17 jun 2010 | Lançamentos
Raul Gil reclama do Edson e leva um passa-fora

Durante coletiva de imprensa para o lançamento de seu novo (???) programa no SBT, perguntaram ao Raul Gil se ele guardava ressentimento de alguém. Como é de praxe, ele aproveitou para citar nomes e reclamar que fulano ou beltrano não lembram da “ajuda” que ele deu.

Nisso, ele aproveitou para citar o Edson. Raul Gil reclamou que o Edson esteve no programa “Tudo é possível” e, ao ser perguntado sobre quem eram as pessoas mais importantes de sua carreira, não citou o apresentador. Choramingou pelo fato de o Edson ter inclusive morado na casa do apresentador quando o Raulzinho era o empresário da dupla.

O empresário do Edson, Wagner Mendes, não deixou por menos e soltou o verbo em entrevista ao Fuxico. Disse que o cantor não tem a mínima obrigação de agradecer ao Raul Gil, já que ele não tem responsabilidade nenhuma pelo efetivo sucesso da dupla.

Wagner Mendes contou que conheceu a dupla Edson & Hudson em meados de 1999, e que estavam na miséria, já que, apesar de dar um lar para os dois, o empresário Raulzinho não dava o principal: trabalho. Disse ainda que é impossível que o Edson tenha que citar o nome do Raul Gil toda vez que participar de um programa de TV, afinal não dá pra ficar fazendo propaganda de programas concorrentes quando se participa de um show de auditório.

O engraçado dessa história toda é que alguém, enfim, falou na mídia alguma coisa que definitivamente o Raul Gil precisava ouvir. O apresentador e seu filho se acostumaram a usar e abusar dos artistas que participam dos seus programas, prendendo-os através de cláusulas contratuais que só são vantajosas ao apresentador e à sua família.

No caso da Maysa, por exemplo, que até foi citada na entrevista do Raul Gil (que aproveitou, claro, para alfinetá-la), a menina ganhava dois mil reais por mês. Quando foi para o SBT, passou a ganhar 20 mil. Ricky Vallen também foi mais esperto e abandonou o que todo mundo sabia que ele já estava cansado de fazer. Afinal um cara tão talentoso ficar preso a um quadro de homenagens a artistas todos os sábados à tarde é duro de aceitar. Outro exemplo de ostracismo decorrente da péssima administração de carreiras feita pela família do Raul Gil é a da dupla Maick & Lian, que simplesmente desapareceu do circuito sertanejo.

Coitado do artista sonhador que, seduzido pela grande oportunidade que parece ser se juntar ao programa Raul Gil de maneira definitiva, acaba assinando um contrato totalmente desfavorável e atrasando o andamento de sua carreira. Os cantores que participam do programa Raul Gil, principalmente os do quadro de calouros, são incrivelmente talentosos, isso é inegável. O problema é que a produção aproveita a ingenuidade desses jovens artistas em benefício próprio. Wagner Mendes está absolutamente certo. Raul Gil não tem nada do que reclamar.

E por falar no Edson, o cantor cancelou 3 shows que seriam realizados essa semana por conta de uma pneumonia. Tudo isso seguindo ordens médicas.

25 comentários

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.