10 fev 2014 | Lançamentos
“Vai, Humilha”, o novo clipe do Seu Moço

O Seu Moço começa o ano de 2014 com o pé direito com o lançamento de mais um clipe que promete contribuir ainda mais para o crescimento musical do ARTISTA. “Vai, Humilha” é o nome da canção escolhida para essa nova fase.

A música faz parte do novo disco do Seu Moço, intitulado “Edição Limitada de Verão”. “Vai, Humilha” conta ainda com a participação especial do cantor Marluz Shiva, que é também o compositor e produtor da música. O Seu Moço, mostra bastante versatilidade ao arriscar alguns passos durante a coreografia da música, além de demonstrar grande amadurecimento musical.

A gravação do clipe aconteceu em uma espaço próxima à cidade de São José do Rio Preto. O vídeo traz, além das belas garotas, atrizes e modelos do SBT e da Record, modelos incríveis de carros esportivos como Lamborghini, Mustang e Land Rover, que ajudaram a compor o cenário.

O Seu Moço vem de uma história bacana com videoclipes na web. Em 2012, alcançou grande destaque com o vídeo da música “Arrocha bem gostoso”. Em 2013, a repercussão foi ainda mais positiva com o clipe da música “#Partiu”.

O clipe de “Vai, Humilha” foi desenvolvido pela agência Galo de Briga Filmes, com realização da SM Produções. O vídeo traz ainda o making off da produção.

Confiram abaixo o videoclipe.

Informações e contatos para shows: Gustavo Lobregatti – (17) 99632-1241

16 comentários
  • artur: (responder)
    10 de fevereiro de 2014 às 14:42

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    a gente conhece tanto vc e seus gostos marcão, que dá pra reconhecer na hora quando vc dá um ctrl + c ctrl + v num texto.
    Bailarinas da rede record e sbt KKKKKKKKKKKKKKKKK
    QUE LIXOOOOOOOOOOOOOOO

  • Phaell Cesar: (responder)
    10 de fevereiro de 2014 às 15:19

    O nome artístico dele nem comento nada, arranjo ruim, letra pior, e a melodia sem comentários, quando chegou o primeiro reflão eu até me assustei, horrível demais, parei de ouvir ali mesmo.
    Eu espero que essas modinhas passem logo pelo amor de Deus, e espero que o Mercado vire um coisa seria novamente, e espero que a grande maioria das rádios continuem ignorando esse tipo de musica.

  • Pedro Steller - RS: (responder)
    10 de fevereiro de 2014 às 16:24

    Achei que fosse algum tipo de vírus no meu pc…
    Ufaaa!!!! Parece ser uma música sertaneja…
    Parece…

  • Fernanda Carrazone: (responder)
    10 de fevereiro de 2014 às 17:32

    Eu pesquiso este blog há um tempo já e vendo este clipe pude observar o tanto que este artista evoluiu, desde o seu primeiro clipe em 2012, falo sobre produção musical, fico muito feliz e desconsidero todos os comentários acima pois este blog serve tanto para cantores como Bruno e Marrone que cantam músicas românticas e também como este artista do clipe que fez um clipe com uma produção muito bacana, com um ritmo diferenciado e saindo das vaneras e arrochas com o mesmo papo de sempre, espero que este blog ganhe mais admiradores de boa música, de artistas que buscam produções diferentes e não pessoas que só sabem falar besteiras sem conteúdo algum. Obrigado

  • Claudio: (responder)
    10 de fevereiro de 2014 às 17:37

    Em outro$$$$ tempo$$$$ era nece$$$$$ário e$$$$cutar ao meno$$$$$ um pedaço da mu$$$$ica pra $$$$aber $$$$e é ruim ou boa, ma$$$$$ hoje, ba$$$$$ta a mu$$$$ica aparecer aqui, $$$$$e aparecer, é ruim.

    De$$$cupa pelo$$$ cifõe$$$, é que meu teclado e$$$tá ruim, e $$$$ó $$$obrou e$$$$$$e É$$$$$$$E

  • João Sestini: (responder)
    10 de fevereiro de 2014 às 17:58

    Muito bom, gostei música pra cima difente do mercado, clipe top mulheres lindas, parabéns !!!

  • Alexandre Vieira: (responder)
    10 de fevereiro de 2014 às 18:16

    ruim

  • Junior Silva: (responder)
    10 de fevereiro de 2014 às 18:17

    Muito bom, ja vi esse cara cantando em Rio Claro interior de São Paulo, canta demais e o show é fera, sucesso.

  • Renan - SP: (responder)
    10 de fevereiro de 2014 às 18:54

    Só por curiosidade, o pessoal que gosta dessas músicas que a maioria critica por aqui, ouvem ela com que frequência?
    Porque as músicas que eu realmente gosto (e são várias), eu tenho que ouvir no mínimo uma vez a cada 15 dias, durante um período mínimo de 2 anos.
    Eu mesmo já cometi o erro de dizer que gosto de tal música, quando na verdade ouvi ela no máximo umas cinco vezes e depois nunca mais.
    Uma coisa é a música ser boa, outra é eu gostar da música, e quem disse que eu sou obrigado a gostar só do que é socialmente e tecnicamente bom ou aceitável?
    Eu gosto de umas músicas ruins também, pois até elas tem o seu ponto positivo, como a simplicidade, o carisma da música…
    A parte técnica não determina se a música é boa ou não, o que determina é o gosto ou não gosto, e pelo que percebo tem muitas pessoas por aqui que dizem que tal música é boa, mas depois não ouve ela nunca mais.
    Séra que é “boa” mesmo?

  • Natã Amaral: (responder)
    10 de fevereiro de 2014 às 18:59

    E A SEGUNDA MUSICA MUSICA NO ESTILO REGATONE SERA Q ISSO VAI PEGAR NO BRASIL A BACHATA JÁ TA VINDO FORTE !!

  • Alan: (responder)
    10 de fevereiro de 2014 às 19:06

    A mulher do avast falou “uma ameaça detectada” quando abri o vídeo e a música começou a tocar.

  • Gaby Fernandes: (responder)
    11 de fevereiro de 2014 às 12:46

    Música boa, cantor lindo amei…

  • Guatambú: (responder)
    12 de fevereiro de 2014 às 08:53

    Só aproveita as muiés e os carros do video!

  • emerson: (responder)
    14 de fevereiro de 2014 às 23:21

    Ja que vc vivi disso Marcao, seus seguidores falam por vc, uma porcaria dessas vc nao recomendaria nem pro inimigo hahahaha

  • Valdir: (responder)
    16 de fevereiro de 2014 às 19:37

    Deve ter doído os dedos do Marcão pra digitar esse texto. Se é que é criação dele esse trem rsrs.
    Parece mais copy + paste mesmo rsrs.

Redes sociais
Sobre o autor
Marcus Bernardes é bacharel em direito e entusiasta da música sertaneja. Criou o Blognejo com o intuito de falar de maneira séria e digna sobre o segmento. Hoje é o veículo mais respeitado do meio, sendo referência em coberturas de eventos, lançamentos, entrevistas e análise de mercado.