As Piores Capas…

Existe um jargão popular que diz que no mundo nada se cria, tudo se copia. Na música sertaneja não poderia ser diferente. Músicas parecidas, acordes iguais, letras similares e capas idênticas. Bom dia, boa tarde ou boa noite, com vocês as “Piores Capas” e hoje apresentando o famoso “Copia, meu filho”.

.

.

Tião Carreiro & Pardinho – Em Tempo de Avanço

João Ferreira & Ferreirinha – Os Reis da Chibata

O ano era 1969 e Tião Carreiro & Pardinho gravavam seu 13º LP. Depois de quase 10 anos fotografando a dupla, o fotógrafo já não tinha mais de onde tirar idéias. Já tinha “clicado” os cantores de tudo o que era jeito: em pé, de lado, sentados, com a mão no bolso, com a viola em punho, etc. Eis que num estalo de criatividade, sugere à dupla que se deite no gramado e, aproveitando o belo cenário, cria uma capa que será sempre lembrada pelos fãs.  A idéia agradou tanto que um ano depois, quando João Ferreira & Ferreirinha foram gravar seu novo LP, encomendaram ao fotógrafo uma foto igual à dos reis do pagode. Procuraram então o pasto mais próximo e fizeram a sessão de imagens. Cópia? Talvez. Plágio? Na época isso não era um problema. Depois de uma pinga no buteco, Tião Carreiro deve tê-los perdoado pelo tamanho descaramento.

___________

Ouro Negro, Dorivon & Nilsinho – Quem não tem dois corações, não pode ter dois amores.

Os Três Mineiros – 1980

O tempo passa, mas a história é sempre a mesma: 1977 e o grupo liderado por Ouro Negro gravava seu primeiro e único LP. Vestiram a melhor roupa (blasêres e camisas top de linha para a época), deram um tapa na cabeleira e foram para a pracinha da cidade fotografar para a capa do bolachão. O resultado é esta pérola nostálgica que vocês podem conferir acima.

Pouco tempo depois, em 1980, o grupo de Túlio Moreno grava também seu disco e aproveita a “boa” idéia deixada pela turma de Ouro Negro. É interessante observar que até a correntinha com um crucifixo e o relógio foram copiados. Além do mais, reparem na cara de quem está fazendo coisa errada dos três mineiros. Se fosse hoje em dia, certamente o grupo já teria tomado um processo por plágio e o fotógrafo nunca mais trabalharia para eles.

Porém, copiar descaradamente capas de discos e CDs não é um privilégio dos sertanejos. Mundo afora, grandes artistas como U2, Lady Gaga, entre outros, já processaram ou foram processados sob acusação de plágio. Aí tem que provar que não copiou. Nos casos mostrados acima, o trabalho do advogado seria dobrado, não é mesmo?