28 dez 2008 | Lançamentos
TOP FIVE ESPECIAL – OS FATOS QUE MARCARAM O ANO
Como eu disse na última quarta, hoje teríamos um Top Five Especial. Por quê especial? Ora, porque pela primeira vez teremos um post conjunto. Isso mesmo. É nóis na fita, juntamente com meu parceirão e amigão (hehehe) André Piunti, do Universo Sertanejo. Em conversas via msn, debatemos a respeito de quais seriam os fatos mais marcantes do ano de 2008. Escolhemos os principais e definimos a ordem, mas ficou a cargo de cada um escrever o próprio texto. Pra deixar o suspense no ar, vou copiar o Andrezão e postar na ordem inversa.
A CONSAGRAÇÃO DE EDUARDO COSTA

Persistência. É essa a principal característica desse cantor. Quem diria que um cara que nunca fez sucesso com uma dupla sertaneja poderia alcançar tamanho prestígio e respeto junto ao público e aos profissionais do meio cantando sozinho. Logo que começou foi taxado como um mero cover do Zezé di Camargo. Ainda assim, continuou na labuta. Em meio a boatos de processos envolvendo aquele em quem ele claramente se inspirava, ou de que o seu empresário teria ganhado na Mega-Sena (por isso a virtual facilidade em produzir grandes trabalhos), ele veio se destacando, com um passo de cada vez. Esse ano, no entanto, Eduardo Costa se desvencilhou de todos os rótulos que tinha recebido e entrou definitivamente no rol dos grandes nomes da música sertaneja, a nível de Brasil, inspirando centenas de cantores solo por aí. Um Cdzaço produzido pelo medalhão César Augusto, com uma música inédita do Zezé di Camargo no repertório, e assessorado pelo escritório do cantor Leonardo. Esse é o novo Eduardo Costa, sem cover, carismático, querido e respeitado por todos, doa a quem doer.

A CARREIRA INTERNACIONAL DE VICTOR & LÉO

Antigamente uma dupla sertaneja pensava duas, três, até dez vezes antes de ingressar no mercado latino. Tudo porque o risco do fracasso é altíssimo. No entanto, Victor & Léo quebraram as “regras” e fizeram um disco em espanhol apenas dois anos depois de sua “estréia” a nível de Brasil. Por que isso aconteceu? Ora, é evidente que a Sony BMG acredita muuuuuuuuuito no potencial desses dois irmãos. E o estilo que eles assumiram é bem similar ao estilo que alguns artistas latinos adotaram no decorrar da carreira. Resumindo, as chances de fracasso seriam bem menores. Por isso mesmo a gravadora investiu pesado nessa empreitada. Por enquanto não foram divulgadas informações sobre a quantas anda a carreira internacional de Victor & Léo. O fato é que recentemente eles foram incluídos numa votação que elegeria os melhores do ano no México. Então por aí já dá pra ter uma noção.

CHITÃOZINHO & XORORÓ REASSUMINDO O POSTO DE EMBAIXADORES DA MÚSICA SERTANEJA

A maior dupla de todos os tempos passou por um período meio conturbado nos últimos anos. O constante surgimento de novas duplas no mercado fez com que a gravadora Universal os deixasse de lado pra investir em novidades. Conseqüentemente a dupla acabou sumindo da mídia. No entanto, em 2007 eles enfim pularam pra fora dessa roubada e assumiram o caráter de dupla independente. O que aparentemente seria um tiro no pé se mostrou uma das decisões mais sensatas já tomadas na música sertaneja. Com um dos melhores trabalhos de toda a carreira, Chitãozinho & Xororó voltaram a aparecer em prgramas de TV, não somente pra divulgar o disco, mas também para levantar a bandeira da música sertaneja para os mais diversos tipos de público. O melhor exemplo foi a inclusão pela primeira vez de uma dupla sertaneja na programação da MTV.

O NOVO CD DE ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO

Dois anos depois de um jejum musical, Zezé di Camargo & Luciano voltaram com um CD à moda antiga, cheio de canções inéditas. Nada de anormal, não fosse pelo burburinho que o lançamento do CD envolveu, com o tardio porém necessário esclarecimento dos problemas que envolviam a voz do Zezé, como também pelas declarações polêmicas da dupla, principalmente do Luciano, acerca das novas duplas que surgiram com o rótulo de “universitárias”. O lançamento do CD ficou até meio apagado em meio a tantas declarações polêmicas. Para março, está previsto o lançamento do novo DVD. Vamos ver se as declarações polêmicas vão continuar na pauta da dupla.

O ANÚNCIO DA SEPARAÇÃO DE EDSON & HUDSON

Uma das melhores duplas de todos os tempos anunciou a separação esse ano. De acordo com os dois, o motivo seria a necessidade que cada um tem de desenvolver seu próprio trabalho. No entanto, os motivos de acordo com muitas pessoas seriam outros, principalmente brigas. E até outras coisas que infelizmente não podem ser publicadas por poderem ocasionar coisas bem desagradáveis, como processos e retratações. O fato é que todos ficaram meio atordoados com a notícia. Boatos davam conta desse acontecimento há um bom tempo, mas ninguém queria acreditar. Então, obviamente, a notícia veio como uma “chulapada na beiça” de todos os amantes da música sertaneja.

É claro que outros fatos importantes aconteceram no decorrer do ano, como a desesteriotipação (que palavra esquisita) da música sertaneja através da novela “A Favorita”, uma novela URBANA, onde o segmento foi abordado e abraçado pela primeira vez sem que fosse necessário remeter às coisas da roça. Também foi a o ano em que foi anunciado o fim de mais um bom programa sertanejo, o “Terra Nativa”.

Reclamações, dúvidas e sugestões através do S.A.C., ops, dos comentários. Xingamentos também.

4 comentários

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.