20 fev 2014 | Lançamentos
Roberto Nunes revive grandes sucessos no projeto “Essência Sertaneja”

O cantor Roberto Nunes lançou há alguns meses um projeto que promete agradar muito os saudosistas. O disco “Essência Sertaneja” traz diversos hits da história da música sertaneja, principalmente dos anos 80 e 90, interpretadas de forma fantástica pelo artista, que é reconhecido por sua grande qualidade vocal.

A ideia do Roberto era fazer um CD com canções sertanejas que marcaram sua vida mas que não fossem necessariamente as mesmas que costumam ser regravadas e tocadas com mais frequência, isto é, que não fossem clichês. A proposta foge um pouco inclusive do trabalho do Roberto Nunes, que tem se destacado nas baladas mais voltadas ao público que consome o “novo sertanejo” ou o “sertanejo de grife”.

O disco traz ainda a participação do locutor Mário Martinez, da Rede Massa. A ideia era que o projeto fosse inicialmente um programa de rádio com o Roberto Nunes e o Mário Martinez, consistindo basicamente num bate papo descontraído alternado com música. O projeto acabou, a pedido dos amigos, se transformando em um CD, que foi sendo copiado aos poucos pelos fãs e admiradores, tornando-se por fim uma febre nos churrascos de Curitiba e do interior do Paraná.

A intenção, segundo o próprio Roberto Nunes, é mostrar a grandeza, as letras apaixonadas e a complexidade de interpretação que essas músicas oferecem. Tudo isso com o intuito de valorizar os baluartes e as grandes duplas sertanejas que escrevem há décadas a história do gênero.

O projeto “Essência Sertaneja”, como vocês poderão conferir logo abaixo, sem dúvida é pra quem gosta de recordar e pra quem quer se desligar, ainda que apenas por um curto espaço de tempo, do formato atual do gênero sertanejo. Um trabalho primoroso, que vale a pena ser ouvido.

Abaixo, a playlist completa com as músicas do CD. Dêem uma lida na lista com os nomes (é só clicar no canto superior esquerdo) antes de ouvirem o disco só pra sentir a pressão, hehe. Para baixar, basta clicar AQUI.

16 comentários
  • Diogo Carvalho: (responder)
    20 de fevereiro de 2014 às 18:06

    Massa em… CD com uns modão pra lá de bom!!!
    TOP

  • Paulo Ricardo: (responder)
    20 de fevereiro de 2014 às 18:16

    Porra!O cara gravou “Olhos de luar”! Nao conhecia o cantor, e achei mto bom. Repertorio ótimo. Só achei desnecessario esse outro cara falando besteira. As vezes umas moda seria, ele diz umas gracinha em momentos inapropriados.

  • Katrine: (responder)
    20 de fevereiro de 2014 às 18:37

    Esse Cd é maravilhoso! Roberto tem uma voz maravilhosa e um carisma fora do comum!

  • Alexandre: (responder)
    20 de fevereiro de 2014 às 18:58

    Trabalho primoroso de um artista completo. Virou meu CD de viagem, faz o tempo passar rápido e prazeroso. Dá vontade de ouvir sempre mais.

  • Renan - SP: (responder)
    20 de fevereiro de 2014 às 19:22

    Qualquer semelhança vocal com Luan Santana é mera coincidência.
    Eu tenho um conceito comigo, que quando se faz um cover, ou tem que ser melhor que o original ou então diferente bem feito.
    Interpretação fraca, passando a mesma verdade de que o mundo acabaria em 2012.
    Arranjo está na cara, barzinho.
    Se eu quiser algo parecido, peço para os meus vizinhos cantarem pra mim, fica parecido ou até melhor.
    E os momentos cômicos (pra não dizer trágicos)?
    Não consegui ouvi tudo, e não foi falta de vontade…
    Tudo tem um limite…
    Aconselho aos mais desligados, se quiserem ouvir essas músicas, ouçam as originais, por mais que a sociedade e mídia queiram impor, que é feio, ultrapassado, responda:
    “Mas é bem feito”.
    OBS: Até o presado momento, o único comentário de um frequentador do Blog, é o do Paulo Ricardo, o restante, já da pra imaginar….
    Fãs, Empresário, funcionários, primo terceiro, “amigo”, periquito…
    Antes que venham me atacar, saiba que já estou preparado, como citei num post da semana passada:
    “Tem que ter disposição para apanhar”
    “O mundo não é um grande arco íris, é um lugar sujo e cruel”
    Obrigado Rocky Balboa pelos ensinamentos.
    E quando vocês vierem me atacar, correm o sério risco de serem ignorados.
    E se por acaso eu responder, não exitarei de bater pesado (devolver na mesma moeda).

