BLOGNEJO NA ESTRADA – Munhoz & Mariano – Lançamento do DVD

BLOGNEJO NA ESTRADA – Munhoz & Mariano – Lançamento do DVD

Continuando minha saga na estrada na semana passada, saí de Goiânia direto para São José do Rio Preto, onde aconteceria na quinta-feira, véspera de feriado, o lançamento oficial do DVD da dupla Munhoz & Mariano, num evento organizado pelo próprio empresário da dupla em contraponto a algumas já costumeiras disputas de espaço com alguns contratantes e organizadores de evento da região, como é de praxe.

A dupla Munhoz & Mariano vem, já há algumas semanas, caminhando a passos largos rumo ao posto de principal produto sertanejo da temporada (se não forem desse segundo semestre de 2012, de 2013 é quase uma certeza). Queridos pelos contratantes por conta dos resultados obtidos e pelo público por conta da humildade, tudo o que está sendo conquistado pela dupla desde a explosão da música Camaro Amarelo parece estar sendo muito bem aproveitado.

Na semana passada, participaram do Faustão e testemunharam uma série de gafes do apresentador. Ele errou o nome da dupla não uma e nem duas, mas TRÊS VEZES. Ao invés de Munhoz & Mariano, o Faustão insistiu em chamá-los de Mateus & Mariano. E no final ainda elogiou a dupla pela banda contratada, apesar da banda que os acompanhou ser apenas a que gravou o DVD e não a de estrada. Essa série de erros do apresentador, entretanto, não atrapalhou em nada. Muito pelo contrário. Se em outros tempos tais erros ou cagadas do Faustão pudessem tornar uma participação em seu programa um pesadelo, Munhoz & Mariano mandaram muitíssimo bem tanto na hora de cantar quanto na reação perante os erros. Não corrigiram o apresentador em nenhum dos erros, o que demonstra segurança e sensatez. Se agissem sem pensar, teriam corrigido e muito provavelmente passariam a contar com a antipatia do Faustão, o que ninguém deseja no mundo da música. Em tempo: a gafe do Faustão foi parar nos Trending Topics do Twitter.

O evento de São José do Rio Preto serviria, de certa forma, para comprovar a força da dupla no mercado e carimbar esse caminho que já vem sendo trilhado desde que o Camaro Amarelo explodiu em execuções e visualizações no Youtube (reais, por sinal). Os quase 25 mil ingressos vendidos, aliás, conseguiram realizar essa tarefa. Engraçado como há pouco tempo ainda pairava uma nuvem de incerteza sobre a dupla. As próprias conversas de bastidores mostravam a maioria dos profissionais do segmento preocupada se a dupla conseguiria alavancar de fato.

Não sei se podemos chamar de ironia do destino, mas pelo menos a dupla agora figura na seleta lista dos “queimadores de língua”. É que no meio sertanejo muita gente sempre fala, e muito, e com a mais absoluta convicção, que “fulano já deu o que tinha que dar”, “fulano num foi até agora, num vai mais nunca”, “fulano é um barco furado” e bla bla bla ble ble ble bli bli bli blo blo blo blu blu blu. Eu mesmo testemunhei diversas vezes pessoas do meio se referindo a Munhoz & Mariano dessa forma. Queimaram a língua…

Quem acompanha o Blognejo há mais tempo conhece o meu gosto pessoal mas sabe que eu não fico aqui atacando músicas que a maioria considera “apocalípticas” como a “famigerada”, “estapafúrdia”, “esdrúxula”, “inconcebível” e “horrorosa” “Camaro Amarelo”. Sério, desafio qualquer um a fazer uma varredura nos arquivos do post para procurar críticas a músicas tidas como de gosto duvidoso (exceto por minha eterna crítica ao “funknejo”). Eu não faço isso. Sempre defendo a renovação (exceto pelo Funknejo). Confesso que não é o que eu páro para ouvir, mas atacar com a boca espumando, como tanta gente faz, isso eu não faço. Bem, eu disse isso para que fique bem esclarecido o que será dito no próximo parágrafo e em textos próximos.

Pelo pouco que vi durante uma audição realizada no dia seguinte na casa do Joaquim, empresário da dupla, o DVD de Munhoz & Mariano já ganha disparado de boa parte dos DVDs lançados esse ano pelo menos em questão de imagem. Visualmente é o melhor do ano, sem sombra de dúvida. Aliado a isso, todo o trabalho de fortalecimento e manutenção da imagem da dupla, atrelada ao sucesso da música, demonstram que a carreira dos dois vem sim sendo muito bem conduzida. Não acredito que haja ainda quem não consiga associar a música “Camaro Amarelo” à dupla Munhoz & Mariano. E olha que hoje em dia anda complicado para um artista acompanhar o eventual estouro da sua música. Muitas vezes, ela fica bem maior que o artista e o cara simplesmente não consegue acompanhar, por falta de um bom gerenciamento.

O evento em São José do Rio Preto foi o primeiro que trouxe mais do repertório do DVD, com momentos até meio desconcertantes, como o Mariano vestido apenas com frauda e chapéu (e uma chupeta de brinquedo pendurada no pescoço) na música “Vem cuidar do seu bebê”, levando, claro, a mulherada ao delírio. Curiosamente, a platéia de São José do Rio Preto já cantava em uníssono boa parte das músicas do novo disco, como “Grita Amor”, “Balada Louca” e diversas outras, mesmo elas tendo caído na Internet há apenas duas semanas.

Por falar em “Grita Amor”, no alto do camarote, escorada na grade, uma fã segurava um cartaz com estes dizeres: “Grita, Amor”. E na parte de trás, para quando o Mariano olhasse, os dizeres eram “Me chupa”. Esse efeito que o Mariano já vem causando nas mulheres, aliás, é um dos principais pontos a favor da explosão da dupla.

Não se tratava de um evento daqueles tradicionais, com uma tonelada de convidados de todas as partes do Brasil. Por isso, acabou sendo um evento bem mais informal e interessante, claro, justamente pela tranquilidade no trato com os artistas, apesar da habitual truculência dos seguranças (num dos momentos, barraram com brutalidade até o pessoal do próprio escritório, simplesmente porque não sabiam quem eram).

A euforia do público e o sucesso do evento, que teve lotação máxima, mostraram que Munhoz & Mariano, como já vem sendo dito nas conversas de bastidores (que curiosamente mudaram no que diz respeito à dupla) têm a próxima temporada de eventos nas mãos. Conseguem transitar e trabalhar muito bem em quase todas as principais vias do sucesso. Seja a via do relacionamento com a mídia, seja a via do relacionamento com o público, seja a via da parceria com os contratantes, enfim, até agora tudo está sendo feito da forma mais correta possível. E os resultados obtidos estão aí para quem quiser ver.