05 jan 2018 | Top Five
TOP FIVE – Apostas para 2018

Todo semestre a mesma ladainha sobre as apostas. “Ah, isso é muito relativo, mimimi”. Ainda assim, continua sendo uma das postagens mais aguardadas aqui no Blognejo. Por mais relativo que seja, ainda há quem espere ansiosamente para saber em que artistas o Blognejo está apostando para aSSSSSS próximaSSSSSSS temporadaSSSSSSS. Eu resolvi ressaltar o “S” para deixar claro, pela milionésima vez, que as apostas não se resumem apenas aos próximos seis meses, mas sim ao que vai acontecer de agora pra frente. E, de novo, é apenas a minha opinião pessoal enquanto blogueiro. Você discorda? Que lindo! Faz um blog e posta lá a sua opinião então. Ou deixa aí nos comentários. Só não precisa brigar por um motivo tão bobo, né?

E, como de praxe, é bom fazer algumas observações antes de postar a lista. Em primeiro, estamos em crise. Então, se algum artista das listas passadas não estourou (como se apostar num nome fosse garantia de que ele estouraria), não me culpem. Culpem a crise ou até mesmo o escritório por não ter feito um bom trabalho. Em segundo, alguns nomes que foram mencionados em outras listas mas cujos trabalhos ainda não começaram de fato obviamente não serão mencionados de novo. Então, se você está sentindo falta de algum nome, dá uma zapeada aí nas listas anteriores para ver se já não foi mencionado antes. Tem gente, por exemplo, que entrou na lista em 2016 mas que o trabalho de verdade vai começar só agora, como o Jefferson Moraes, que promete ser um dos grandes pipocos de 2018, mas que não vai entrar de novo na lista porque já foi mencionado antes.

Agora, antes da famigerada lista, quero falar sobre uma dupla em específico: Cleber & Cauan. O sucesso de “Quase”, que já vinha sendo pavimentado desde a música “Sonho”, com um DVD independente, depois com a passagem pela FS, a gravação do “Resenha” e a entrada na Audiomix, tornou a dupla também uma das grandes promessas para um sucesso nacional em 2018, que eles já estão fazendo. Acontece que a dupla já tem anos de muito trabalho. Não é a primeira vez que estouram um hit. Eles já haviam conquistado isso com “Mel nesse trem”, no começo da carreira. E eu, por pura falta de atenção, só mencionei a dupla com um nome com potencial para o sucesso, bem na época desta referida canção. Por achar que já havia mencionado a dupla em outras listas, acabei não mencionando em listas anteriores e, portanto, “comi bola”. A dupla estourou sem que eu tivesse mencionado em nenhuma lista de apostas oficial aqui no blog. E mencionar agora seria deixar de reconhecer todo o trabalho da dupla ao longo dos últimos 10 anos, pelo menos. É apostar em algo que já está acontecendo. Não é como se a dupla tivesse estourado um hit do nada. São anos de trabalho cujos frutos estão sendo finalmente colhidos por uma dupla merecedora do sucesso que vem fazendo. Por este motivo, também não vou incluí-los aqui.

Ah, antes de perguntarem cadê Jefferson Moraes, Luiza & Maurílio, Filipe Labre, Edu Chociay, e outros, peço que confiram as listas anteriores.

Bem, dito isso tudo, vamos lá. Com vocês, os cinco novos nomes que eu, Marcão, blogueiro responsável pelo Blognejo, acredito que tem mais chances de alcançar o sucesso em 2018.


JUAN MARCUS & VINÍCIUS

Uma das minhas duplas preferidas no momento. Na última lista, mencionei os dois em um adendo como nomes a se observar. Desde então, no entanto, não aconteceu muita coisa. AINDA. Dois dos melhores compositores do Brasil, Juan Marcus & Vinícius iniciam 2018 com uma parceria com a dupla Simone & Simaria, que vai ser lançada logo logo, e um contrato inédito de sociedade com uma gravadora, que deve ser anunciado em breve (estou só cantando a pedra). E depois do boom das plataformas digitais, as gravadoras voltaram a ter um certo poder sobre o trabalho dos artistas. Sem falar da relação mais íntima com veículos indispensáveis, como a TV. Vide o caso da Bruna Viola, por exemplo, que a Universal enfiou em quase todos os programas de TV possíveis. Já com Juan Marcus & Vinícius, estamos falando de fato de um dos melhores repertórios possíveis e de uma das duplas mais promissoras do mercado. Eu não só acredito, como torço MUITO para que alcancem o sucesso que merecem.

