BLOGNEJO NA ESTRADA – Villa Mix

BLOGNEJO NA ESTRADA – Villa Mix

Mais uma vez em Goiânia e desta vez para um dos maiores eventos sertanejos do Brasil. O Villa Mix é a festa anual realizada pelo grupo Audiomix no estacionamento do estádio Serra Dourada. Open Bar para 50 mil pessoas. 4 atrações, entre artistas do escritório, fizeram os shows esse ano, que, assim como no ano passado, também vai virar um DVD. No ano passado, Jorge & Mateus, Gusttavo Lima e Humberto & Ronaldo. Esse ano, além das três atrações, a festa ganhou também o show do Israel Novaes.

O evento foi todo organizado para que nós, convidados, pudéssemos interagir com o universo Audiomix em Goiânia da forma mais completa possível. A maioria dos convidados chegou no sábado à tarde e pôde participar de uma feijoada à tarde na boate Villa Mix, pertencente ao grupo. À noite, no sábado, e no domingo após o evento, a festa também aconbteceu na boate. E nas três ocasiões com shows da dupla Matheus & Kauan, excelentes. Tudo isso apenas no pré e no pós evento.

Como era de se se esperar, o evento recebeu 50 mil pessoas, todas devidamente vestidas com seus abadás obrigatórios, com as cores relativas à área do ingresso. Os convidados receberam abadás pretos. O meu, pra variar, não serviu. Minha dieta do tiro já não surte mais efeito depois de 3 meses, hehe, o que significa que meu peso voltou praticamente ao mesmo nível de antes. E não acho que eles tivessem abadás XXGG disponíveis, rsrs.

A área onde ficamos, ao lado e atrás do palco, fazia jus aos melhores backstages do país, com sistema de som completo, painel de alta resolução, buffet de salgados, comida japonesa, bebidas dos mais variados tipos. Funcionários do evento organizando inclusive a entrada nos banheiros. Modelos distribuindo pirulitos e bombons aos convidados durante toda a festa. E para os homens solteiros, um desfile interminável de lindas mulheres, no que mais parecia um campeonato de saúde e de saias e shorts curtíssimos, comprovando que Goiânia realmente é uma terra especial nesse ponto. Bom, isso foi o que me dissera, já que eu, como bom marido, não reparei muito no que acontecia à minha volta (risos).

Ao invés de apenas a área ao lado do palco, como no ano passado e em boa parte ds eventos com backstage desse tipo, esse ano fizeram algo diferente e muito satisfatório para os convidados. Foram abertos corredores por baixo, que levavam até uma área exclusiva bem em frente ao palco, onde os shows puderam ser apreciados da melhor forma possível. Melhor que isso, só no colo do artista, sem duplos sentidos, por favor. Apesar de que, claro, essa área também acabava ficando congestionando e abarrotada na hora dos shows.

O que se espera de uma festa com 4 atrações geralmente é uma desorganização completa, demora na troca das atrações e tudo mais, o que geralmente costuma ser solucionado com dois palcos. No Villa Mix, no entanto, que tinha apenas um palco (maior que o do Rock in Rio, diga-se de passagem), o que se viu foi um planejamento inteligente de troca de artistas, que talvez não funcionaria com artistas de escritórios diferentes. Bateria e percussão não foram trocadas durante todo o evento. Na verdade, foram montadas duas baterias no palco. Apenas os intrumentos de mão de fácil transporte, violões, guitarras, teclados, etc, foram substituídos.No fim das contas, uma troca de artistas que talvez demoraria 30 minutos, levou apenas 10.

A ordem das apresentações também foi planejada de forma que uma grande surpresa pudesse acontecer no fim da festa. Primeiro, o Israel Novaes, seguido do Gusttavo Lima, Jorge & Mateus e, por fim, Humberto & Ronaldo. È incrível, aliás, como o Israel Novaes, com apenas 2 ou 3 meses de estrada, tem total domínio do palco. Reclamem o quanto quiserem, mas tem gente que já nasce com estrela. E o sucesso, para estes, é praticamente inevitável. Gusttavo Lima e Jorge & Mateus, como era de esperar, fizeram a alegria da maioria que lá estava por conta deles. Os dois, aliás, com shows trazendo boa parte das músicas dos novos discos, ainda não lançados oficialmente. E Humberto & Ronaldo, que guardaram a surpresa para o final, fecharam o evento de uma forma sensacional.

No fim das contas, nada de ocorrências graves, não ouvi reclamações de nenhum dos convidados (e olha que isso é o que mais contece na maioria dos eventos), todos satisfeitos, extasiados com a estrutura e com a organização. Um evento que sem dúvida mostra o quanto a música sertaneja é competente e porque ela continua dominando o mercado de forma tão avassaladora. Se falar na força da Audiomix, que a cada ano que passa parece aumentar mais e mais.

Ah, quer ver o fechamento do evento? A surpresa da qual eu falei? Taí no vídeo abaixo:

Crédito da foto: Rubens Cerqueira