Apadrinhados por Thiago Brava, David & Fabian lançam primeiro disco da carreira

Apadrinhados por Thiago Brava, David & Fabian lançam primeiro disco da carreira

Já disse aqui no blog em outras ocasiões que a bola da vez dos comentários revoltosos é o Thiago Brava. Uma parcela dos nossos leitores  nutre um ódio quase mortal pelo jovem cantor. Pois hoje está sendo lançado na Internet o primeiro disco de uma dupla da qual o Thiago Brava é padrinho: David & Fabian. Mas se o apadrinhamento do Thiago Brava faz presumir que a dupla é 80% voltada para o arrocha, aí é que se enganam. O CD de estréia da dupla é eclético e tem muito do sertanejo tradicional que muita gente reclama não ouvir mais nos dias de hoje.

O disco já abre com uma vaneira na linha tradicional, que relembra nomes de cidades brasileiras onde a música sertaneja predomina. A partir daí o que se houve é uma mescla de canções românticas e agitadas, com espaço para vaneiras tradicionais como essa primeira faixa (“Vamos pra lá beber”) e modernas (“Titirirititi”), arrochas mais “sensuais” e outros mais “sutis”, como a regravação da música “Sacanagem Tua”, da Janaynna, que ganhou uma versão arrocha no refrão, além de músicas românticas que valorizam bastante o timbre vocal agudo da dupla.

Aliás, o timbre vocal da dupla chama a atenção principalmente pelo fato de não parecer com o de nenhum artista contemporâneo. As músicas são quase todas em tons bastante altos, o que possibilita que a dupla demonstre o grande alcance vocal que possuem, o que lembra bastante as duplas da década de 90. Essa lembrança fica ainda mais evidente na guarânia gravada pela dupla – “Saudade Matadeira” – e no pout pourrie de clássicos dos anos 90, com “Quem é”, da dupla Leandro & Leonardo, “Minha Estrela Perdida”, de João Paulo & Daniel, e “Não Faz isso não”, gravada por Bruno & Marrone.

Entre as músicas mais românticas do disco figuram “Cadê Você” e “Metade de mim”, que trazem toda aquela coisa do piano atrelado a uma interpretação bem profunda. E apesar da dupla estar trabalhando atualmente a música “Olha pra quem vai pegar”, um arrocha e a mais contemporânea das músicas do disco, que traz a participação do Thiago Brava, a dupla parece querer mostrar que não está presa apenas nesse estilo musical. Na verdade essa música é um dos poucos arrochas do disco, que traz 16 faixas de estilos bem variados.

De forma condizente com a atual política da maioria das rádios, que preferem trabalhar qualquer outra música que não seja arrocha, o disco traz músicas bastante comerciais mas que pertencem a outra ala do sertanejo. Dentre as românticas, “Ironia do Destino” é uma das que podem segurar muito bem um trabalho comercial. Entre as vaneiras, essa função cairia muito bem em músicas como “Mentirinha” e “Poderosa”.

Este disco da dupla David & Fabian, produzido pelo Thieres, que entre outros trabalhos foi quem produziu a música “Turbinada” da dupla Zé Ricardo & Thiago, tem tudo pra agradar, como eu disse, essa parcela do público que anda carente de músicas e de artistas que ainda carregam muitas características do sertanejo mais tradicional. Tanto pelo timbre vocal agudo como pelas letras menos agressivas do que as que temos escutado nos dias de hoje, a dupla parece reunir de fato bastante potencial para ocupar um espaço que até o momento anda sendo muito pouco preenchido.

Quem quiser ouvir o disco, pode baixar todas as faixas através deste link e tirar a prova. Não se esqueçam de deixar, vocês também, suas respectivas impressões sobre o disco através do campo de comentários logo abaixo.