 


 DIEGO & VICTOR HUGO

Depois de conquistar um enorme respeito como compositor, Victor Hugo resolveu peitar sozinho com seu parceiro Diego e com o produtor Junior Melo o primeiro DVD da dupla. Mas a qualidade vocal do Victor Hugo (um dos poucos desse timbre médio grave que realmente canta de verdade) e o excelente repertório que já vinha sendo montado para o DVD, em parceria com Philipe Pancadinha, com quem ele mantém uma das duplas mais respeitadas do recente universo de compositores, aguçaram o interesse do mercado. Rapidinho, a dupla assinou com o Clube do Cowboy, um dos escritórios responsáveis pela carreira da dupla Victor & Leo e que, agora, resolveu de novo investir em um produto da forma correta, algo que não faziam de verdade desde a época em que eram sócios na dupla Fred & Gustavo. O DVD acabou trazendo um dos mais respeitáveis times de participações no ano inteiro e em pouquíssimo tempo a Sony Music já abraçou a causa também, inclusive como sócia. Resumindo: temos um dos maiores compositores do Brasil, que também é um excelente intérprete, repertório próprio, um invejável time de participações (com direito a participação surpresa de Henrique & Juliano), um grande e respeitado escritório, uma das maiores gravadoras do mercado… É tudo o que todo mundo diz que uma dupla precisa pra estourar.


RAYANE & RAFAELA

Eu sempre fui MUITO fã da Rafaela Miranda. Tipo, MUITO. Mas não havia incluído, ainda, em nenhuma das listas anteriores porque, pelo menos na época em que ela ainda era artista Audiomix, o planejamento de carreira dela ainda parecia ser mais a longo prazo. Em um determinado momento eu imaginava que aconteceria algo de bom com a carreira dela, mas ainda não parecia ser aquela a hora em que o escritório trabalharia de fato as suas músicas. Não deu outra: ela acabou saindo do escritório antes que seu trabalho fosse devidamente desenvolvido. Mas como na música sertaneja o destino de quem tem talento e diferencial é, sim, crescer na carreira, uma nova e interessante oportunidade surgiu no caminho da Rafaela, atendendo pelo nome de Rayane. Eu já conhecia a Rayane há tempos, porque ela já fez parte de uma dupla na cidade de Ituiutaba, pertinho de Uberlândia. Além disso, eu sempre encontrava com ela nas resenhas acompanhando o Rafael, ex-Kleo Dibah & Rafael, que mora em Uberlândia. Até mesmo em casa já fiz uma resenha dessas, sempre com a Rayane mostrando seu talento como segundeira e compositora. A junção das duas me surpreendeu muito positivamente, porque era um encontro que eu não esperava, já que eu não imaginava que elas se conheciam. Mas realmente parece que elas foram feitas para cantarem uma com a outra. E o projeto parece ser mesmo tão sólido que, como vocês viram ainda hoje aqui no Blognejo, já foi gravado um DVD, com um repertório de altíssimo nível e grandes participações. E a coisa já começou a pipocar. “Tinha que ter feito não” é um hit em potencial. Tomara que para os próximos elas resgatem algumas das canções da Rafaela que mereciam um trabalho decente, como “Conta Pra Ela”, “Banho de Cerveja”, “Banheiro Feminino” e outras.