    • Renan - SP: (responder)
      20 de fevereiro de 2014 às 19:30

      Ah, e se quiserem transformar esse Blog em baixaria, para melindrar os visitantes e comentaristas, por mim tudo bem, daqui não saio, e isso não afetará meus próximos comentários em nada.
      Não tenho medo de mundo capitalista, e nem de meio que adora uma sujeira.

    • Lucio: (responder)
      20 de fevereiro de 2014 às 19:54

      Cara, vai bater em cavalo! Vai viver um pouco, o CD é top, nada é bom pra vc!

      Parabéns Roberto!

      • Renan - SP: (responder)
        20 de fevereiro de 2014 às 20:02

        Esse é o lema que os iluminatis e reptilianos, querem que a população siga.
        Vai curtir, “Viver”, dançar…
        Quanto mais você rebola, menos sabedoria na cachola.

    • Enzo Gabriel: (responder)
      21 de fevereiro de 2014 às 07:39

      Não me ignore! Entrarei em depressão

  • Luciana: (responder)
    20 de fevereiro de 2014 às 22:11

    Nóssinhora!!!!! Uma cachaça, um torresmo e um prestobarba que dá pra rir e chorar demais ouvindo esse repertório. “Último adeus”, “Viola está chorando” e “Sonhei com você” eram músicas que minha mãe cantarolava o dia inteiro (saudade eterna). Boa iniciativa em resgatar clássicos do sertanejo raiz pouco explorados. E apesar de também não ter gostado dos comentários no decorrer das músicas, consegui entender a intenção do projeto em remeter à idéia de que se está ouvindo uma rádio, e não ouvindo um CD com releituras. Parabéns!

  • LUCIANO SILVA: (responder)
    20 de fevereiro de 2014 às 23:48

    O Roberto Nunes tem músicas bacanas
    (Outros Planos, Viola do Avesso, entre outras)
    http://som13.com.br/roberto-nunes

    Não achei que esse repertório dele seja de músicas pouco regravadas. Talvez “Pra mudar minha vida – ZC&L e Eu te amo demais – G&S” sejam, mas a maioria do CD não é. Pode ser questão de região, porque aqui em Minas e em Goiás quase todas as duplas regravam esse repertório aí. Israel e Rodolfo com o CD “Na terra do pequi” mostraram o que é regravar músicas pouco conhecidas.

    • Paulo Ricardo: (responder)
      21 de fevereiro de 2014 às 03:00

      As modas do Na terra do pequi sao pouco (ou nada) conhecidas, pq sao ineditas. E o q foi dito aqui é q as musicas foram poucas vezes regravadas, o q eu concordo. Além das q vc citou tem outras q foram pouco regravadas, pelo menos q eu me lembre:
      Olhos de luar
      Coração está em pedaços
      Me Mata De Uma Vez
      Mil corações
      Paredes Azuis
      Degrau Na Escada
      O medley do JP e Daniel
      So mais uma vez
      Ausencia
      E mais uma meia duzia.

      • LUCIANO SILVA: (responder)
        21 de fevereiro de 2014 às 18:51

        Paulo Ricardo, fiz confusão e citei do CD errado, na verdade é o Double Face – Modões do ZC&L (excluindo as músicas “Do outro lado da cidade e pout-pourri Telefone Mudo/Ainda ontem chorei de saudade”) que pode ser considerado como disco de músicas pouco regravadas e pouco conhecidas. Mesmo as músicas “Roupa de Lua de mel – G&G” e “Noite de tortura e Aguenta coração – C&Ralf” têm poucos registros com outros artistas. De toda forma essa iniciativa de se gravar músicas lado B que me parece ter começado com o Eduardo Costa só tem a somar, pois muitas músicas boas não foram devidamente trabalhadas em suas épocas. De repente, alguém acerta a mão nos arranjos e na interpretação e salvam-se belas canções esquecidas.

  • Renan - SP: (responder)
    21 de fevereiro de 2014 às 01:56

    Se é o Chitãozinho e Xororó ou outros afins que gravam essas músicas, são tachados como ultrapassados, ninguém mais curte, o gosto mudou, não serve de base…
    Aí colocam um rostinho novo, fazendo tudo maquiado que chegou até borrar…
    Mas daí vira modão, “trabalho primoroso”…
    Será que tem alguém isento, que não gosta de puxar a sardinha para o lado da juventude, ainda mais se for de Minas?

  • carlos: (responder)
    22 de fevereiro de 2014 às 12:36

    Ruim, musicas que normais, nada de novo.
    o cantor e razoavel,nada de mais também

  • Glenda: (responder)
    9 de dezembro de 2014 às 18:13

    Ótimo CD.Roberto Nunes. Você evoluiu clara e perfeitamente desde a primeira vez em que te ouvi há muitos anos. Parabéns.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.