05 jan 2011 | Artigos
Público e renda de shows despencam nos EUA. Corremos esse risco?

Na última semana de dezembro, uma notícia divulgada pela revista Billboard levantou uma questão preocupante: público e renda de grandes shows despencaram nos Estados Unidos e Canadá em 2010. A queda observada é de aproximadamente 25% na receita bruta de público e de shows. Por aquelas bandas, os eventos que conseguiram melhor resultado foram os mais tradicionais, como os festivais “Bonnaroo” e “Coachella”. No quesito artista, um dos que mais se deu bem foi o astro do “country/rock”, Bon Jovi. Já  a turnê da “popstar” Christina Aguilera foi tão mal que acabou sendo cancelada. Trazendo essa questão para a nossa realidade, é um fato com o qual devamos nos preocupar?

Se analisarmos o ano de 2010, vamos perceber que não há motivos para se preocupar. Festas de peão lotadas, feiras agropecuárias bombando, casas especializadas cheias e festivais a todo vapor. Sim, 2010 foi um ano excelente para a música sertaneja. Porém, alguns casos foram excessão á regra. O Sertanejo Pop Festival, que teve meses de divulgação em vários meios de comunicação, inclusive no Domingão do Faustão, não recebeu o público esperado. A apresentação da “superstar” Mariah Carey na festa do Peão de Barretos foi outra decepção para os organizadores, enquanto o Country Day em Osasco, teve um público bem “aquém” do que os organizadores queriam.  Seriam estes sinais de que podemos enfrentar os mesmos problemas dos americanos e canadenses?

Para a assessora de comunicação da dupla Léo & Junior, Carolina Lopes, não. Questões como estas devem ser creditadas a problemas na organização, como pouca divulgação ou a mesma feita de forma errada. Em alguns casos, falta experiência, estratégia e até empolgação da equipe organizadora: “O mercado sertanejo está crescendo demais, se for bem organizado e  bem divulgado, não tem erro. O mau tempo é o único empecilho para o público em uma festa”, afirma Carolina.

Já para Thiago Tino, músico paranaense, não há motivos para se preocupar. Esse queda de público e renda é apenas o reflexo do mau momento vivido pela economia americana e não tem nada a ver com o Brasil: “Se a galera está com a grana curta, dificilmente vai a shows, e isso em qualquer lugar do mundo. No Brasil as pessoas vivem um momento diferente, estão com poder aquisitivo maior,  por isso podemos ficar tranquilos”.

Mas há quem pense diferente: Marcus Vinícius, o Marcão do Blognejo, acha que é importante sim ficarmos atentos.  Para o músico que também é bacharel em direito, o Brasil  vive  este bom momento, mas o futuro pode não ser tão “animador” assim: “O Brasil está saturado, e isso em todos as vertentes musicais; e por incrível que pareça, são poucos os artistas com reconhecimento nacional forte o suficiente para segurarem uma grande quantidade de eventos”, afirma. Mas o blogueiro vai além: “Antes algumas festas conseguiam reunir 50 mil pessoas em um único dia e hoje, conseguem no máximo 20 mil. Tudo porque as pessoas estão se cansando dos mesmos artistas e das mesmas músicas, e por isso alguns eventos não atingem seus objetivos de público”, completa.

Quem também tem opinião formada sobre o assunto é Wendell Vieira, empresário da dupla Jorge & Mateus. Acostumado a correr o Brasil com seus artistas, ele acha que a questão não está tão distante assim de nós: “É possivel que no  futuro enfrentemos também este problema, é sempre bom ficar atento”,  sugere Wendell.

O problema da queda de público e renda traz ainda uma outra situação, ainda mais difícil:  Se o segmento de shows começar a ir mal, para onde vai correr indústria da música? Essa onda de shows internacionais no Brasil é a maior prova de que o problema existe e que os gringos estão buscando alternativas. Não seria aconselhável pensarmos com mais cuidado nessa questão? Pode ser que não haja um futuro apocalíptico, mas 2011 será um ano tão forte para a música sertaneja como foi 2010? Estamos ainda no início de tudo e as perguntas são muitas, mas prudência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém, a não ser para a  própria galinha.

26 comentários
  • Maye Sposato: (responder)
    14 de julho de 2013 às 21:02

    I simply want to mention I am beginner to blogs and honestly loved this web-site. Most likely I’m want to bookmark your blog post . You amazingly come with incredible writings. Regards for revealing your web-site.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.