Humberto responde perguntas do blog sobre o novo disco da dupla Humberto & Ronaldo. Confiram.

Humberto responde perguntas do blog sobre o novo disco da dupla Humberto & Ronaldo. Confiram.

Humberto & Ronaldo lançaram esta semana o novo disco da dupla. O primeiro totalmente em estúdio da carreira. O disco, intitulado “Canto, Bebo e Choro”, nome da nova música de trabalho, leva a dupla para uma sonoridade um pouco mais sertaneja que a habitual, o que parece os deixar bem mais à vontade.

O disco também traz um pouco mais do lado compositor do Humberto, que se destacou muito nos últimos anos com canções como “Amo Noite e Dia”, “Sem me controlar”, entre outras. O Ronaldo também canta um trecho de uma das músicas na primeira voz, algo que a galera sempre tem pedido nos mais recentes trabalhos da dupla.

Em breve falaremos mais especificamente sobre o disco em um review. Mas enquanto o review do blog não sai, falamos com o Humberto sobre alguns aspectos deste novo trabalho. Confiram abaixo a entrevista, com as respostas do Humberto todas em áudio.

1) Por que a dupla demorou tanto a lançar um disco de estúdio?

2) O que mais se nota neste novo disco é uma sonoridade um pouco mais “sertaneja” e tradicional do que o habitual no mercado atual, tanto nas músicas românticas quanto nas mais agitadas. Isso foi intencional ou natural?

3) Vocês já trabalharam com o Maestro Pinnochio e com o Bigair Dy Jaime e neste novo disco trabalharam em algumas faixas com o Eduardo Pepato, mas assim como em ocasiões anteriores há faixas produzidas pela própria dupla. O que leva vocês a escolher trabalhar com este ou aquele produtor? 

4) Um dos maiores hits da dupla foi “Só vou beber mais hoje”, que representava o auge da fase do arrocha, seja no ritmo ou no tema da música. Depois disso, entretanto, e principalmente neste novo disco, a gente percebe uma priorização de temas mais sérios, com mais romantismo. Vocês buscaram se desvencilhar um pouco esse aspecto que a “Só vou beber mais hoje” trouxe à tona?

5) Em algumas músicas a gente percebe uma intenção mais definida. Em “Modão”, há uma crítica sutil às músicas da fase “automobilística”, com uma defesa às músicas no estilo modão. A dupla quis chamar a atenção especificamente para este tema?

6) Como se deu e qual o por que da escolha das participações especiais da dupla Bruninho & Davi e do Wesley Safadão neste disco?

7) Você sempre foi muito elogiado como compositor. Neste disco esse seu lado foi mais explorado?

8) Neste disco também há uma música com um trecho em que o Ronaldo canta de primeira voz. A interpretação dele na primeira voz sempre foi bastante elogiada por quem já o viu cantando pessoalmente ou quem ouviu as outras músicas em que ele interpretava. Mesmo assim, poucas foram as vezes em que ele mostrou esse lado. Por que não explorar um pouco mais esse lado do Ronaldo? Há essa intenção? em algum momento?

.
9) Considerações finais
.
Em breve a gente traz aqui no blog o review a respeito deste trabalho, que já se encontra disponível no Itunes.