28 jan 2013 | Notícias
Se não pode vencê-los, junte-se a eles…

Essa frase parece até final de desenho animado ou de história em quadrinhos da turma da Mônica, mas é a mais pura realidade quando analisamos a atual postura dos veteranos dentro do segmento sertanejo. Se há uns dois anos atrás o que víamos ainda era uma birra incessante por parte de alguns profissionais mais consagrados, hoje a ordem do dia é abraçar os novatos e, se possível, conduzí-los pelo melhor caminho possível dentro do tortuoso mercado sertanejo. Ou pelo menos demonstrar sempre o máximo de apoio. Ou ainda extrair deles todos os benefícios possíveis, no bom sentido.

Pioneiro nessa atitude de apoiar os novatos, Leonardo começou demonstrando interesse e respeito com o trabalho dos novatos quando participou do disco “Coração Apaixonou”, da dupla João Bosco & Vinícius. Mais ou menos na mesma época, a Paula Fernandes havia assinado com a Talismã. Se bem que o estilo musical da qual ela era adepta meio que a exclui dessa minha análise. Só citei pelo fato de ela também ser praticamente uma novata no ramo.

Mais recentemente, entretanto, foi que o Leonardo intensificou esse seu lado de apoiador dos novos talentos. Seu escritório, embora tenha perdido a parceria com a Paula Fernandes, fechou uma parceria com a “Efeitos”, que tem no casting Cristiano Araújo e a dupla Zé Ricardo & Thiago. Fora isso, o Leonardo está virando figurinha tarimbada em várias gravações de DVDs de artistas da nova geração, como a dupla Israel & Rodolffo e o cantor Eduardo Melo, participando de duas músicas em cada projeto.

Essa postura de apoiador assumida por ele coincide com suas recentes declarações de que pretendia diminuir o ritmo de shows depois dos 50 anos. Na frase mais marcante dita por ele nesse período recente, ele disse algo mais ou menos assim: “Já que num dá pra competir com essa galera, pelo menos vamos ganhar um dinheiro com eles”.

Chitãozinho & Xororó começaram a mostrar que aceitavam a nova realidade da música sertaneja quando decidiram incluir na trilogia de DVDs comemorativos aos 40 anos de carreira da dupla um disco só com artistas da nova geração, produzido também por um profissional da nova geração, o Ivan Miyazato. E agora consolidaram esse aparente respeito à nova geração colocando a dupla Fernando & Sorocaba como responsável pelo próximo disco da dupla, com o Fernando na produção e o Sorocaba na seleção de repertório e composição de algumas músicas.

O Daniel, apesar de ser notoriamente mais discreto, aceitou este ano a função de jurado num concurso de calouros que ajudaria a revelar novos talentos e assumiu desde o começo uma postura que indicava um apoio maior a artistas adeptos do novo sertanejo, como os cantores Danilo Dyba e Pedro Eduardo. Depois do fim da primeira temporada do programa, disse que pretende continuar apoiando o Danilo Dyba e que acredita muito no potencial dele.

Bruno & Marrone, talvez por saberem que são precursores de toda essa nova geração que aí está, convidaram Michel Teló e Jorge & Mateus para uma participação no mais recente DVD. Fora isso, aceitaram participar de recentes discos de vários nomes da nova geração, como João Bosco & Vinícius, Humberto & Ronaldo, e outros.

Mas o caso mais surpreendente de veteranos apoiando novatos é provavelmente o da dupla Zezé di Camargo & Luciano. Surpreendente porque até uns dois anos atrás todas as declarações da dupla davam a entender que eles abominavam todo e qualquer artista da geração universitária. Eles ainda faziam questão de ressaltar que os únicos artistas “novos” de quem eles gostavam era a dupla Victor & Leo.

De repente, como num passe de mágica, a postura parece ter mudado. Primeiro, participaram do DVD do cantor Luan Santana, gravado no Rio de Janeiro. Este ano, participaram do DVD da dupla Maria Cecília & Rodolfo. E de uns tempos pra cá, resolveram botar o Gusttavo Lima debaixo do braço e adotá-lo, rs. Parece exagero, mas é isso que está acontecendo. Zezé di Camargo & Luciano resolveram se tornar os novos “padrinhos” do cantor Gusttavo Lima. A parceria prevê a ajuda do Zezé na escolha do repertório e na produção do próximo disco. Fora que o Gusttavo Lima sempre dá uma palhinha nos shows da dupla, quando pode, como aconteceu em Americana e no Credicard Hall.

