03 nov 2013 | Lançamentos
Som Brasil Sertão 90 na íntegra e outras novidades da semana

Na sexta-feira passada a Globo realizou FINALMENTE um especial Som Brasil um pouco mais completo sobre música sertaneja. Eles já haviam feito um em homenagem a Zezé di Camargo & Luciano, em caráter comemorativo a mais um ano de carreira da dupla, mas ainda faltava alguma edição mais, digamos, ampla, com homenagens a mais nomes ou pelo menos a algum período significativo da música sertaneja.

Mesmo com todos os poréns, acabou rolando uma homenagem ao sertanejo dos anos 90. Quais poréns? Ora, a homenagem englobou apenas músicas de Zezé di Camargo & Luciano, Chitãozinho & Xororó, Leandro & Leonardo, Bruno & Marrone, João Paulo & Daniel e Roberta Miranda. Onde foram parar Chrystian & Ralf, Gian & Giovani e outros? Fora isso, o repertório incluiu diversas músicas do começo da década de 80, como “Fio de Cabelo” e “A Majestade, o sabiá”, e outras do começo do século XXI, como “Choram as Rosas”. O tema não era “Sertão 90”? “Choram as Rosas” já é de uma fase posterior. E as outras mencionadas de uma fase bem anterior. Fora isso, Bruno & Marrone só fizeram sucesso realmente na década posterior, o que os excluiria da fase “Anos 90”.

Outro porém, na visão de muita gente que assistiu, foi a mudança na harmonia de boa parte das músicas por alguns dos artistas participantes. Dessa opinião, no entanto, eu discordo. A proposta desse especial sempre foi imprimir novas roupagens a grandes hits. É claro, no entanto, que a versão de “Entre Tapas e Beijos” feita pelo Bonde do Rolê chega a ser desrespeitosa, já que os caras mudaram o jeito de cantar, a letra e tudo mais que podia ser mudado na música. A proposta do programa é mudar a roupagem das músicas, mas mantendo suas características principais, como letra e harmonia básica. O refrão foi totalmente desconfigurado, em todos os aspectos. Se não fosse o nome da música aparecendo no começo da interpretação, nem dava pra saber de que música se tratava.

Além do Bonde do Rolê, que transformaram as músicas em batidas de funk ou de tecnobrega, participaram também Chitãozinho & Xororó, cantando as músicas em versões tradicionais (uma delas com a participação de Roberta Miranda), Karina Zeviani, aplicando a típica pegada de diva de MPB, e o Lucas Lucco, que modernizou alguns hits com direito a arrocha em alguns dos refrões. No decorrer da semana vi muita gente reclamando da participação do Lucas Lucco como se tivesse sido a pior do especial. Me desculpem, mas vejo isso mais uma vez como preconceito, como têm sido boa parte das opiniões referentes a ele nos últimos tempos. “Fio de Cabelo” talvez tenha sido bastante ousada e arriscada, mas nada que valha uma saraivada de pedras. Pelo contrário. Podem me xingar bastante nos comentários, mas eu gostei. E muito. Na verdade a única coisa que detestei nesse especiaal foi, como eu disse, a versão do Bonde do Rolê para “Entre Tapas e Beijos”.

Além desse especial, as playlists abaixo trazem dois novos clipes lançados pela Caverna Filmes essa semana (o primeiro vídeo do DVD da Nayara Azevedo, com o Mr. Catra, e o novo clipe do Jaime Jr.) e a música nova da dupla Jorge & Mateus, lançada no site da Bavaria na última sexta.

Divirtam-se.

* MP3

* Clipes

1) Som Brasil Sertão 90 / 2) Naiara Azevedo – Mulher Não Trai (clipe Oficial) HD / 3) Tequila – Jaime Jr (Clipe Oficial HD) / 4) Chitãozinho e Xororó – Evidências / 5) EDUARDO & RAFAEL – MEMÓRIA/FRENTE A FRENTE / 6) Você Não Sabe Amar – Chico Rey & Paraná – Cantos & Cordas – Acústico / 7) De Lá Pra Cá – Chico Rey & Paraná – Cantos & Cordas – Acústico / 8) Saudade de Nós Dois – Chico Rey & Paraná – Cantos & Cordas – Acústico / 9) Luan Santana – O nosso tempo é hoje (Oficial) – Novo DVD 2013 / 10) Guilherme & Santiago – Jogado na Rua (Clipe Oficial) / 11) Alex & Willian – Ainda (Clipe Oficial) / 12) Ls Jack – Sem Radar (Bruno Cássio e Alexandre cover acústico) / 13) HENRIQUE E DAVI #VAMO APOSTAR? CLIPE (OFFICIAL HD) / 14) Ricky Mendez – Villa Mix (Clipe Oficial em Full HD) – Alta Definição / 15) Ronaldo Strada e Raphael – Pode ir – Clipe Oficial / 16) Tiago & Dyego – “Cê Tá Ficando Louca” (Clipe Oficial) / 17) KADUKÁ – VIDEO OFICIAL #2013 / 18) Lu & Robertinho – Scar Tissue – Gaveta / 19) P!nk_Just Give Me A Reason – Gusttavo Lima_Diz Pra Mim (Thiago Farra ft. Lu e Robertinho) / 20) ROMÂNTICO DEMAIS (BARRACA DO ALEMÃO) – JUNIOR E MARCONI – ENSAIO

