Arrocha – o ritmo da temporada

Publicado por Marcus Vinícius | 7 mar 2012 | destaques, textos especiais
israel novaes

Mais um post da nossa série “constatação do óbvio”. Demorei tanto a escrever sobre esse tema (apesar de falar há meses que eu iria escrever alguma coisa a respeito) que o que vou falar aqui já é sabido por todos e está mais claro e evidente do que nunca. Mesmo assim, acho que ainda vale uma postagem.

De repente o arrocha se tornou o novo “ritmo padrão” da música sertaneja. O ritmo que não é (ou é, dependendo da forma como se analisa) nem dançante e nem romântico, nem uma coisa nem outra, ou as duas coisas ao mesmo tempo, e que talvez por conta justamente disso acabou caindo no agrado de uma grande parcela do público sertanejo, estimulando muitos artistas a incluírem músicas gravadas nesse ritmo em seus repertórios, seja integralmente ou apenas no refrão, o que é mais comum.

Pela primeira vez o nordeste influencia a música sertaneja sem ser necessariamente pela regravação de grandes hits já estourados por lá. Ao invés de apenas importar canções nordestinas (prática que atingiu seu ápice o ano passado, quando os dois maiores hits sertanejos do ano foram justamente canções já gravadas por bandas nordestinas, sendo que um deles se tornou hit mundial já com mais de 200 milhões de visualizações no Youtube), a música sertaneja passou a incorporar um ritmo nordestino, o que por si só já é louvável.

Para quem não vive nesse planeta, o arrocha se caracteriza pela pegada sensual. No nordeste, onde o ritmo nasceu, o arrocha é mais swingado, um pouco mais lento, mais romântico. Ele se originou da seresta, passando a adquirir os contornos contemporâneos por influência da música brega e romântica. A música sertaneja incorporou o ritmo, mas acrescentou bem mais “pressão”, tornando-o praticamente uma alternativa ao sertanejo dançante, como o vaneirão e suas vertentes. Veja as diferenças logo abaixo.

* Arrocha nordestino – Tayrone Cigano e Zezito – “Sua Paixão Proibida”

* Arrocha sertanejo – Israel & Rodolfo – “Vacilou, perdeu”

Na verdade, a arrancada do arrocha representa o início da retomada do comando da música sertaneja pelos goianos, depois de perder por um bom tempo o posto para os artistas sulmatogrossenses. A história do arrocha na música sertaneja, aliás, começa com os goianos. A incorporação do ritmo ao nosso segmento começou há pouco mais de 3 anos. Me corrijam se eu estiver errado, mas o primeiro grande hit a trazer a pegada do arrocha foi a música “Não vou mais chorar”, gravada pela dupla João Neto & Frederico no ano de 2009.

Essa música na verdade foi uma regravação. A dupla Maurício & Eduardo já havia gravado, inclusive com praticamente o mesmo arranjo e com produção do Bigair Dy Jaime e do Raynner Sousa. Vejam abaixo a primeira versão dessa música.

Acontece que antes dessa música se tornar sucesso, alguns artistas sertanejos já se arriscavam em trazer para o segmento as características desse ritmo nordestino. Alguns, aliás, foram mais longe e trocaram de fato o arrocha nordestino pelo sertanejo, como foi o caso do Léo Magalhães. Vejam abaixo, por exemplo, um vídeo de sua fase pré-sertaneja.

Entre os primeiros artistas sertanejos a se arriscarem na onda do arrocha, a banda Rosas do Vento, também de Goiânia, foi a que o fez de forma mais escancarada. Em um DVD gravado pela banda no início do ano de 2009, boa parte das músicas trazia essa pegada. Vejam abaixo alguns vídeos, um deles inclusive com a participação de um franzino Gusttavo Lima.

* Atração Fatal

* Jeito de Menina

* Calafrio – com Gusttavo Lima

Talvez o momento em que de fato o sertanejo encontrou o arrocha e percebeu nele seu grande potencial foi com o sucesso da canção “Minha mulher não deixa não”, gravada originalmente pelo Reginho e banda Surpresa e depois regravada por trocentos artistas sertanejos. Muitos sertanejos regravaram a música no ritmo original. Outros, no entanto, mudaram o ritmo. O próprio Reginho chegou a regravar a música com a participação do Gusttavo Lima e com produção do Dudu Borges mas com a levada diferente. Vejam abaixo duas versões com o próprio Reginho. A primeira com o Xandy do Aviões do Forró e a segunda com o Gusttavo Lima.

