BLOGNEJO NA ESTRADA – Humberto & Ronaldo – Gravação do novo DVD

BLOGNEJO NA ESTRADA – Humberto & Ronaldo – Gravação do novo DVD

Sempre calculo mal o tempo de edição e upload dos vídeos do Blognejo. Me programei para postar o vídeo ontem à noite e entrar com este post ainda na manhã de segunda, mas, como vocês podem perceber, isso não foi possível. Só o upload do vídeo demorou cerca de 9 horas, hehe. A renderização, por sua vez, mais 4 horas. A edição, mais 2 horas. E por aí vai… Por isso, este post acabou saindo só agora.

Na última quarta-feira, estive acompanhando a gravação do novo DVD da dupla Humberto & Ronaldo. A gravação aconteceu no Sol Music Hall, também conhecido como Clube Jaó, local preferido dos artistas goianos para gravações de DVD. Recentemente, Israel & Rodolffo, Guilherme & Santiago, Zé Ricardo & Thiago e outros artistas gravaram seus DVDs neste local. E, de fato, este acaba sendo o local mais propício por conta da ampla ventilação, da localização, e do tamanho e amplitude do palco.

Nas imagens, mais uma vez o responsável foi o Anselmo Troncoso, o atual top do mercado. Mas assim como no último DVD produzido por ele que eu pude acompanhar (o da dupla Denilson & Tiago), ele deixou de lado o LED para valorizar elementos mais orgânicos. Num cenário mais rústico, que lembra aqueles casarões antigos, os LEDs fizeram apenas o papel das “janelas”, reproduzindo imagens, mas em nenhum momento tirando o foco do cenário todo, que foi muito bem elaborado. Luminárias de vários tamanhos e detalhes de madeira valorizaram ainda mais a parte visual do disco.

Para melhor acomodação do público presente, a área de frente ao palco foi reduzida e os camarotes aumentados. Incrível como em todo e qualquer evento o camarote acaba ficando sempre mais lotado que a pista. Nos camarotes, aliás, até um jantar foi servido. Além do camarote natural do Jaó, onde ficou situada a housemix, lá no fundo mas de frente ao palco, outros dois camarotes enormes foram montados, um à direita e um à esquerda. Os convidados da dupla e do escritório (mais de 600 de todo o Brasil) foram acomodados no camarote à esquerda, mas com possibilidade de transitarem entre os outros camarotes, mas não na pista.

Aliás, isso foi um ponto interessante dessa gravação. O controle da circulação das pessoas foi bastante rígido, o que a princípio pode parecer meio ditatorial mas no fim das contas se mostrou uma ótima jogada para evitar aglomerações desnecessárias, contribuindo para evitar problemas como brigas e coisas do gênero, o que de fato não aconteceu. No fim, ninguém reclamou de falta de espaço, apesar do evento estar lotado, com ingressos esgotados e tudo mais. Quando eu cheguei até o evento, testemunhei cambistas vendendo entradas da pista a R$ 150,00.

Pra se ter uma idéia, não consegui desta vez descolar nenhuma pulseirinha de acesso livre, justamente por conta dessa rigidez no controle da circulação. Mas esse controle serviu até para deixar o camarim mais tranquilo. Nas duas vezes em que fui conduzido até lá para fazer imagens, não havia a presença daquele monte de “bicões” que a gente costuma ver nessas ocasiões. Não que isso tenha me prejudicado. Só foi um pouco mais “burocrático”. Ao invés de ir até lá de boa, eu tinha que pedir pra alguém me “escoltar”.

A produção desta vez foi feita em conjunto. O Maestro Pinnochio dividiu a criação dos arranjos com o Bigair Dy Jaime e os dois tocaram no disco. O Pinnochio na sanfona (dããããããã) e o Bigair no teclado. Deu pra notar que o repertório foi selecionado de forma a resgatar um pouco mais as características mais tradicionais da música sertaneja. O disco tem, por exemplo, uma bela guarânia, além de uma música bem romântica gravada só com teclado e violino. O Ronaldo canta uma canção na primeira voz que é bem romântica também, na linha daquelas canções tradicionais dos anos 90. A música que trouxe a participação de Jorge & Mateus e do Gusttavo Lima é daqueles batidões mais tradicionais.

Essa música, aliás, foi um segredo guardado até o dia do DVD. Até a hora da gravação, quase ninguém sabia que Jorge & Mateus e Gusttavo Lima participariam do disco em uma mesma música, que deve ser disponibilizada em alguns dias. Também participaram do disco o Xandy, do Aviões do Forró, que quase não participou do disco (confirmou a presença apenas dias antes, depois de ter cancelado a participação) e a dupla César Menotti & Fabiano, que cantou um arrocha bem bacana.

No mais, boa parte do repertório traz novidades interessantes, como os arrochas com uma pegada mais acelerada, arranjos com viradas mais ousadas e outras coisas que poderão ser conferidas quando o disco sair, até porque esqueci de anotar os detalhes das músicas que mais saltaram aos olhos e aos ouvidos. No fim das contas, foram gravadas nada menos que 31 músicas (!!!) em cerca de 3 horas e meia de gravação. Tudo transcorrendo na mais perfeita normalidade, sem problemas que pudessem atrapalhar o andamento do projeto.

No vídeo abaixo, dá pra conferir um pouco de tudo o que aconteceu na gravação. Os únicos com quem não falamos foram o Jorge e o Mateus, que chegaram apenas na hora que iam entrar no palco e saíram logo depois para um show. Muitas das imagens do palco foram feitos do camarim, enquanto eu aguardava a chegada dos convidados, lá na parte de trás. Por isso o áudio não está muito bacana em alguns trechos do vídeo. Ah, mas vocês já estão cansados de saber que nossos vídeos são sempre assim, meio trashs. Mas vale a pena conferir, até porque eu trouxe, na íntegra e em alta qualidade, a música que contou com a participação de Jorge & Mateus e do Gusttavo Lima. Assistam abaixo.

Créditos da foto: Yago Boufleuer