21 jul 2008 | Lançamentos
ROBERTA MIRANDA – SENHORA RAIZ
Três anos depois de seu último CD, maravilhoso por sinal, Roberta Miranda está de volta, em seu primeiro trabalho independente. O nome do novo trabalho da cantora é “Senhora Raiz”, e vem sendo anunciado já há um bom tempo.

Trata-se de uma releitura de alguns clássicos sertanejos das antigas e outros não tão antigos assim. O repertório foi muito bem escolhido e traz canções que fizeram muito sucesso, como “Telefone Mudo”, de Franco e Peão Carreiro, “Tristeza do Jeca”, de Angelino de Oliveira, “A majestade, o sabiá”, da própria Roberta Miranda e várias outras. Se formos parar pra pensar, o nome do CD não retrata, na verdade, o repertório do disco, já que nem todas as músicas nele presentes fazem parte do chamado gênero “raiz” da música sertaneja.

Alguns pensam, provavelmente, que se trata apenas de mais um CD especial de músicas raízes. No entanto, temos que destacar os diferenciais desse CD com relação aos outros. Em primeiro lugar está a interpretação sempre antológica de Roberta Miranda. Nada do que ela canta é descartável. Principalmente quando ela canta músicas tão importantes para a música brasileira.

Em segundo lugar está a produção deste trabalho, de Luiz Carlos Maluly. No último CD/DVD da cantora (Roberta Miranda Acústico, de 2005), já se notava uma tendência dela de retirar influências da MPB e outros estilos “eruditos”, por assim dizer. Nesse novo CD, ela não se deteve apenas a regravar as canções. Ela modificou arranjos e deixou as canções com uma roupagem totalmente nova e inovadora, desta vez totalmente influenciada pela MPB. A produção do disco contou com músicos clássicos. Os arranjos de cordas do CD são fenomenais. Orquestrados de maneira primorosa. E os violões clássicos utilizados no CD, nem se fala. Nada desse exagero de cordas de aço que o pessoal costuma utilizar.

Em terceiro lugar, temos o repertório do CD, que foi cuidadosamente escolhido de forma a homenagear não só clássicos, mas também seus compositores. Temos duas canções de Mariozan, uma de Peão Carreiro, uma de José Fortuna, uma de Goiá, uma de Raul Torres e, claro, duas de Roberta Miranda, fora as outras canções do disco. Sem falsa modéstia, afinal de contas ela mesma deve ter consciência de que é a melhor compositora mulher da história da música brasileira.

E por último, mas não menos importante, a participação da cantora Maria Bethânia na canção “Guacira”, de Heckel Tavares e Joracy Camargo. Poucos cantores sertanejos têm a honra de dizer que gravaram uma canção com a participação dela, que é magnífica. É um encontro histórico, sem sombra de dúvida. Correram boatos, além disso, de que Ney Matogrosso gravaria uma participação na canção “A Majestade, o sabiá”, o que não aconteceu. O exército “contra-sertanejos” está cortando agulhas de tanta raiva.

Agora sem vínculo com gravadoras, assim como Chitãozinho & Xororó (inclusive, a distribuidora dos trabalhos de Roberta Miranda e Chitãozinho & Xororó é a mesma – Sky Blue), já é de se esperar trabalhos feitos com tanto capricho quanto esse. Roberta Miranda é, por si só, magistral. Mas agora, com um trabalho tão incrível, podemos incluí-la, sem sombra de dúvida, entre os monstros sagrados da música sertaneja.

Nota: 10,0

8 comentários
  • Eliana Herkstroeter: (responder)
    14 de julho de 2013 às 20:25

    I just want to say I am just very new to weblog and definitely savored you’re web page. Probably I’m likely to bookmark your blog . You definitely come with very good posts. Regards for sharing your web-site.

  • check out here: (responder)
    17 de julho de 2013 às 21:48

    I want to to thank you for this great read!! I absolutely enjoyed every bit of it. I have you book marked to look at new stuff you post…

  • wikipedia reference: (responder)
    18 de julho de 2013 às 17:00

    This is a topic that is close to my heart… Thank you! Exactly where are your contact details though?

  • visit site: (responder)
    20 de julho de 2013 às 04:47

    You’re so cool! I don’t believe I have read something like that before. So great to discover another person with a few unique thoughts on this issue. Really.. many thanks for starting this up. This web site is one thing that is needed on the web, someone with some originality!

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.