02 dez 2009 | Top Five
TOP FIVE – Os melhores intérpretes da atualidade

Que tal voltarmos a fazer Top Fives que realmente dão o que falar? Daquele tipo que fã-clubes se unem numa cruzada contra o Blognejo e suas vertentes? Daquele tipo que o povo excomunga este que vos escreve e os descendentes? Talvez o Top Five de hoje provoque esse tipo de reação. Não porque criticaremos alguém, mas porque deixaremos alguns cantores de fora da lista. Afinal a lista de hoje é sobre os que realmente sabem interpretar uma canção, e não apenas sobre aqueles que cantam, ainda que excelentemente. E outra coisa: a lista é sobre os melhores da atualidade, e não os melhores de todos os tempos.

Interpretar uma canção não diz respeito a apenas saber a letra de cor, abrir a boca e cantar conforme a melodia. O bom intérprete realmente sente aquilo que está cantando. A música realmente parece fazer parte dele. E não precisa gesticular freneticamente, basta cantar com a emoção que a música em questão pretende passar. O bom intérprete coloca alegria quando a música pede alegria e drama quando a música pede drama. E ele sabe o exato momento de fazer essas coisas na música. Logo abaixo, segue a lista. Atenção, fã-clubes: se seu artista não está presente na lista, não fiquem nervosos. Trata-se apenas da opinião do autor do texto.

BELUTTI (MARCOS & BELUTTI)

belutti

Bastou um DVD pra mostrar que esse cara é um cantor fora de série. O respeito e a admiração que sinto pelo trabalho dele como cantor já proporcionou até o surgimento de uma boa amizade entre nós. Sua presença nessa lista, no entanto, nada tem a ver com essa amizade. O cara é bom de verdade. Sua qualidade como cantor já foi elogiada por artistas dos mais diversos níveis. E quem teve a oportunidade de conferir o DVD gravado no Villa Country, aquele produzido pelo Vinícius, com palpites do Bruno e do Edson, com certeza concorda comigo. O Belutti sabe incorporar as canções que interpreta de uma forma tão intensa que se vê nos olhos dele que o cara realmente gosta do que faz. E o faz com emoção, sabedoria e respeito.

PAULA FERNANDES

paula-fernandes

O fato de ela cantar apenas músicas próprias talvez seja um dos pontos favoráveis para sua indicação no 4º lugar dessa lista. Afinal cantar música composta por si próprio dá mesmo uma emoção maior. A beleza da sua voz e o jeito com que canta cada canção deixaram admiradas pessoas como o maestro Marcus Viana, que virou produtor oficial dos discos dela. O interessante é que ela não precisa fazer força pra cantar. Quando a música pede uma interpretação mais firme, ela o faz. Quando pede algo mais suave, ela também o faz. Basta ouvir a canção “Jeito de Mato” pra entender o que estou dizendo.

BRUNO (BRUNO & MARRONE)

bruno

Apesar de nos mais recentes discos não ter sido possível se impressionar com as interpretações do Bruno tanto quanto antigamente, devido ao caráter comercial dos trabalhos de hoje em dia (que como todos sabem não levam muito em conta as boas interpretações), o Bruno ainda consegue às vezes mostrar porque conquistou tamanho destaque dentro da música sertaneja. Aliado ao caráter peculiar da sua voz, com aquelas puxadas na garganta em muitas das canções, a sua interpretação naquelas músicas mais românticas chega a ser de arrepiar, coisa que ainda era facilmente percebida nos discos de meados de 2006 pra trás. Sutil quando era preciso e rasgado quando a canção pedia. Ainda hoje, em shows, é fácil se impressionar com ele cantando. Se algum dia as músicas rasgadas de antigamente voltarem com força total, creio que o Bruno vai nadar de braçada novamente.

LUIZ CLÁUDIO (LUIZ CLÁUDIO & GIULIANO)

luiz-claudio1

Já disse isso em outras ocasiões, mas eu presenciei pessoas da mais alta estirpe dentro da música sertaneja profetizando que o Luiz Cláudio ainda seria o cara que mudaria a música sertaneja, dasdo o seu incrível talento vocal. Ele não canta simplesmente. Ele dá uma aula de interpretação. Não sou apenas eu que digo isso. No último disco, no entanto, a sua capacidade de interpretação não ficou tão evidente. Mas bastou uma música em voz e violão no DVD “Um Barzinho, um violão sertanejo” pra mostrar que ele é, sim, foda. Talvez as profecias outrora invocadas não se concretizem, já que a dupla está se separando, mas pode ser que isto seja um novo começo para um cara que é profundamente admirado dentro do segmento.

EDSON (EDSON & HUDSON)

edson1

Não dá pra fechar os olhos pra isso. O cara é o melhor intérprete da atualidade. E já é assim há pelo menos uns 4 ou 5 anos. Canta em tons extremamente altos e ainda assim consegue passar emoção em cada uma das canções que interpreta. Também sabe quando precisa se conter numa canção e quando precisa soltar a voz em outra. Ou até numa mesma canção, quando ela pede todo tipo de viagem vocal. É um cantor fora do comum, na minha opinião. E seu carisma com o público é incontestável, mas isso já é assunto pra um outro Top Five.

Pronto, xinguem à vontade. Lembrando que alguns fodásticos intérpretes como o Xororó (por exemplo) ficaram de fora por não terem se destacado tanto nesse aspecto nos últimos anos quanto os da lista.

8 comentários
  • Norine Pisula: (responder)
    14 de julho de 2013 às 16:00

    I simply want to tell you that I am just newbie to blogging and honestly enjoyed you’re web site. Very likely I’m want to bookmark your blog post . You surely come with wonderful posts. Many thanks for revealing your website page.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.