O que parecia ser impossível está de fato acontecendo. Os veteranos estão entendendo que as coisas mudaram, mesmo que a maioria dos fãs do período mais conservador custem a aceitar isso. Numa outra declaração de bastante impacto, o Leonardo disse o seguinte: “A vez hoje é deles. Todo artista tem seu tempo, eu tive o meu, e a gente tem que aceitar que as coisas são dinâmicas. Claro que tem gente ruim demais, que não canta nada, mas a gente tem que se importar com quem tem talento. Essa nova geração é forte demais, dou todo meu apoio”. A geração “universitária” já domina o mercado há pelo menos 6 ou 7 anos. Ainda lembro que muita gente dizia lá atrás que “ia passar logo”. Pelo jeito até os veteranos viram que não vai mais passar coisa nenhuma e que a única alternativa é aceitar as mudanças.

19 comentários
  • Werner: (responder)
    28 de janeiro de 2013 às 19:11

    Isso é bom demais pra musica sertaneja!! Só soma! Alias, é execelente a materia da veja desta semana (CAPA!!!)
    Longa vida a musica sertaneja!

  • vanessa brito: (responder)
    28 de janeiro de 2013 às 20:13

    Claro q td q é novo acaba tirando alguem da zona d conforto, faz com q surjam tentativas d emplacamento e só o tempo pra dizer quem sobreviveu ou ñ qtos clones ‘ZEZES’ñ havia nos anos 90? Eu já tenho bem nítido oq absorver dessa geração. Tem mt coisa boa e tbm lixo fonográfico rodando gosto é gosto.

  • vanessa brito: (responder)
    28 de janeiro de 2013 às 20:17

    Feliz d quem souber aproveitar como Leonardo ou Daniel pra tirar o pé do acelerador e continuar ganhando ao invés de ficar se achando inigualável, imbatível,inatingível

  • evertondantas.jmj@hotmail.com: (responder)
    28 de janeiro de 2013 às 21:10

    Esse Leonardo é um bixo fdp msmo, no bom sentido é claro. Esse cara é foda, esse tipo de declaração mostra a humildade que o cara tem em reconhecer que o tempo dele e da geração de sua época já ocorreu, que hoje tem gente nova no pedaço. Garanto que um fã do Leonardo, do CheX, ou de qualquer outro artista da velha guarda vai deixar de ser fã deles pra poder ouvir o sertanejo mais novo. Bem capaz que se tornem fã dos antigos e dos novatos, isso é fato !!! Ninguém nunca vai apagar o que esses caras fizeram pela música sertaneja, e eles sabem disso !!!

    • evertondantas.jmj@hotmail.com: (responder)
      28 de janeiro de 2013 às 21:15

      Esse Leonardo é um bixo fdp msmo, no bom sentido é claro. Esse cara é foda, esse tipo de declaração mostra a humildade que o cara tem em reconhecer que o tempo dele e da geração de sua época já ocorreu, que hoje tem gente nova no pedaço. Garanto que um fã do Leonardo, do CheX, ou de qualquer outro artista da velha guarda NÃÃOOO vai deixar de ser fã deles pra poder ouvir o sertanejo mais novo. Bem capaz que se tornem fã dos antigos e dos novatos, isso é fato !!! Ninguém nunca vai apagar o que esses caras fizeram pela música sertaneja, e eles sabem disso !!! Voltei pra corrigir antes que me xinguem kkkkk

  • adriano: (responder)
    28 de janeiro de 2013 às 23:39

    Acho que não é bem assim: se não pode com eles junte-se a eles,acho que por essas e outras frases que o nosso páis esta como esta, por isso que admiro a dupla chrystian e ralf, eles tem sua identidade, e defendem ela custe o que custar..acho que jamais veremos eles apoiando a nova geração….essa frase é tipo assim : se o que não presta ta fazendo sucesso vamos não prestar tbm afff ai nós ouvintes ficamos sujeitos a essas verdadeiras berraçoes de cantores e musicas que estamos ouvindo por ai…

    • emerson: (responder)
      31 de janeiro de 2013 às 09:26

      Cristiano Araujo, GL, Joao Bosco Vinius, LS, Fernando e Sorocaba, Paula Fernandes, Joao Carreiro e Capataz, esse vieram pra ficar, eles sao o padrao da nova geração, o resto e querendo subir na aba do sucesso, e esse ai representam mto bem a music asertaneja, tem alguns como Ze Henrique e Gabriel, Jads e Jadson, Kleo dibah e Rafael, Maiky e Lian, Fred e Gustavo, Ze ricardo e Thiago que eu espero que chegem neste aba o quanto antes pq sao feras demais.

