16 jul 2013 | Na Estrada
Na Estrada – O novo DVD de Pedro Henrique & Fernando

Terceira visita a Cuiabá em três semanas. Apesar da constatação de que a cidade está loooonge do que se espera com relação às obras da Copa do Mundo (a cidade é uma das sedes) e do calor infernal, até que foram visitas bastante agradáveis. A ocasião desta vez foi a gravação do segundo DVD da dupla Pedro Henrique & Fernando. E a festa escolhida, assim como no DVD da dupla João Carreiro & Capataz,  foi a Expoagro, em arena aberta.

Toda a divulgação do projeto ressaltava o fato de ser este o segundo DVD. Bem, penso que isso foi apenas uma formalidade, afinal de contas o primeiro trabalho em vídeo não havia sido sequer divulgado nacionalmente, exceto por alguns vídeos no Youtube. Talvez por respeito à cidade anfitriã, ele ainda assim entrou para a discografia da dupla como DVD e não apenas como CD, que aliás eu escuto até hoje.

Como os leitores do blog já sabem, acompanho o trabalho da dupla desde o começo. Sempre considerei os caras diferentes. A irreverência extrema sempre foi o ponto forte, claro, mas a dupla é acima de tudo talentosíssima. E na falta de uma divulgação maciça do primeiro trabalho em vídeo, ou porque a dupla ainda estava no começo ou porque o trabalho não chegou a ser tão difundido, nada mais necessário do que um DVD que trouxesse à tona a extroversão da dupla e a destreza que ambos têm em cima de um palco.

Como não podia deixar de ser, o repertório é basicamente formado por canções irreverentes, sempre com um tema peculiar em cima da qual a dupla faz o já conhecido trabalho humorístico. Entre os destaques, a futura primeira música de trabalho do DVD, “Varinha Mágica”, que trouxe a participação da dupla Munhoz & Mariano e brinca com as palavras mágicas e insinuações de teor sensual, hehe. Tudo isso com a dupla devidamente trajada com figurino de mágico, com cartola, varinha, etc. Um potencial HIT, diga-se de passagem. Mas creio que entre as inéditas outro grande destaque deste disco seja “Pagode da Eis Minina”, que brinca de um jeito hilário com aquela história do cara que não lembra o nome da peguete.

Estas duas canções fazem parte de um repertório com 13 canções inéditas. O DVD contou com 21 canções no total. Dado o caráter mais extrovertido da dupla e a óbvia predileção por um repertório de músicas agitadas, convocaram o percussionista Laércio da Costa para comandar a produção do disco. No vídeo, o Junior Jacques, que dirigiu 3 dos 4 clipes lançados pela dupla nos últimos tempos e havia dirigido o DVD da dupla João Carreiro & Capataz na semana anterior. Ao contrário do que ele havia feito naquele, mais orgânico, o da dupla Pedro Henrique & Fernando valorizou mais a iluminação, com diversos painéis de LED espalhados dentro e fora do palco.

O LED, aliás, protagonizou um dos momentos problemáticos do evento. O painel montado no fundo do palco parou de funcionar em alguns momentos, fazendo com que a dupla se desdobrasse para entreter o público presente enquanto a equipe técnica tentava solucionar o problema. O bom é que o público não se mostrou impaciente. Ao fim da gravação, o público presente ainda permanecia firme, exceto por alguns gatos pingados da arquibancada e do fundo da arena, que acabaram indo embora. Só para constar, a gravação contou com a presença de mais de 15 mil pessoas.

Um lado deste DVD bem inusitado em se tratando de Pedro Henrique & Fernando foi a parte romântica. Além de “Todos os dias”, que a dupla já considera um marco na carreira por ser a única romântica própria que eles gravaram até então, o disco contou ainda com outras duas canções daquelas de arrastar o chifre no asfalto, “Miragem” e “Incompleto”, uma seguida da outra, mostrando um lado até então desconhecido dos dois e carimbando a qualidade da interpretação da dupla.