* Com o Xandy

* Com o Gusttavo Lima

Com o tempo, provavelmente percebendo o potencial dessa nova mistura de ritmos, artistas de outras regiões começaram a se aventurar no arrocha. O que se observa, entretanto, é que a entrada do arrocha na música sertaneja se deu de forma gradativa. Nos primeiros anos dessa incorporação, ninguém se arriscou a gravar uma música inteira nessa pegada. As músicas traziam uma parte em balada (comum às músicas do subgênero universitário) e outra (quase sempre o refrão) em arrocha. Até hoje, aliás, o que mais se observa é essa métrica, com músicas que misturam os dois ritmos. Vejam abaixo dois exemplos recentes.

* Luan Santana – Nêga (a parte “B” da música, ou o “estribilho”)

* Juninho Bessa – Vou dar o nó em você

Acontece que a galera aparentemente já está deixando de lado esse receio de incorporar definitivamente o arrocha à música sertaneja. Alguns artistas (poucos ainda) já estão gravando músicas totalmente tocadas no arrocha, sem a regrinha da “primeira parte em balada”. No seu novo DVD, o Cristiano Araújo ousou e acelerou ainda mais a pegada na música “Hoje eu sou seu meu bem”. A dupla Zé Ricardo & Tiago, do mesmo escritório do Cristiano Araújo, já lançou a primeira música do primeiro DVD, “Sinal Disfarçado”. Trata-se também de uma música 100% arrocha com a participação do Israel Novaes. Vejam abaixo as duas canções.

* Zé Ricardo & Tiago com Israel Novaes – Sinal Disfarçado

* Cristiano Araújo – Hoje eu sou seu meu bem

Por falar em Israel Novaes, aliás, ele é a representação mais evidente desse caminho para o qual se dirige a música sertaneja, principalmente entre os artistas goianos. A Audiomix, que gerencia artistas como Jorge & Mateus, Gusttavo Lima e outros, agora aposta as fichas num artista que é praticamente 100% arrocha. A primeira música dele, “Vem ni mim Dodge Ram”, se tornou hit sem que ele precisasse fazer um show sequer. Seu primeiro show, aliás, foi no último domingo na Villa Mix, em Goiânia. E ele já lançou uma segunda canção, também em ritmo de arrocha, mas um pouco mais parecida com os arrochas nordestinos, por conta da levada mais “light”. Ouçam abaixo as duas canções.

* Vem ni mim Dodge Ram – com Gusttavo Lima

* Depende

Curiosamente, acho que nem o próprio Israel Novaes tinha noção do potencial do arrocha. Vejam abaixo um vídeo gravado por ele em que ele canta uma versão “vanerão” da “Vem ni mim Dodge Ram”.

Como eu disse, o arrocha sertanejo é característico principalmente entre os artistas goianos, e provavelmente por isso um produtor goiano esteja se destacando mais que os outros nesse ritmo. Muito do destaque obtido pelo Bigair Dy Jaime em suas produções recentes se devem justamente à sua facilidade em produzir arrochas.

Vejo essa incorporação do arrocha ao gênero sertanejo de forma bastante positiva. Afinal de contas, essa mistura tem acrescentado uma nova pegada à música sertaneja, modernizando ainda mais o gênero e impedindo que ele se torne um clichê. O meu medo, no entanto, é que o arrocha, assim como aconteceu com a balada universitária, acabe se tornando mais do mesmo, que todo mundo passe a gravar coisas parecidas e ninguém mais se preocupe em acrescentar algo novo ao gênero. Beber da fonte do arrocha é saudável. Mas é sempre bom lembrar que uma hora a fonte seca.

Adendo:

Na verdade só tenho uma única reclamação sobre o arrocha: por que é que TODO artista que grava um arrocha tem que falar “arrocha, arrocha, arrocha” antes da música começar a ser tocada nesse ritmo? Acho que todo mundo já sabe que é arrocha, porra!!!

54 Comentários

  1. Werner disse:

    rsrsrsrsr… concordo marcao! E o adendo foi perfeito!! rs

  2. Filipe disse:

    ASHUHASuhsha

    Cara, o adendo valeu o texto inteiro!

  3. Mikaelly disse:

    Um dos melhores textos que eu já li por aqui. Parabéns Marcão mais uma vez. A gente percebe essa nova onda de arroxa tmb porque todo dvd que ta sendo gravado agora tem uma ou duas musicas de arroxa. Gusttavo Lima já até confirmou a presença do Leo Magalhaes.

