13 fev 2009 | Lançamentos
Top Five – O Carnaval mais sertanejo de todos os tempos
Até um tempo atrás os artistas sertanejos esperavam até o início do ano, mais precisamente o fim do mês de janeiro, para entrar de férias e ficar um mês inteiro de boa, em férias, com a família, fazendo qualquer coisa que não fosse tocar. O ano de 2009, no entanto, consagra uma novidade iniciada no carnaval do ano passado pela dupla Jorge & Mateus. Os artistas se adaptam ao carnaval para não ficarem parados durante as festas. Como? Transformando as próprias canções em axé ou em qualquer coisa que se assemelhe às músicas que fazem sucesso nessa época. Não sei se é por medo de serem esquecidos após o carnaval, por necessidade desesperada de dinheiro, mas enfim, acaba sendo um mico desnecessário, afinal tranformar uma música qualquer em axé é um dos truques mais manjados de todos os tempos. Qualquer músico, por mais amador que seja, é capaz de fazer isso. Não contentes por dominarem as festas ao redor do país durante o ano todo, os sertanejos definitivamente querem dominar também o carnaval. E o pior: as bandas de axé e os demais artistas do carnaval estão até se aproveitando disso pra aparecerem também.

ATAÍDE & ALEXANDRE

O áudio do DVD da dupla, gravado há bem pouco tempo, já “vazou” na Internet, curiosamente antes do carnaval. Por que? Ora, uma das principais músicas do disco é a canção “Namorar”, um axé que conta com a participação de um dos reis do Carnaval de Salvador, o “crocodilo” Ricardo Chaves. Em tempo: Ataíde & Alexandre vão cantar junto com ele em seu trio elétrico durante a festa de Carnaval na capital da Bahia. A música já tinha sido gravada no último CD da dupla, que foi lançado há pouquíssimo tempo. E não tinha a participação do Ricardo Chaves.

LELLES & LEONARDO

Os meninos de Abadia dos Dourados aproveitaram a boa fase na carreira para gravar uma versão carnavalesca de seu mais recente sucesso, “Chupa que é de Uva”, que já era regravação. E ainda chamaram o puxador de uma das maiores escolas de samba de São Paulo para participar da canção, o Tobias da Vai-vai. Ouçam:

RUD & ROBSON

A dupla aproveitou o sucesso (?) que alcançou com a novela “A Favorita” para gravar uma versão da música “A chapa vai esquentar”, tema da novela, em ritmo de axé, e com a participação de uma das principais bandas do gênero, Jammil (é assim que escreve???), a banda do “sou praieiro”.

JOÃO NETO & FREDERICO

A dupla goiana gravou versões em axé de duas de suas canções, tudo pra animar os shows que farão em duas das maiores festas de carnaval do Brasil – Salvador e Ituiutaba. Ouçam as novas roupagens das músicas “Meu anjo” e “Pega Fogo Cabaré”:

– Meu anjo:

– Pega Fogo Cabaré:

JORGE & MATEUS

Eles são, definitivamente, os responsáveis pela ploriferação dessa mania. No carnaval do ano passado, eles haviam inaugurado o projeto Jorge & Mateus Elétrico em Ituiutaba e repetiram a dose durante o Caldas Country Fest. Não creio que eles esperavam que essa idéia inusitada que tiveram seria tão amplamente difundida. Imagina se fosse possível patentear essa idéia, hein. Pra esse ano, eles aproveitaram para adiantar o lançamento da música “Não sai da minha vida”, que fará parte do novo DVD e foi composta por Alexandre Peixe, que também participa da música. vale lembrar que ele já tinha regravado a canção “Querendo te amar” com a participação da dupla em seu último DVD. Além do Alexandre, Jorge & Mateus também foram agraciados com a participação do Asa de Águia numa versão em axé da música “Vou fazer pirraça”, que creio fazer parte do novo DVD da consagrada banda.

– Não sai da minha vida

– Vou fazer pirraça

Além dos artistas mencionados, Zé Henrique & Gabriel também estão com um projeto “Elétrico” para o carnaval de Tupaciguara – MG. Janaynna também fará um show com algumas versões de suas músicas em axé durante o carnaval de Ituiutaba. Até o Luan Santana vai fazer um show “elétrico” durante o carnaval. “Ah, Marcus, você também gravou um axé no seu disco e bla bla bla!!!”. Bom, a meu favor tenho o fato de que minha música pelo menos é inédita e não uma releitura de outra canção num ritmo de axé. Mas é como diz o ditado: nunca diga dessa água não beberei. Quem dera eu poder fazer um show “elétrico” durante o carnaval, por mais que pareça um absoluto desespero ou uma incrível falta de criatividade.
28 comentários
  • Shayne Straube: (responder)
    14 de julho de 2013 às 14:44

    I simply want to say I am just newbie to weblog and certainly loved your web-site. Most likely I’m likely to bookmark your blog post . You certainly have impressive posts. With thanks for sharing with us your website.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.