31 out 2010 | Artigos
O novo vôo do Barra da Saia

Não é novidade para ninguém a minha admiração por mulheres que cantam, tocam ou estão envolvidas de alguma maneira com música sertaneja. São várias as representantes que, mesmo com dificuldades conseguiram destaque em um universo até então machista. Entre as mais importantes estão: Inhana, As Galvão, Inezita, As Marcianas e Roberta Miranda. De três anos para cá outros nomes começaram a se destacar, alguns foram se fortalecendo e ganharam o Brasil, como é o caso de Paula Fernandes, Maria Cecília e Janaynna, enquanto outros foram ficando pelo caminho e hoje raramente ouvimos falar.

O caso do grupo Barra da Saia é um pouco diferente, a banda formada em 1999 nunca deixou de aparecer na mídia, tudo porquê carrega uma musicalidade muito própria e tem o diferencial de ser formada por quatro garotas, cada uma com sua peculiaridade musical: Tocam sertanejo, mas as influências vão desde a música caipira, passando pelo country, rock e pasmem, música Celta (música Irlandesa e Escocesa). As integrantes já carregam bagagem músical de muito antes, que vão de experiências como backing vocals de Leandro & Leonardo e Roberta Miranda até  a trabalhos com Raimundos e Fabio Jr.

Admiradas por gente como Hebe Camargo e Ronie Vonn, o Barra da Saia vem cada vez mais ganhando destaque na imprensa e no meio sertanejo. No ano passado gravaram um DVD no Villa Country com a participação de Sérgio Reis, As Galvão, Zeca Baleiro e Pepeu Gomes. Antes disso representaram o Brasil por duas vezes em festivais de chamamé na Argentina, se apresentando inclusive em programas de TV daquele país.

Já no Brasil, a presença das garotas em programas de alcande nacional tem se multiplicado gradativamente. As últimas grandes aparições foram nos programas Altas Horas da Rede Globo e  Hebe do SBT, além de uma recente participação no DVD da apresentadora  Hebe Camargo. Para hoje á tarde o grupo tem um encontro marcado com Fausto Silva em seu “Domingão do Faustão”.

As características diferenciadas aliadas ao talento, tem feito do Barra da Saia um grupo interessante por natureza. Até então no Brasil  não existia um quarteto formado por mulheres cantando música sertaneja, ainda mais com essa sonoridade. Aliado a isso, a beleza e o fato de se inspirarem no trio country-americano Dixie Chicks também chama a atenção.

Durante a edição 2010 da Expo-Music que ocorreu em São Paulo no mês passado, eu tive a oportunidade de conversar com duas das integrantes da banda, a acordeonista Adriana Sanchez e a vocalista Adriana Farias.

Para as garotas, o momento é excelente e o grupo deve alçar novos vôos em breve, a  recente exposição na mídia tem sido parte desse projeto e a apresentação deste domingo na Rede Globo pode significar uma virada na carreira. Sobre a influência do novo sertanejo, Adriana Farias disse que elas acabaram absorvendo sim, mas que a base de seu som será sempre a música raiz.

Para a cantora, assim como os outros ritmos, esse novo sertanejo tem sido incorporado ao jeito Barra da Saia de fazer música, mas claro, tudo sem perder a identidade.

29 comentários
  • brindes: (responder)
    13 de julho de 2013 às 22:35

    It’s rather a excellent in addition to valuable bit of facts. I am content that you distributed this useful data around. You need to keep us informed like that. Appreciation for expressing.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.