  4. Victot mess disse:

    Um lanca um arrocha e estora ai td mundo vai atras…kkkkkk

  5. Hidson Guimarães disse:

    Essa metalinguagem é comum quando o ritmo está se consolidando fora do seu lugar de origem. Garanto que muita gente aqui em Minas que ouve sertanejo ainda não sabe o que é arrocha, então “faz parte” esse tipo de fala no início da música.

    É possível fazer uma comparação bem clara do arrocha nordestino com a bachata da República Dominicana, ambas beberam na mesma fonte. Só que a bachata também virou uma dança a dois, coisa que não pegou tanto no arrocha. Dá uma olhada na música Dos Locos, que o Aviões do Forró regravou como forró elétrico com o nome “Tontos e Loucos, mas que no original soa muito como arrocha.

  6. Adalton Sertanejo disse:

    Até que enfin alguém falou do arrocha na música sertaneja. Esse ritmo veio pra acresentar e virou mania, é bom pra ouvir e dançar quando bem gravada e bem cantada. Ótima matéria. Valeu.

  7. Elias Ramon disse:

    Em 2009 explodiu o batidão “Chora me liga”
    Em 2010 a balada “Meteoro” (a baladinha já existia mais meteoro foi a consolidação hehe)
    Agora invém os arrocha hehehe
    Bão tamen né!

  8. André Cruz disse:

    “Arrocha, arrocha, arrocha…” Kkkkkkkkkkkk
    Show de bola essa matéria, a “pegada do arrocha” tem agradado cada vez mais.

  9. Teco disse:

    Arrocha !!! Arrochaaaaa !!! Arrrrroooooochaaaaaaaaa !!! há, é mui dificil sô.

    O texto foi bom sim, mas eu preferiria que o que estivesse voltando eram as guarânias, os cururus, o chamamé, entre outros perolas perdidas … ( a guarania nem tanto confesso ) mas tem grandes ritmos na nossa musica que simplesmente não existem mais, e nem musica de compasso composto são só esses 4/4 terríveis !!!

    • diogo disse:

      Da uma procurada no histórico do blog, ano passado o marcão fez um post só de guarânia

      • teco disse:

        Eu sei, só que o post foi uma questão de comentário em quem canta uma guarânia para atingir um status diferenciado na musica sertaneja. Não era uma colocação em que se diz, Hóoo o que domina no sertanejo agora é a ” guarânia ” isso seria um sonho !!!

  10. Flavio disse:

    Cara, parabéns pelo texto. Quem acompanha a música sertaneja realmente deve ter percebido essa forte tendência do arrocha pra esse ano.

    Também não consigo lembrar de nada antes da “Não vou mais chorar” com esse arrocha mais “sertanejo”. Detalhe é que a música é de composição do Eduardo Dias, da dupla Mauricio e Eduardo, que é autor, entre outras, de “Coisas Exotéricas”.

    Eles gravaram a música em 2008, antes de João Neto e Frederico, já com essa pegada de arrocha. Na verdade o arranjo do JNeF é práticamente o mesmo da dupla. Não sei se o Maestro Pinocchio participou da produção do disco do Mauricio e Eduardo. É algo até que gostaria de saber, já que se foram os caras que começaram, foi uma grande sacada que começou em 2008, com uma dupla que ainda não teve grande destaque, e que está refletindo no cenário nacional de hoje.

    De qualquer maneira, não tira o mérito do Pinocchio e também do Léo Magalhães pelo sucesso do arrocha no sertanejo.

  11. Sertanejo antenado disse:

    olha o arrocha, arrocha, arrocha aí hein? não esquece do arrocha, arrocha, arrocha viu? quando eu vejo ela eu grito vem e arrocha, arrocha, arrocha tá? e o marcão escrevendo esse texto só tenho a dizer: vai ter arrocha, arrocha , arrocha o ano inteiro!! kkkkkk

  12. Raynner Sousa disse:

    Marcão a Não vou mais chorar já estava produzida antes
    Por mim e pelo Bigair Dy Jaime, pela dupla Maurício e Eduardo, com o arrocha na produção do João Neto e Frederico apenas copiaram o que já estava feito abraço

  13. philipe disse:

    o primeiro grande hit a trazer a pegada do arrocha foi a música “Não vou mais chorar”, gravada pela dupla “Cleber e Cauan” de Brasilia-DF no ano de 2009.