25 comentários
  • Moda Boa: (responder)
    3 de novembro de 2013 às 14:58

    Corcordo contigo Marcão, a participação do Lucas Lucco foi boa, mas o bonde do rolê…
    Gostei muito do arranjo que o Lucas Lucco colocou na musica pense em mim. http://www.youtube.com/watch?v=L47CB72ZjO8

    • goiano: (responder)
      3 de novembro de 2013 às 23:04

      Para a lambança desse som brasil ter ficado melhor so faltou Israel novaes, Tiago Brava, Gabriel Gava,etc.kkkkkkkkkk hein Renan, luciano, etc

      • LUCIANO SILVA: (responder)
        4 de novembro de 2013 às 13:41

        Eu senti falta da Furacão 2000, do Mr. Catra, do Naldo e da Anita.

    • Boré Loureiro: (responder)
      5 de novembro de 2013 às 13:35

      Lucas Lucco não colocou nada.

  • LUCIANO SILVA: (responder)
    3 de novembro de 2013 às 15:20

    Avaliações individualizadas e o resultado final.
    Ch&X – façam como Chrystian e Ralf, fujam destas homenagens de araque. REPROVADOS
    LUCAS LUCCO – não representa a música sertaneja, poser e aproveitador do genêro – REPROVADO
    BONDE DO ROLE – 100% de aproveitamento zero para o sertanejo – REPROVADOS
    KARINA ZEVIANI – incorporou a boa MBP ao sertanejo – APROVADA
    ROBERTA MIRANDA – músicas sertaneja eterna – APROVADA

    • LUCIANO SILVA: (responder)
      3 de novembro de 2013 às 15:23

      ROBERTA MIRANDA – música sertaneja eterna – APROVADA – corrigindo a concordância.

  • Renan - SP: (responder)
    3 de novembro de 2013 às 15:29

    Marcão, antes de dar um copiar e colar do meu comentário de dias atrás a respeito do tema, quero dizer que Lucas Lucco, fez versões muito artificiais de um genero que passa longe disso, que é o “sertanejo sofrido” o “Caipira passional” ele quis modernizar uma coisa que não pede inovação, e sim paixão, verdade, portanto o Lucco foi uma escolha errada.
    Concordo com você sobre a inclusão do Bruno e Marrone (dupla modinha dos anos 2000, apesar de bons trabalhos na década de 90, mas a fraca “Choram as Rosas” é de outra época), e a exclusão de Chrystian e Ralf, Gian e Giovanni (tinham mais sucessos na década), Adalberto e Adriano, Cleiton e Camargo, Mauricio e Mauri, também tiveram bons momentos nos anos 90, e poderiam ser incluidos, pelo menos uma música de cada.
    Aqui vai o meu comentário de dias atrás, só que editado:
    Colocaram um grupo de funk de Curitiba que assassinou as músicas.
    Lucas Lucco, tirou o sentimento das músicas, e colocou a vertente “Tô nem aí” da playboyzada baladeira nas canções.
    Agora aquela moça que cantou sozinha, colocou um certo requinte nas músicas, deu até a impressão que aqueles clássicos, foram feitos por Chico Buarque, Maria Bethania…. E não por Joel Marques, Cesar Augusto….
    Acho que seria mais interessante se o repertório fosse baseado mais no lado B, lado desconhecido do povão, e também poderiam ter tido músicas de duplas de menor sucesso também, mas que tem um bom repertório.
    Com relação a outros Som Brasil, esse deixou um pouco a desejar em todos os sentidos.
    A melhor parte foi o encerramento, onde Leandro e Leonardo cantaram junto com Chitãozinho e Xororó num circo, “Romaria”, o Leandro chegou até fazer a primeira voz, como eu gosto dessas duas duplas, são as melhores de todos os tempos em termos de repertório, e com grande qualidade vocal, foi através de Leandro e Leonardo que eu começei a gostar de sertanejo.

    • antonionetho: (responder)
      4 de novembro de 2013 às 22:19

      Renan Falou Tudo!!!!Concordo em Gênero Numero e Grau!!!