  • Daniel Moreira: (responder)
    29 de janeiro de 2013 às 06:29

    Muito oportuno o texto, e concordo também com o que o Everton disse… não é porque estão surgindo novas forças dentro desse estilo musical, que deixaremos de ser fãs dos antigos. Todavia, há que se extrair o que há de melhor nessa nova geração, que não pode se limitar a letras e show mais bonitos, e sim o mais importante: Vozes diferentes. Dessa nova geração, só acho que se consagrarão mesmo por mais alguns anos, João Bosco e Vinicius, Victo e Leo, Jorge e Mateus, Cesar Menotti e Fabiano, Paula Fernandes e quiçá Luan Santana (ele tem melhorado a dicção). Os demais, é esperar pra ver.

  • Dolynho: (responder)
    29 de janeiro de 2013 às 08:26

    Tomare que os veteramos tenham pensado assim…

    “Vem cá molecada, já brincaram muito de compor essas besteiras, chegou a hora de ensinar como se faz sertanejo de verdade…”

    Que Deus me ouça.

    • Marcio: (responder)
      29 de janeiro de 2013 às 13:02

      Se Vc não sabe, até pouco tempo Fred e Gustavo faziam parte do grupo Vida Boa que pertence a dupla Victor e Léo que eram responsáveis pela carreira dos meninos.
      Agora eles estão trabalhando para lançar nacionalmente uma cantora muito talentosa chamada Nice silva que fez participação especial no DVD da dupla no ano passado e que terá seu CD lançado em breve pelo escritorio do VeL.
      Portanto vamos nos informar antes de sair falando inverdades por ai!!

  • Pantanal: (responder)
    29 de janeiro de 2013 às 08:32

    Hoje quem da o ritimo do mercado sertanejo é a nova geração. Nesse meio existe um extrato que vale a pena
    João Bosco & Vinícius, Kleo Dibah & Rafael, Israel & Rodolfo, João Carreiro & Capataz, Jads & Jadson ( que infelizmente não estouraram nacionalmente) e tem alguns outros bons por ai.
    É impressionante como o Victor & Leo não abriram um espaço para essa nova geração. Se acham muito acima do “bem e do mal” por terem trabalhos incontestáveis.

  • glauber: (responder)
    29 de janeiro de 2013 às 10:53

    cho bom a iniciativa de fernando e sorocaba produzirem chitao e xororo, de leonardo poiar a grande dupla israel e rodolffo e de zeze produzir gusttavo lima, isso é positivo para a musica.

  • Filipe Labret: (responder)
    29 de janeiro de 2013 às 11:21

    Já dizia Eliz: “É você que ama o passado e que não vê que o novo sempre vem.”

  • Victor235: (responder)
    29 de janeiro de 2013 às 17:54

    Teve também aquela parceria que o Zezé fez no último DVD do Hugo Pena & Gabriel, antes deles se separarem.

  • Cowboy @acheisertanejo: (responder)
    30 de janeiro de 2013 às 00:42

    Acho bacana esse movimento, as chances de um sertanejo de maior qualidade só aumentam, @Pantanal Felizmente o estouro nacional da dupla Jads & Jadson é só uma questão de tempo (1 ano mais o menos ao meu ver) com a gravação do dvd na Wood’s Bar e com a nova parceria com os irmãos Telo (Brothers, Michel Teló)

  • Fabio Nizza: (responder)
    30 de janeiro de 2013 às 10:53

    Em toda profissão tem essa fase de transição, mas tem muitos fãs que não respeitam o gosto alheio, como se fossem donos da razão, tem muita coisa velha que é ruim e vice-versa, o importante é respeitar as diferenças musicais, ou acham que CheX, Zezé e Cia., não sofreram “pré-conceito” quando surgiram na cena. Liberdade de expressão!!!

  • Cleyson Carvalho: (responder)
    30 de janeiro de 2013 às 18:44

    oh irmão zezé e luciano até hoje são as musicas mais tocadas, agenda lotada e vendagem de disco top, que merda mais vc quer falar! tem muita gente nova top Gusttavo lima, luan santana, jorge e matheus, cristiano araujo e muitos outros. mais zezé mudo vende e não sai da midia, é lenda marreco!

  • SÍLVIO: (responder)
    2 de fevereiro de 2013 às 23:50

    Marcão por falar no leonardo, gostaria de lhe pedir um grande favor, desenrola duas raridades do leonardo aí pra mim, uma se chama {o meu grande amor essa musica é da coletânia box todo seu, e a {receita pra frlicida} do cd da ana maria braga. agradeço-lhe desde já

  • Winfred Junior: (responder)
    14 de julho de 2013 às 16:38

    I just want to say I am all new to weblog and actually enjoyed you’re web-site. Very likely I’m going to bookmark your blog . You actually come with superb writings. Thanks for revealing your webpage.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.