  14. allan jhones disse:

    vi UM mesmo GAITEIRO EM 3 BANDAS, hehe

  15. emerson disse:

    O ” arrocha” esta cada vez mais presente, eis a galera que quer fugir pouco do estilo universitario, muitas duplas tem gravado e ficado bom como disse marcao, Israle e Rodolfo e Cristiana Araujo acertaram na lata, Ze Ricado e Thiago tmb ficou bom, alias este dvd do Israel e Rodolfo e mto bom, pena que nao tem tanta divulgação e midia, ele gravaram arrocha, universitario, guarania(marca evidente fod@@ demais) romantica, tem de tudo, eu acho que deviam ser gravadas mais guaranias, o estilo e mto loko e com alguma letras de musicas ficam show de bola, visto ” marca evidente”

  16. Fábio Roque disse:

    Já que citaram a dupla Maurício e Eduardo…
    Os caras tem um outro “arrocha” fantástico que é a música “Quem vai chorar”.
    Tiro o chapéu pra eles, muito boa a dupla.

  17. leandro henrique disse:

    boa matéria marcão !!olha o arocha arocha kkkkkkkkkkk

  18. Allysson Araújo disse:

    aeeee MARCÃO ! tu é muito fod@ cara !
    eu tava louco pra ler uma matéria sua sobre esse tema.
    meus parabéns, mandou BEEMZAÇO como sempre.

  19. LC disse:

    Boas! Qual a próxima moda?
    (faltou esse arrocha: http://www.youtube.com/watch?v=yOk-hnN1Yc0)

  20. Daniel Assis disse:

    ótimo texto Marcão! :D

  21. Leo disse:

    Ótimo texto! Parabéns! Marcão, Victor e Leo anunciaram a gravação de mais um DVD ao vivo em Florianópolis, no dia 28/03/2012. Esta informação procede?

  22. Polyana disse:

    “Adendo:
    Na verdade só tenho uma única reclamação sobre o arrocha: por que é que TODO artista que grava um arrocha tem que falar “arrocha, arrocha, arrocha” antes da música começar a ser tocada nesse ritmo? Acho que todo mundo já sabe que é arrocha, porra!!!”

    Fiz o meu comentário de suas palavras!

  23. Daniel disse:

    Pra quem ainda não conhece completamente a história do Arrocha é só acessar o site oficial do arrocha na Bahia> http://www.portaldoarrocha.com.br/ está em um balão vermelho a esquerda…valww…

  24. tauane disse:

    oi prazer sou a tauane de guaira israel novaes queria saber como q vc chegou nessa carreira derepente possou fuado primeiro queria a dizer pra vc que eu sou a sua fã numero1 parabens pra sua mae e o seu pai pq eles fez vc muito bonito ai seu te pego queria a diz que eu vou deixar o meu numero aqui 01792221391 mais tenho certeza q vc nao vai liga mais deixei aqui muito obrigada vc esta de parabens com esta carreira sua siga hem frente que vc vai chega onde vc que chega vai ja chegou vc e o melhor cantor vc esta de parabens bjão saudadess queria conheçe vc persoalmente mais hum dia esse sonho vai se realizar bjaooo quero que vc me responde viu me add no msn tataguaira2008@hotmail.com

  25. lethycia faria disse:

    ti amu israel novaes bjusssss sucesso

  26. RENATA DIAS disse:

    queria te conhece so sua fã sabem o meu sonho ta bem e sé catora todo que eu quero na minha vida mais sabem sim eu fira catora queria cata com vc!!!!!!!! te adoro muito

  27. Mario Santos disse:

    Eu que sou baiano tenho alguma contribuição a dar. O Arrocho surgiu quando os tocadores de música brega passaram a usar uns teclados melhores aqui com bons midis e passaram a dar uma pegada mais acelerada e gostosa no ritmo, isso lá pelo início dos anos 2000. Eu descobri em 2003 um com um tal de Silvano Salles (um dos mais famosos da Bahia até hoje), e a coisa não é apenas o ritmo mas a dança muitíssimo sensual foi inventado pelo pessoal do Recôncavo (as cidades litorâneas próximas a Salvador).

    Caiu no gosto do pessoal da capital e interior, tanto foi o sucesso que em 2004 eles fizeram um evento com várias bandas iniciantes com a presença de 100.000 expectadores e para promover o ritmo no Brasil se arriscaram a fazer uma apresentação no Faustão. A coisa parece que incomodou o pessoal da Axé Music que foi pega de surpresa e não gostou da perda do controle da música baiana, tanto é que sempre hostilizaram o ritmo dizendo que era baixaria e dizem que até sabotavam apresentações dos novos talentos do novo ritmo que contagia até pessoa de todas as idades.