RICK & RANGEL

É fato que, hoje, Gusttavo Lima conquistou o direito de fazer o que bem entende no mercado sertanejo. É sem dúvida o artista mais querido do público realmente sertanejo, tradicional. E isso deu a ele a força que ele precisava para montar sua própria estrutura, a Balada, que além de cuidar da sua carreira também se tornou, em 2017, o escritório responsável pela carreira de Rick & Rangel. Uma das duplas mais tradicionais de Brasília, Rick & Rangel gravaram no dia 16/05 um DVD de grandes proporções, com participações de nomes de peso, inclusive do Gusttavo. Rangel é primo do Juliano Tchula, co-responsável pelo sucesso da Marília Mendonça. E foi o Tchula quem alinhou boa parte das participações. A qualidade do DVD chamou a atenção do Gusttavo, que levou a dupla para dentro do seu escritório. Agora, eles contam com o apoio do Gusttavo Lima, do Juliano Tchula (que também se tornou sócio) e com um DVD fortíssimo que ainda não foi nem lançado de verdade. A probabilidade de sucesso é enorme, portanto.


DIEGO & ARNALDO

Na minha concepção, o ano de 2018 caminha para a consolidação do retorno do formato voz e violão. Tanto que muitos dos artistas que viram seus nomes bombarem mais recentemente estão trabalhando nesse formato, como Thiago Brava, Cleber & Cauan e… Diego & Arnaldo. Na verdade, esses dois resgataram o formato que consagrou a atual geração “universitária”, mas com a ousadia de gravar isso também em vídeo. Quem em sã consciência ousaria gravar um DVD em formato voz e violão? Pois Diego & Arnaldo ousaram. E a aposta funcionou. Tanto que o formato acabou se espalhando e rendeu projetos similares com Cleber & Cauan, Thiago Brava, Israel & Rodolffo, Lauana Prado e diversos artistas “menores”, mas que já começam a experimentar um certo sucesso regional, como Douglas & Vinícius. A aposta de Diego & Arnaldo, que além disso são uma duplaça, já rendeu a eles um lugar de destaque na Mega Produções, que tem a dupla como principal aposta para o ano. Depois da parceria, já veio um novo DVD no mesmo formato, mas com um pouco mais de qualidade. Ainda assim, o apelo popular de Diego & Arnaldo é maior do que o de todos os outros artistas mencionados acima. Eles agradam mesmo o povão. E é por isso que coloquei eles no primeiro lugar da lista.


Pra não faltar o nosso adendo, vou só mencionar aqui alguns nomes pra ficarmos de olho também no decorrer do ano:: Hugo & Guilherme, Douglas & Henrique, Hugo Henrique, Lauana Prado, etc.

17 comentários
  • Reinaldo: (responder)
    5 de janeiro de 2018 às 23:05

    O negócio é ousar mesmo!

  • Italo: (responder)
    5 de janeiro de 2018 às 23:21

    Diego e Arnaldo é o que o mercado precisava. O “diferente” comum, que respeita a música sertaneja e a mantém valorizada. É só trabalhar que o sucesso vem, tiro certo, esse ano é deles.

  • Marcos Paquete: (responder)
    5 de janeiro de 2018 às 23:42

    Marcão estava sumido hein! Só namorando e esqueceu Blog! Viu, o q aconteceu com seus parceiros Bodinho e Marin????? A dupla do Ooooorrrr acabou???

  • Davy: (responder)
    5 de janeiro de 2018 às 23:51

    Nao acho que a crise seja o motivo pela queda do sertanejo no pais, pode ate prejudicar agenda de shows obvio, mas nao impedi ninguem de estourar uma musica no brasil, a era do sertanejo que ta acabando mesmo, ano passado o sertanejo dependeu do funk pra colocar musica nas paradas, poucos foram o que fizeram isso sem ajuda de feats com funk, esse ano vai ser do funk e pop no brasil

  • Arilton Freitas: (responder)
    6 de janeiro de 2018 às 00:25

    Ae Marcão, esse Victor Hugo é aquele do Hobinhood? Se for o bicho cresceu viu… Rsrs.

    Diego e Arnaldo já é realidade na minha playlist desde o ano passado quando o YouTube me apresentou o “do jeito que nós gosta”.

