02 mar 2011 | Artigos
Os DJ’s nas baladas sertanejas

Durante muito tempo, a figura do DJ (Disc Jóckey), foi representada por pessoas especializadas em dance music, tudo porque nos anos 1970 estes profissionais deixaram as rádios e invadiram as discotecas, bem no auge da era Disco. Antes disso, eles emprestavam sua habilidade apenas para promover, de dentro dos estúdios, novas músicas e artistas. Gente como Beatles e Elvis Presley não teriam chegado ao sucesso sem a ajuda destes “gênios”.

Hoje, a maioria das pessoas tem acesso a notícias e acontecimentos quase que no exato instante em que eles acontecem. Com um pouco de interesse, é possível saber qualquer coisa, seja aqui ou em outro lugar do mundo. Porém mesmo com todo o acesso à informação, muita gente ainda não sabe (ou não se deu conta) que também existem DJ’s especializados em música sertaneja.

Sim, assim como existem DJ’s especializados em Drum and Bass, Hip Hop e outros estilos, também existem DJ’s sertanejos. Antenado com o que há de mais novo na música, este profissional é hoje um divulgador e acima de tudo um descobridor de sucessos. Antes das músicas chegarem às rádios (na maioria das vezes viabilizada pelo jabá), essas mesmas músicas já estão tocando na balada onde o DJ é residente (casa onde o DJ toca oficialmente), descoberta antes por ele e sem ganhar nada para promovê-la. É muito comum um artista estourar em uma região específica, justamente onde o DJ faz um trabalho de formiguinha com determinada música.

Em casas noturnas, apesar do pouco reconhecimento do público, esses profissionais passam as noites dando o melhor de si, agitando a galera e cuidando para que o público não vá embora. Muitas vezes, muita gente nem se dá conta que ele está lá, e que cada sequência musical foi pensada para manter o alto astral do ambiente. Ainda assim, existem empresários e cantores que ignoram o poder de promoção de um bom DJ.  Já os mais antenados contratam o profissional para promover a canção de seu artista. Usando seu ouvido apurado e sua experiência com o público, muitas vezes o próprio DJ opina sobre qual a melhor e mais comercial música do CD.

Existem ainda os DJ’s sertanejos especializados em eventos, como rodeios, festivais, festas em faculdades e  até os que se metem a apresentadores. Há também os que atuam em equipes de sonorização, ou os que prestam consultoria musical para estações de rádio, ou seja, que montam a programação ou a seqüência musical de alguns ou de todos os programas da rádio e por fim o DJ especialista em remixes e compilações de sucessos.

Apesar de não ser muito antiga, a profissão hoje conta com gente de alto gabarito, como é o caso do DJ Carlinhos. Com mais de 20  anos de experiência no mundo sertanejo, Carlinhos já tocou nas maiores casas paulistanas, desde o Villa Country até o Estância Alto da Serra, tendo sido o DJ residente na maioria delas. DJ oficial das principais festas de rodeio da Grande São Paulo, Carlinhos hoje é o responsável pela programação da rádio Tupi FM, de São Paulo, além de tocar em importantes casas, como o Coração Sertanejo, Celeiro da Granja e Hortência Club.

Fora de São Paulo, quem faz muito sucesso nas pistas é o DJ Djalma. Conhecido pelas suas seleções de sucessos sertanejos, hoje Djalma é o DJ residente na Armazém Show e na Pantaneiros Country em Tangará da Serra, no Mato Grosso. As gravações de CD’s são seu forte, mas Djalma separa seu tempo também para apresentar eventos e tocar na noite.

No triângulo mineiro, o grande nome é Dan Rocha. Além de DJ, Dan é também locutor e diretor artístico da Rádio Paranaíba FM, de Uberlândia, comandando o programa Micareta Sertaneja, que conta com músicas no melhor estilo “festa” e principalmente versões de grandes sucessos sertanejos no estilo axé. Ele acabou levando o programa para os eventos dos quais participa como DJ, tendo sucesso na empreitada da “Micareta Sertaneja” em grandes festas ao redor do Brasil, como o Cowboy Forever, por exemplo. Tanto que acabou sendo convidado pelo grupo Tradição, que inaugurou a micareta na música sertaneja, para participar do próximo DVD, que será gravado na próxima sexta-feira em Balneário Camboriú.

Porém, falar sobre DJ’s no sertanejo e não falar sobre Fernando Telles, seria como falar sobre música sertaneja e não citar Chitãozinho & Xororó. Com mais de 20 anos tocando na noite, Telles é hoje locutor da Rádio Nativa FM, de São Paulo e DJ residente no Villa Country e Lanterna Bar. Responsável por um dos programas de maior audiência da emissora paulista, Fernando Telles comanda ainda mais três programas na rádio e ainda assim encontra tempo para tocar em baladas.

Obviamente existem inúmeros outros profissionais que passam noites e noites agitando a galera e dos quais não falamos aqui, profissionais tão importantes para uma casa quanto os seus cantores. O mercado está aquecido para estes profissionais, estima-se que um bom DJ receba, hoje, entre  R$ 800,00 e R$ R$ 1.500,00 por apresentação em casas medianas da capital paulista. Também pudera. Imagine como seria se no intervalo da troca das duplas a balada ficasse sem música? Ou o que seria da casa entre o horário de abertura e a apresentação da primeira banda? Seria difícil, assim como também seria a vida de artistas menores, que sem grana para pagar grandes rádios acabariam não tendo sua música divulgada. E nisso os DJ’s sertanejos são especialistas: divulgar as novidades, de artistas grandes e pequenos, para alegrar seu público e colocar a galera para dançar. E de forma melhor que muitas duplas e bandas, aliás…

13 comentários
  • Virgilio Serini: (responder)
    14 de julho de 2013 às 14:13

    I simply want to tell you that I am very new to blogs and honestly savored your web page. Almost certainly I’m likely to bookmark your website . You certainly have amazing articles. Appreciate it for sharing with us your website page.

  • Carlo Galford: (responder)
    17 de julho de 2013 às 02:03

    Between me and my husband we’ve owned more MP3 players over the years than I can count, including Sansas, iRivers, iPods (classic & touch), the Ibiza Rhapsody, etc. But, the last few years I’ve settled down to one line of players. Why? Because I was happy to discover how well-designed and fun to use the underappreciated (and widely mocked) Zunes are.

  • visit homepage: (responder)
    18 de julho de 2013 às 00:08

    I couldn’t resist commenting. Well written!

  • seo uk reviews: (responder)
    19 de julho de 2013 às 05:14

    After going over a few of the blog articles on your blog, I seriously appreciate your technique of blogging. I bookmarked it to my bookmark webpage list and will be checking back soon. Take a look at my web site as well and let me know your opinion.

  • top article: (responder)
    20 de julho de 2013 às 07:14

    Hi, I do think this is a great web site. I stumbledupon it ;) I will return yet again since I saved as a favorite it. Money and freedom is the greatest way to change, may you be rich and continue to guide others.

  • powered by: (responder)
    20 de julho de 2013 às 10:04

    Between me and my husband we’ve owned more MP3 players over the years than I can count, including Sansas, iRivers, iPods (classic & touch), the Ibiza Rhapsody, etc. But, the last few years I’ve settled down to one line of players. Why? Because I was happy to discover how well-designed and fun to use the underappreciated (and widely mocked) Zunes are.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.