As participações especiais do disco também renderam um capítulo à parte. Jads & Jadson foram anunciados mas não puderam comparecer por motivos de saúde e foram substituídos pelo Loubet, que cantou a música “Alô Queiroz”. E a quinta-feira, que já costuma ser um dia agitado nas agendas dos artistas, impediu a participação de nomes como João Bosco & Vinícius, que acabaram de gravar a música “Todos os dias” com Pedro Henrique & Fernando e, portanto, eram uma participação esperada para o DVD, mas cuja agenda não bateu com a logística. João Carreiro & Capataz, habituais parceiros da dupla Pedro Henrique & Fernando (lembram da música “Tô mais bonito”?), também não participaram pelos mesmos motivos. Fora o Loubet e Munhoz & Mariano, participaram da gravação também as duplas Henrique & Diego, também cuiabanos, na música “Pega pega pra valer”, e Cácio & Marcos, devidamente acompanhados pelo dançarino Lau, na música “Jornal Nacional”, que ganhou uma introdução a partir da musiquinha de abertura do telejornal mais importante da Globo.

Sobre a participação de Munhoz & Mariano, um episódio curioso. Eles haviam realizado um show em Sertãozinho – SP no dia da gravação. A participação deles se daria, portanto, após esse show. Imaginem só. A gravação do DVD já havia sido praticamente encerrada, restando apenas a música “Varinha Mágica” e a música de encerramento do DVD. Daí até a chegada de Munhoz & Mariano e a entrada deles no palco, Pedro Henrique & Fernando cantaram todo tipo de música imaginável, desde Anitta, Naldo até sei lá mais o quê, a fim de entreter e evitar a dispersão do público. E funcionou. A participação aconteceu e foi celebradíssima, tanto pela dupla anfitriã quanto pela convidada, mas principalmente pelo público presente.

No fim das contas um disco para mostrar de fato o que é a dupla Pedro Henrique & Fernando. Diversos figurinos inusitados, principalmente chapéus engraçadinhos (praticamente um diferente para cada canção), performances teatrais, a tradicional imitação da dupla Milionário & José Rico, já uma marca registrada dos dois, e um tributo aos Mamonas Assassinas, pra fazer valer a alcunha de “Mamonas do Sertanejo”. Apesar do problema no LED e da demora na chegada de Munhoz & Mariano, o evento transcorreu dentro de um tempo até aceitável para uma gravação de DVD: 3 horas de show. Eu, como fã da dupla, fiquei satisfeito com o resultado final. Agora é aguardar.

Abaixo, 3 galerias de fotos da gravação, uma da Rosa Marcondes, uma do Leco Viana e uma deste humilde blogueiro que vos escreve e que comprou uma máquina fotográfica e agora invocou que consegue tirar umas fotinhas.

* Rosa Marcondes

* Leco Viana

* Marcão

6 comentários
  • Fernando Albuquerque: (responder)
    16 de julho de 2013 às 20:53

    Aguardando esse trabalho que foi show demais. Sucesso.

  • Murillo Fontes: (responder)
    16 de julho de 2013 às 20:56

    Depois do cabelo de calopsita, a calça cor de pequi. hahahahaha

  • Paulo Ricardo: (responder)
    16 de julho de 2013 às 23:03

    Hahaha! Enquanto eu lia, sorria sozinho imaginando as interpretações e fantasias do PH e F. Assim como vc, Marcão, tbm ouço o áudio do primeiro DVD deles até hj. Os caras sabem interpretar músicas de duplo sentido sem ser vulgar, como mtos do sertanejo moderno. Para mim os sucessores da linha cômica de Gino & Geno e do Teodoro & Sampaio.
    Ansioso pelo lançamento.

  • Teco: (responder)
    17 de julho de 2013 às 10:37

    Meu AP é Duplex meu relógio é rolex e meu porsche é vermelho !

    • alessandro: (responder)
      17 de julho de 2013 às 10:42

      A ironia já começou? kkkk

      • Teco: (responder)
        17 de julho de 2013 às 14:58

        Uai a rima não é boa ? Estes eu acho quase bom …rsrsrs

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.