essa Camilla Castro, mulhé é mó gata, e tem uma vozeirão. Shows. Vou sonhar com ela!!

  • Silvio Oliveira: (responder)
    25 de novembro de 2012 às 23:32

    Suellen Aloni e o nome de 2013!!! Em breve novo disco que será distribuído em todo o Brasil. Destaque para a musica ROMANCE AMERICANO que da nome ao novo álbum. Aguardem!!!!

  • bruna: (responder)
    6 de dezembro de 2012 às 13:31

    na boa a lais n e bonita ela paresse um pau de cutuca estrela e nariguda! mais tem gosto pra tudo, as mais bonitas ée a Paulinha e a Thaeme, e a moça dos olhos verdes q esquci o nome

  • Elis...: (responder)
    30 de dezembro de 2012 às 15:13

    Muito bem pensado e escrito o texto. Mas, não importa ser linda, alta e cantar bem. Tem que ter o ‘algo a mais’, o “the X factor”, que é o ‘DOM’…de cantar, encantar e emocionar. A beleza pode causar efeito por um tempo, mas para permanecer é preciso ter muito mais que boa aparência,$$$$$ para investir, e saber cantar. É preciso ter TALENTO, e isso poucas pessoas que estão na mídia hj, tem!!!

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.