“É disso que eu tô falando” Hits: o bordão que virou editora de sucesso

“É disso que eu tô falando” Hits: o bordão que virou editora de sucesso

Um novo grupo de compositores tem chamado a atenção do mercado nos últimos meses. Com diversas músicas emplacadas numa quantidade cada vez maior de grandes projetos, o grupo de seis amigos, todos compositores, que se uniram com o único objetivo de fazer música e viver dela, tem feito da sua jovem editora uma das mais promissoras do atual e cada vez mais concorrido mercado de composições. E o nome não poderia ser mais inusitado: “‘É disso que eu tô falando’ Hits”, nascido do bordão que os seis amigos repetiam sempre que encontravam a melodia ou a frase certa em uma de suas várias criações.

A “EDQETF” é formada por Everton Matos, Ray Antonio, Dayane Camargo, Gustavo Martins, Lara Menezes e Henrique Batista. Com menos de oito meses, o grupo de amigos já emplacou o primeiro hit, “Made in Roça”, interpretada pelo cantor Loubet, e que há meses vem sendo muito bem executada nas rádios de todo o Brasil.

O sucesso com a música “Made in Roça” abriu caminho para que o trabalho do grupo de destacasse em discos de diversos grandes artistas. Entre as músicas emplacadas por eles, estão ainda “Vira Lata”, “Muié, Chapéu e Botina”, “Mastiga Abelha” (as três com Loubet, tendo sido a primeira gravada também por Antony & Gabriel), “TCC” (Marcos & Fernando e Antony & Gabriel), “Maquiagem Borrada”, “No lugar dela”, “Duas caras”, “Erros e acertos”, “Aí você vai ver” (Marcos & Fernando), “Zé Trovão” (Jads & Jadson), “Pegada Bruta” (Janderson & Anderson), “Bebo Dobrado” (Lucas Lucco com Victor Hugo & Americano), “Traição não é acidente” (Thaeme & Thiago), “Detector de Saliência” (Gabriel Gava), “Sábado à noite” (Carreiro & Capataz com Marcos & Belutti), “24h de solteiro” (Evandro & Henrique), “Dez pras três” (Rodrigo & Ravel) e diversas outras, além de canções ainda não lançadas com nomes como Gusttavo Lima, Munhoz & Mariano, Carlos & Jader, Zé Neto & Cristiano, Leo Magalhães, Israel & Rodolffo, Zé Ricardo & Thiago, Wanessa Camargo, Erick Montteiro, Victor Hugo & Americano, Euripinho Sollo, Junior Angelim, entre outros.

A “‘É disso que eu tô falando’ Hits” é representante da gravadora Som Livre no Estado de Goiás. Ao contrário do que possa parecer, no entanto, o objetivo do grupo está longe de ser uma “panela”. O intuito é acreditar no talento de outros compositores como um dia acreditaram no próprio talento. Tanto que algumas das principais músicas da editora foram compostas também com outros parceiros. Com músicas em mais de 30 projetos diferentes, o grupo tem mostrado uma impressionante versatilidade em músicas que vão do bruto e rústico ao estilo mais moderno, nas vozes de artistas como Lucas Lucco, Henrique & Juliano, Jads & Jadson, Fernando & Sorocaba, entre outros.

Cada um dos compositores da turma da “‘É disso que eu tô falando’ Hits” tem uma história marcante na música. Natural de Campo Grande – MS, Everton Matos é respeitado não só no mercado sertanejo, tendo músicas gravadas ao longo destes 20 anos de carreira nas vozes de artistas como É o Tchan, Leonardo, Bruno & Marrone, Jorge & Mateus, Gusttavo Lima, João Neto & Frederico, Rick & Renner, entre outros. Ray Antonio nasceu no MT mas foi criado em Goiânia. Influenciado pelo pai pastor, passou por diversos estilos musicais. É vizinho do Everton Matos desde 2000, mas só 14 anos depois conheceram o trabalho um do outro e, desde então, uniram seus talentos. Dayane Camargo é uma goiana de 22 anos que faz parte de uma das mais respeitadas famílias da música sertaneja. É sobrinha de Zezé di Camargo & Luciano e filha do Camargo (Cleiton & Camargo). Interessou-se pela música aos três anos de idade. Gravou como intérprete dois trabalhos no gospel, um em 2009 e o outro em 2013, ambos os projetos totalmente autorais. Em julho de 2014 começou a compor no gênero sertanejo, fazendo parcerias com Paula Mattos, Waléria Leão e Nivardo Paz e tendo músicas gravadas com Marcos & Fernando, Simone & Simaria, entre outros, além de trabalhos recentes como no DVD da dupla Henrique & Juliano. No ano passado, conheceu Everton Matos através da amiga Waléria Leão, dando início a uma promissora parceria.

Gustavo Martins, de 23 anos, chegou a trabalhar com o pai recolhendo materiais recicláveis nas ruas de Goiânia. Compondo desde os 15, passou por uma fase complicada aos 20 anos, quando perdeu a fé na música após ter algumas de suas obras plagiadas. O incentivo para retomar a composição veio do amigo Cristiano Araújo. Pouco tempo depois, Gustavo tinha músicas gravadas por Mauricio & Eduardo, Rodolfo & Rodrigo, entre outros artistas. Em 2015, conheceu Everton Matos e, junto com Ray Antonio e Dayane Camargo, emplacou a primeira música do que viria a ser a “EDQETF” com o cantor Gabriel Gava. Lara Menezes demonstrou interesse pela música aos 8 anos. Aprendeu a tocar violão sozinha, influenciada pelo avô Joaquim, conhecido na região de Patos de Minas – MG por ser um excelente músico, mesmo tendo uma de suas mãos amputadas quando menino (para compensar a falta da mão, ele tocava com uma paleta feita de chifre de boi). Começou a compor em 2008. No início de 2012, gravou seu primeiro CD com seu irmão Victor, com músicas de sua autoria e também do compositor Everton Matos. Dois anos depois, mudou-se para Goiânia e passou a integrar a turma. Henrique Batista, natural da cidade de Cássia – MG, também aprendeu a tocar violão aos 8 anos, e, em busca de viver exclusivamente da música, foi morar em Goiânia em 2014. Com algumas músicas nas vozes de artistas regionais, sua facilidade em fazer amizades e estabelecer contatos acabou o ajudando a obter destaque, mesmo em meio à natural competição de uma cidade com tantos talentos.

A equipe da “‘É disso que eu tô falando’ Hits” tem, inclusive, quebrado um tabu. Questionados com relação à quantidade de pessoas compondo uma mesma música, o que não era muito comum dentro do segmento sertanejo, todos eles são categóricos ao afirmar que isso é, sim, possível devido ao nível de intimidade e amizade atingido através da convivência. Se duas cabeças pensam melhor do que uma, o que não falar de seis, então? E pela quantidade de canções que a equipe vem emplacando, dá pra perceber que a união funciona, e muito bem.

Em breve, continuaremos trazendo mais novidades a respeito das músicas da “‘É disso que eu tô falando’ Hits” aqui no blog, inclusive em uma entrevista num futuro próximo, bem como novidades sobre os lançamentos dos membros da editora que também atuam como intérpretes, como a Dayane Camargo, a Lara Menezes e o Ray Antonio, que faz parte da dupla Paulo & Ray. Fiquem atentos.