George Henrique & Rodrigo mantém o alto nível em gravação do novo DVD

George Henrique & Rodrigo mantém o alto nível em gravação do novo DVD

George Henrique & Rodrigo fazem parte do rol de artistas dotados de um talento incontestável mas que não figuram no panteão dos maiores do Brasil, por motivos que são uma incógnita. Diversos artistas e duplas fazem parte dessa lista. Mas o caso deles é mais peculiar porque se trata de uma dupla que segue absolutamente todas as regras da forma mais correta possível. Sempre tiveram um bom repertório, fazem um trabalho incrível em rádio, sem falar do absurdo talento vocal e na caneta. Enfim, seguem a cartilha do gerenciamento de carreira letra a letra.

Isso acaba dando força às reclamações daquela parcela de fãs que não se conforma quando grandes talentos não estão entre os cinco maiores do Brasil. Isso não quer dizer, entretanto, que eles não tenham uma carreira sólida. Muito pelo contrário. Com espaço aberto nas principais casas do Brasil, o que falta é mesmo alguma coisa (talvez o grande hit) que possa levá-los ao patamar seguinte. Tal qual aconteceu com Marcos & Belutti, por exemplo.

Diante desse panorama e sabendo que estão fazendo tudo certo, George Henrique & Rodrigo seguem acreditando na fórmula que escolheram. Em quase nenhum momento eles se deixaram levar pela teórica facilidade de se gravar músicas de qualidade duvidosa. O único caso que pode ser considerado um deslize nesse aspecto pelos mais radicais foi quando gravaram “Amigo da Onça”, que ia pelo caminho fácil do arrocha com uma letra mais extrovertida, na época em que esse ritmo estava muito em alta. Mas foi o único momento em que desviaram do trabalho que vinham e vêm fazendo. E o novo DVD é mais um disco que busca atingir um objetivo maior seguindo a identidade da dupla e sem apelar para táticas fáceis.

Gravado na última quarta-feira em São Paulo, com direção do Catatau e produção musical a cargo do Pepato, o novo DVD traz uma proposta mais “pra cima” no repertório da dupla, mas sem nenhum tipo de apelação. Ao invés das tradicionais baladas românticas da dupla, como “Receita de Amar” e “Conto até 10”, o novo repertório mantém o romantismo, mas com foco nas vaneiras, a exemplo da atual de trabalho da dupla, “Vem cá, Moça”, que é uma das mais agitadinhas. Ou seja, músicas com temas românticos, algumas em maior e outras em menor grau.

O próprio nome do DVD já é um reflexo disso. “Ouça com o coração” é o nome de uma das músicas presentes no segundo disco da dupla e resgatada neste DVD. E, de fato, é um nome mais do que adequado a um projeto de uma dupla cuja principal qualidade é a interpretação. E o crescimento das vaneiras românticas nos últimos anos na música sertaneja vai, aparentemente, de encontro ao que a dupla busca e talvez precisa em seus projetos.

Das 4 participações do DVD, duas cantaram vaneiras com a dupla: Jorge & Mateus e Henrique & Juliano. Jorge & Mateus repetiram uma parceria iniciada quando gravaram “A gente nem ficou”, de autoria do George Henrique e continuou com “Conto até 10”, da qual já haviam participado. Aliás, este foi o primeiro DVD a reunir entre as participações, ao mesmo tempo, Henrique & Juliano e Jorge & Mateus, que protagonizam o que muitos apontam como a principal rixa da atualidade, apesar de sabermos que essa é uma “treta” restrita ao campo administrativo. Mesmo assim, não deixa de ser marcante.

Bruno & Marrone, padrinhos da dupla e responsáveis por inserí-la no casting da World Show, também participaram, no que vem a ser a quarta música que as duas duplas cantam juntas (uma no primeiro DVD de George Henrique & Rodrigo, duas no DVD “Pela Porta da Frente”, de Bruno & Marrone, e mais uma agora). É também a mais forte em termos de interpretação. Mas a participação que mais surpreendeu foi a do pai da dupla, que cantou uma música com tema cristão com os filhos. Ali, foi possível perceber de onde é que vem o talento vocal dos dois. Aliás, o apadrinhamento do Bruno se deve a uma amizade antiga dele com o pai dos dois.

É claro que a dupla vem se preocupando desde o começo em subir de patamar, e isso é notório. E a cada projeto eles vêm buscando novas alternativas. O Pepato é o terceiro produtor em três discos gravados pela dupla. Mas, como admirador de um sertanejo bem cantado e interpretado, com letras de alto nível, não acho que a dupla deveria se deixar levar pela pressão dos bastidores e eterno apontar de dedos de outros escritórios e artistas, que se preocupam muito mais em superar uns aos outros do que em construir uma carreira sólida. Afinal de contas, independente do tamanho do sucesso da dupla, não dá pra falar uma vírgula da qualidade de tudo o que eles lançaram até então. Foram dois discos de altíssimo nivel, que mostram a absoluta qualidade do trabalho dos dois. E o terceiro, a julgar pela gravação, não vai deixar a peteca cair em nenhum momento.

Diversas vezes já vimos que é tudo uma questão de tempo. Ora, dentro do próprio escritório a dupla tem um dos maiores exemplos disso. Bruno & Marrone demoraram anos para figurar entre os principais artistas do Brasil, mesmo com o mundo todo dizendo que era um projeto incrível. Respeito, George Henrique & Rodrigo já tem. Um trabalho sólido, idem. Se eles acham que falta alguma coisa, é só ter paciência e seguir mantendo esse mesmo nível de qualidade em seus projetos.

Abaixo, fotos da gravação feitas pelo grande Fábio Nunes.

Deixe seu Comentário

seu endereço de e-mail não será publicado.