DE OLHO NELES – Tony & Cauã

foto-capa

Em novembro do ano passado eu mencionei essa dupla em uma de minhas postagens. Na época, eu disse, sem pensar corretamente as palavras, que a dupla não tinha vingado. É que na ocasião a dupla passava por uma mudança de formação. Na verdade, quando eu disse que “não vingou”, eu me referi à formação, só que não expliquei direito.

Acontece que a dupla está firme e forte, na ativa, e com um trabalho excelente no mercado. O Cauã é um compositor respeitadíssimo. Já assinou canções em parceria com o Bruno, por exemplo, que aliás é um dos maiores apoiadores da dupla.

O timbre vocal da dupla chama bastante a atenção pela qualidade e peculiaridade, como até Guilherme & Santiago salientaram quando eles estiveram no programa Terra Nativa. O Cauã, na verdade, é um artista sertanejo nato, com tradição na família inclusive. É um profissional da música sertaneja como poucos, dado o seu incrível talento como compositor e cantor, apesar da pouca idade.

Já era hora de o Cauã encontrar alguém da qualidade do novo parceiro, o Tony, para dividir com ele os louros e as glórias dessa carreira de sucesso. Talento, carisma e profissionalismo. São qualidades que não podem ser facilmente encontradas por aí. E isso essa dupla tem de sobra.

Aproveito para salientar o meu arrependimento por mais uma vez ter sido infeliz na utilização de uma expressão. O termo “não vingou” realmente dá a entender uma coisa que não foi a que eu quis expressar. Peço mais uma vez perdão aos leitores e principalmente à dupla Tony & Cauã pela minha má utilização de palavras. Como o próprio Cauã salientou, até o presente momento são mais de 63 shows. Conquistaram, em 3 anos e meio de estrada, o que muitas duplas demoram até décadas para conseguirem. Se isso é “não vingar”, imaginem o contrário…

Abaixo, a música “Volta pra minha vida”, composta pelo Cauã e que dá título ao disco. Por falar nisso, cliquem na imagem acima para acessar a página deles no Palco MP3.