    Quem acompanhou as coisa por aqui, entendia que se Silvano Salles, Pablo, Tayrone Cigano, Nara Costa, Novo Ton (que virou Bonde do Maluco depois) se tivessem tido apoio grandes produtoras musicais da Bahia, certamente teriam feito o Arrocha famoso a muito tempo no Brasil, mas precisou que os sertanejos tomassem gosto e divulgassem o ritmo ao seu gosto. (bem parecido que o acontece com as bandas de forró como Estakazero e Cangaia de Jegue – primeiras divulgadoras de Ai Se Eu Te Pego).

    Um dos grandes lances do Arrocha é que é possível transpor composições de outros ritmos pra ele e as pessoas gostam bastante, não só o bolero original, mas rock, reggae, baladas e forrós. Experimentem.

    A única coisa que ao meu ver enfraquece a levada gostosa do ritmo foi a adoção da bateria convencional para tocar o ritmo. Arrocha de verdade tem uma pegada forte que só um teclado programado ou bateria eletronica podem dar, do contrário é retrocesso e não fica tão gostoso de dançar.

    No mais acho que o pessoal do sertanejo vai ajudar bastante na consolidação do Arrocha como ritmo do Brasil (dizem que é igual a Bachata dos latinos, mas eu acho que tem nuances originais da Bahia).

  28. loipi disse:

    O arrocha é música e dança criados na bahia.Esses sertanejos deveriam divulgar isso…

  29. This is a good A to Z on how to establish a strong online presence! Excellent info, extremely newbie-friendly, comprehensive and thorough!

  30. I simply want to tell you that I am just very new to blogging and site-building and actually enjoyed you’re website. More than likely I’m want to bookmark your website . You actually come with very good posts. Bless you for sharing your web-site.

  31. Marco Ghianni disse:

    I am not sure the place you are getting your info, however great topic. I must spend a while finding out much more or working out more. Thanks for wonderful info I was looking for this information for my mission.

  32. I set it after Jack’s comment.

  33. Teena Sayer disse:

    hello there and thank you for your information – I have certainly picked up anything new from right here. I did however expertise a few technical points using this web site, as I experienced to reload the web site lots of times previous to I could get it to load properly. I had been wondering if your web host is OK? Not that I am complaining, but sluggish loading instances times will very frequently affect your placement in google and could damage your quality score if advertising and marketing with Adwords. Anyway I’m adding this RSS to my e-mail and could look out for a lot more of your respective exciting content. Ensure that you update this again very soon..

  34. for black ops 2 cheat it awesome

  35. When someone writes an piece of writing he/she keeps the plan of a user in his/her mind that how a user can know it. Thus that’s why this piece of writing is amazing. Thanks!

  36. I really like it when individuals come together and share ideas. Great site, keep it up!

  37. I just like the valuable info you provide on your articles. I will bookmark your weblog and test again right here frequently. I am moderately sure I will be told many new stuff right right here! Best of luck for the following!

  38. I really appreciate this post. I have been looking everywhere for this! Thank goodness I found it on Bing. You’ve made my day! Thx again! “Every time we remember to say thank you, we experience nothing less than heaven on earth.” by Sarah Ban Breathnach.

  39. An interesting dialogue is price comment. I feel that you need to write more on this subject, it may not be a taboo subject however generally people are not sufficient to speak on such topics. To the next. Cheers

  40. This is a topic which is close to my heart… Many thanks! Where are your contact details though?

  41. uk seo disse:

    Greetings! Very useful advice within this article! It’s the little changes which will make the largest changes. Thanks a lot for sharing!

  42. website disse:

    Hello dear, from a young teen reader, I cherish this sort of stuff! Keep going!

  43. Right here is the right webpage for anybody who wants to find out about this topic. You realize so much its almost tough to argue with you (not that I actually will need to…HaHa). You certainly put a brand new spin on a topic that’s been written about for ages. Excellent stuff, just wonderful!

  44. Susie Boer disse:

    Hello There. Today – using live messenger. That is a really well crafted short article. I’ll make certain to bookmark it and come back you just read the remainder of your useful info.

  45. Spot on with this write-up, I really suppose this website needs much more consideration. I�ll most likely be again to read much more, thanks for that info.

  46. Wow! Thank you! I permanently needed to write on my site something like that. Can I include a fragment of your post to my blog?

  47. rosielen disse:

    israel e um cara do arrocha sensacional ele e um gatooooo.

Deixe o seu comentário!

*