    Torço muito também nesse ano por duas duplas. Uma sei que já apareceram nas suas listas: Relber e Allan, estão com um projeto novo gravado em Goiânia com Trio Parada Dura, Humberto e Ronaldo, Jorge e Matheus entre outros. Outra não me lembro se você já falou como aposta do ano, Boni e Belluco, estão lançando aos poucos um novo trabalho no YouTube muito bom. Mas eu sou fã desses 4 há muito tempo, tomara que vinguem nacionalmente.

  • Denis: (responder)
    6 de janeiro de 2018 às 09:16

    Listona forte! Diego e Arnaldo e Diego e Victor Hugo são os mais fortes da lista!

  • Ricardo Lopes: (responder)
    6 de janeiro de 2018 às 11:22

    Sem sombra de dúvidas Rick e Rangel uma grande aposta “acreditou eu que a maior”, tem um repertorio de dar inveja, e com o Rangel Castro como primeira voz “particularmente gosto de mais, canta com amor” e os aranjos do Rick, vão “exprudir” precisavam apenas do um escritório forte, agora ja tem. Diego e Arnaldo apesar de ter colocado mais qualidade no segundo projeto, perdeu um pouco da identidade “universitaria” “butecão” mas mesmo assim vem se consolidando.
    Portanto ambas ao meu ver são realmente promissoras.

  • Messias: (responder)
    6 de janeiro de 2018 às 13:49

    DIego e Victor Hugo vem muito forte! Repertório sensacional.

  • Caique Ferreira: (responder)
    6 de janeiro de 2018 às 15:06

    Marcão, posta a entrevista que você fez com a principal aposta de 2018, Diego e Arnaldo, esses monstros que cantam demais !

  • Pedro Braga: (responder)
    6 de janeiro de 2018 às 20:26

    Juan Marcus e Vinicius é top demais.
    Sou muito fã dos caras. Das vozes e das composições deles.
    Tô com o cd deles no carro faz MT tempo 🤣🤣.
    Espero que estourem, merecem.

  • Aline Moraes: (responder)
    6 de janeiro de 2018 às 23:27

    Marcão já ouviu assistiu o DVD do EDU GUETA de SC? Estrutura grande; repertório bacana…. Jovem, bem aparentavel, artista…… Nunca vejo divulgação + projeto foi bem produzido!!!!

  • Reinaldo: (responder)
    7 de janeiro de 2018 às 13:26

    Voz e violão: Tomara que vire uma tendência mesmo e que esse formato seja usado para trabalhos paralelos também, por exemplo: Leonardo regravando as suas músicas antigas em formato voz e violão. Acho que agora sim o Sertanejo está começando a se recuperar.

  • Flavio: (responder)
    10 de janeiro de 2018 às 10:49

    Cara comecei a escutar Diego e Arnaldo.
    Meu que bom ouvir sertanejo rasgado, com musica bem ,m mas bem sofrida.

    esse caras vão salvar 2018

  • Reinaldo: (responder)
    10 de janeiro de 2018 às 14:16

    Nesse ano as coisas vão melhorar, vcs vão ver!

  • Diogo: (responder)
    10 de janeiro de 2018 às 15:26

    Concordo perfeitamente com o Flavio! Diego e Arnaldo vão (se Deus quiser) recuperar um pouco do nosso sertanejo agora em 2018, que até então perdeu completamente o rumo sobre as mesclagens com o funk. Eles estão com tudo: músicas no formato voz e violão, sem besteiras nas letras e bem interpretadas, que é o mais marcante do verdadeiro sertanejo.

    Vamo torcer!

  • Luciano: (responder)
    10 de janeiro de 2018 às 17:32

    Ainda bem que o sertanejo tá tomando esses rumos novamente (arranjos voz e violão). O sertanejo tava muito pop e enjoativo ultimamente. As duplas Cleber e Cauan e Diego e Arnaldo são minhas apostas de que vão estourar esse ano.

  • Fábio Roque: (responder)
    19 de janeiro de 2018 às 13:20

    É isso aí! Massa a lista. Também sou fã da Rafaela.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.