  • Alan: (responder)
    3 de novembro de 2013 às 17:09

    A Globo como sempre, Puxando saco dos AMIGOS e exotanto o chrystian e ralf, com sempre fizeram. Tirando “entre tapas e beijos” que ficou uma bósnia, o especial correu bem, e apesar do repertório do lucas lucco nao ser lá grande coisa, também gostei da participação dele, com ressalvas é claro. Boa homenagem, para a época que a Globo ganhou muito (dinheiro) junto com os AMIGOS nessa era. Orra, chamar “Choram as Rosas” de fraca é meio demais.

    • Renan - SP: (responder)
      3 de novembro de 2013 às 17:34

      Alan, a parte fraca de “Choram as Rosas” é no refrão (no meu gosto):

      “Choram as rosas
      Porque não quero estar aqui
      Sem seu perfume
      Porque já sei que te perdi
      E entre outras coisas
      Eu choro por ti…”

    • Renan - SP: (responder)
      3 de novembro de 2013 às 18:05

      Alan, uma ressalva, como disse uma vez Zezé di Camargo:

      “O Amigos foi uma amizade que provocou um programa, e não um programa que provocou uma amizade”

      As própias duplas que idealizaram o projeto, e a Globo comprou a idéia, e o Amigos existe antes de 95 (antes da Globo), começou em São Caetano 1994.
      E o Chrystian e Ralf participaram de vários deles, como em Campinas 1994, Paulinia 1996, e do semanal Amigos e Amigos duas vezes durante o ano de 1999.
      A única coisa que eu mudaria nesse belo projeto, seria tirar ZC e L, e colocar Chrystian e Ralf no lugar, assim me soaria mais verdadeiro e menos comercial.
      E o Zezé deve muito a esse programa, ele que levantou a bola da dupla nas capitais, SP e RJ, a dupla ficou bem escorrada nas costas dos mais elitistas Ch e X, L e L, que vendiam (e venderam mais) e também atingia a elite, coisa que o ZC e L só conseguiram no final de 90, ainda assim a conta gotas.

      • Alan: (responder)
        3 de novembro de 2013 às 21:44

        Exatamente. A Globo comprou a ideia, e sempre achei que a Globo dava destaque demais para “os três grandes” mesmo com Chrystian e Ralf participando. Eles fazem bem em não participar dessas comemorações, nunca vi The Who ou Queen comemorando 20 ou 30 anos de fim de banda ou de carreira, no máximo a gravadora lança uma coletânia, mas nada envolvendo diretamente os artistas. CH&X eram populares mas não vendiam tanto como ZC&L e L&L. Eles começaram a decair em vendas em 1993 enquanto ZC&L bateram um milhão em vendas de 1991-2001 e L&L vendiam bem também.

  • Rafael Cesar: (responder)
    3 de novembro de 2013 às 17:20

    Acho bacana atitudes da dupla Chrystian & Ralf de fugir desses eventos, desses modismo, dessas comemorações de tantos anos de carreira de tal artista, acho que isso não tem nada a ver.Detestei esse som Brasil,artistas que não passaram um pingo de sentimento, arranjos sem propósito a musica.
    Acho que os próprios artistas de interpretaram tal musica nos anos 90 que deveriam se apresentar e se homenagear.Artistas dessa geração não merecem gravar essas grandes obras fora que foram artistas de outros generos estragar as musicas, nada contra que é de outro genero que regrava musica, mas isso ai foi a maior palhaçada.Nota 0 para esse som Brasil.

  • goiano: (responder)
    3 de novembro de 2013 às 22:55

    Como já tinha me manifestado em post anterior. Esse lucas “Lucro”, capitaneado pelo seu sagaz empresario Sorocaba assassinou todas as canções, inovar uma coisa, agora destruir a originalidade é fato diverso. Para nao ser radical, ele foi razoável apenas. Mas, os anos 90 não se limita a zeze e luciano, Ch e x, e Leandro e leonardo como os amigos acima relataram. E, considero muito salutar a opinião de cristian e ralf em não fazer participações. Isso mostra quanto eles são diferenciados. E, torço que para que tenha mais musicais que valorize a musica sertaneja, mas que pelo menos tenha mais conteúdo e qualidade.

  • Alan: (responder)
    3 de novembro de 2013 às 23:29

    Hoje ouvi na rádio “Diz Pra Mim” do Gusttavo Lima, e me veio na cabeça os álbuns Do ZC&L de 1998-2001, e noto como são parecidos os ritmos. “Diz Pra Mim” e “Sufocado” tem muito em comum. Os anos 90 foram a ponta do iceberg do pop que se ouve ouve hoje, de modo mais acentuado.

  • Marco Gommes: (responder)
    4 de novembro de 2013 às 00:04

    A versão de “Entre Tapas e Beijos” feita pelo Bonde do Rolê foi uma das coisas mais horríveis que já presenciei na história da tv, que me perdoem, mas aquilo me ofendeu como fã de música.

  • João Marcelo: (responder)
    4 de novembro de 2013 às 00:12

    Achei esse Som Brasil PÉSSIMO, HORRÍVEL!!!

  • Fábio Roque: (responder)
    4 de novembro de 2013 às 10:39

    Só salvou Chitão e Xororo!

  • Ray Cesar: (responder)
    4 de novembro de 2013 às 11:30

    realmente entre tapas e beijos foi uma falta de respeito… deu nojo

    • Fábio Roque: (responder)
      6 de novembro de 2013 às 12:13

      Falta de respeito é esse bonde do rolê! Bicho, isso é um lixo, pega na rua total!!!
      Cantaram todas debochando do sertanejo, sem nenhum pingo de respeito!

  • antonionetho: (responder)
    4 de novembro de 2013 às 22:23

    Gente nao acredito que passaram essa versao ridicula da musica entre tapas e beijos…. A Globo desse jeito esta desmoralizando o sertanejo…

  • adriano: (responder)
    5 de novembro de 2013 às 00:39

    Pessoal não é de hj que a globo gela a dupla Chrystian e Ralf …..como também a própria dupla repudia a globo …tanto é que anos atrás avisou a dupla no domingão do faustão a semana inteira …ai no dia por motivos tecnico ele não cantaram inclusive nesse dia o chrystian faria parte daquele quadro sacos de risadas contudo a dupla ate foi ao programa porém se recusaram a cantar pelo fato de alé da globo querer combrar um preço absurdo por 03 musicas que eles iriam cantar…ainda estipularam um tempo que segundo o prorio ralf mau dava pra cantar a primeira….depois disso a relação globo e a dupla que ja não era boa ..findou de vez …esse fato foi na divulgação do cd ” De volta” Dizeres do Ralf ” nunca precisamos dessa emssora pra fazer sucesso e não seria hj que vou me sujeitar a isso”

  • Cleito Silva: (responder)
    5 de novembro de 2013 às 10:51

    Pelo Amor de Deus,mais que isso que acabar mesmo com o Sertanejo mesmo desse jeito uoa,por isso não assisto essa Globo!!

  • Marcelo Costa: (responder)
    5 de novembro de 2013 às 17:35

    Alguem reparou que em Dormi na praça, esse bonde sei la o que tambem assassinou a letra?

    “Me bata, me beija, faça um filho comigo”

    Que porcaria é essa????

  • DOUGLAS ERNANE: (responder)
    10 de novembro de 2013 às 01:43

    GALERA SEM QUERER TIRAR MERITO DE CHI E XORORO, ZEZE E LUCIANO, LENADRO E LEONARDO, E OUTROS.
    COMO EXCLUIR A DUPLA CHRYSTIAN E RALF ? A DUPLA QUE CONSEGUIU LEVAR A MUSICA SERTANEJA PRO HORARIO NOBRE, COM MUSICAS: NOVA YORK, CHORA PEITO, SAUDADE-TEMA DA NOVELA PACTO DE SANGUE, ESSE LP VENDEU 1 MILHAO E 200 MIL LPS, FOI A PRIMEIRA DUPLA ATINGIR ESSA MARCA, ALCANÇADO SOMENTO PELO REI ROBERTO CARLOS, NO FINAL DOS ANOS 80 E INICIO ANOS 90 ELES FIZERAM TODOS OS SOM BRASIL SERTANEJO E DE ESPECIAL: RAUL SEIXAS, FIM DE ANO E OUTROS. ERAM O SHOW MAIS CARO DA EPOCA COMO MOSTRA UMA REVISTA VEJA DA EPOCA, A RICHA COM A GLOBO E ANTIGA O CHRYSTIAN GRAVOU 14 TEMAS DE NOVELA PRA GLOBO E NAO RECEBEU NADA DE DIREITOS, E SEMPRE TIVERAM UMA RELAÇAO DESGASTADA, POIS SAO MUITO AUTENTICOS, NAO SE CURVAM.
    CHRYSTIAN E RALF FAZEM PARTE DE UMA GERAÇAO DE CANTORES EXELENTES, E QUE DEIXARAM SUA MARCA ETERNAMENTE, QUEM NAO SE LEMBRA DO SOM BRASIL-CAMPINAS, QUE ELES FORAM A MAIOR ATRAÇÃO E MELHOR, SE TIVEREM VIDEOS VCS VAO VER, DESTE SOM BRASIL QUE FIZERAM O AMIGOS E ELES FICARA DE FORA POR NAO ACEITAM ALGUMAS COISAS QUE OUTRAS DUPLAS ACEITAM.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.