Na Estrada – Villa Mix Goiânia, desta vez com muito assunto nos bastidores

No último fim de semana, participei do já tradicional Villa Mix, em Goiânia. Digo “tradicional” porque, além da importância que o evento já conquistou nacionalmente, se tornou praxe na Audiomix convidar profissionais do segmento sertanejo de todo o Brasil todos os anos para o fim de semana do show, que sempre envolve também a gravação de um DVD e, desde o ano passado, de um especial de fim de ano para a Rede Globo. Na verdade acaba sendo uma celebração anual da força da Audiomix enquanto maior escritório artístico do Brasil. Já é a terceira vez que vou ao evento como convidado.

A diferença da edição deste ano para as anteriores foi o vuco-vuco nos bastidores que se formou após o anúncio, na sexta-feira, dois dias antes do Villa Mix, da saída do Gusttavo Lima do casting do escritório, após sete anos de parceria. Era, afinal, um dos principais artistas da Audiomix. Gusttavo Lima anunciou sua saída através DESTE COMUNICADO, e o anúncio também apareceu no Instagram do empresário Marcos Araújo, proprietário da Audiomix, NESTE COMUNICADO. No começo desta semana, Gusttavo Lima anunciou NESTE COMUNICADO uma nova parceria, desta vez com a Mega Produções Artísticas, que também gerencia a carreira da dupla João Neto & Frederico.

Então dá mais ou menos pra imaginar o burburinho que tomou conta das conversas entre os diversos profissionais presentes na festa, entre radialistas, contratantes, divulgadores, etc. Não tive a oportunidade de falar com o Marquinhos a respeito, e mesmo se tivesse, é pouco provável que eu teria dito algo, hehe. Assuntos dessa natureza é melhor deixar que o próprio tempo explique. Falo por experiência própria. Na última vez que me envolvi nesse tipo de polêmica, só tive dor de cabeça. O Gusttavo Lima também evitou a imprensa nos bastidores do Villa Mix, aguardando no carro até o momento da sua entrada no palco e indo embora logo depois.

Entre as diversas especulações que sucederam o anúncio da saída do Gusttavo Lima da Audiomix, diversos nomes fortes surgiram como potenciais interesses do escritório, mas até agora nada confirmado. Só sei que os próximos meses serão de muita especulação e boataria. Aguardemos.

O fim de semana do evento sempre foi aproveitado para algum outro tipo de ocasião também relacionada à Audiomix. No ano passado, por exemplo, houve a gravação do DVD do Israel Novaes, o que denotou que aquele ano o foco da Audiomix com o evento era fortalecer o nome dele. Em 2014, mesmo não havendo nenhuma gravação, o foco pareceu ser o fortalecimento da dupla Matheus & Kauan. Foram shows da dupla por 3 dias consecutivos. Na sexta, a pré-festa do Villa Mix na boate homônima, com o alto escalão da Globo na plateia. No sábado, novamente show da dupla durante a feijoada oferecida aos convidados do evento. E no domingo, show dos meninos, de novo, para encerrar o festival. Aproveitando o embalo, já foi anunciado para os próximos meses a gravação de um novo DVD da dupla, em Brasília. Matheus & Kauan devem ganhar bastante espaço na mídia nos próximos meses.

O sucesso do Villamix enquanto evento segue inabalável. Pelas fotos do evento divulgadas nas redes sociais dos artistas e dos membros da equipe envolvida, já dá pra perceber que foi novamente um sucesso de vendas. Entre as principais diferenças para as edições anteriores, estão a inclusão de alguns brinquedos de parques de diversões (no caso, uma roda gigante e um kamikaze), um bar suspenso por um guindaste, que deve ter custado os olhos da cara para quem quis assistir o show de lá, e uma área restrita a convidados ao lado do palco, área que em anos anteriores costumava ser aberto a todos os frequentadores do camarote Golden.

A área à frente do palco, exclusiva para o camarote “Golden”, este ano pareceu até menor ou pelo menos mais cheia que nos anos anteriores. Durante o show da dupla Jorge & Mateus, por exemplo, era impossível permanecer por lá. Alguns seguranças tiveram um certo trabalho para lidar com o empurra-empurra por ali.

A tradicional intervenção do locutor Cuiabano Lima durante os intervalos desta vez foi substituída pela entrada de DJs, tanto no palco principal quanto no palco montado na área interna do camarote Golden. Em uma das apresentações, o instrumentista George Israel, do Kid Abelha, apresentou seu projeto live, no qual ele toca sax junto com um DJ. E durante as apresentações, dançarinos fantasiados como personagens de animações no palco principal ou bailarinas profissionais em trajes menores acompanhavam a música.

Assim como no ano passado e já consolidando a tendência iniciada também em 2013 em outras edições do festival e em Goiânia, o Villa Mix contou com artistas de outros escritórios e não só da Audiomix. Isso na verdade já se tornou comum. A diferença do de Goiânia para os outros é que, como se trata também da gravação do especial de fim de ano da Globo, a lista de atrações acaba tendo que passar pelo respaldo da TV. Este ano, Luan Santana, Victor & Leo e Zezé di Camargo & Luciano fizeram as vezes de “convidados”, enquanto Israel Novaes, Matheus & Kauan, Jorge & Mateus e Gusttavo Lima – provavelmente pelo último ano como atração fixa (exceto se a recisão contratual com a Audiomix tiver envolvido algumas datas ou algo assim) – foram os “anfitriões”. Zezé di Camargo & Luciano já andam participando de algumas edições do festival Brasil afora e Victor & Leo participarão da edição São Paulo, que acontece domingo. Só o Luan mesmo é que fez, pelo menos por enquanto, apresentação única no Villa Mix.

E por falar em festival de fim de ano da Globo, desta vez trocaram o Murilo Rosa (que no ano passado entrou por conta do contexto, já que tinha um tal filme em que ele vive um cantor sertanejo pra estrear mas que até hoje não estreou) pela maravilinda Fernanda Paes Leme como apresentadora. Infelizmente mantiveram o tosquíssimo nome “Sintonize”. Só falta manterem também o ingrato horário de exibição do ano passado. Quem sabe um dia ainda aprendem.

Zezé di Camargo & Luciano protagonizaram um dos momentos mais marcantes da festa, com o Zezé dizendo a frase “Avisa o Brasil que o Zezé tá sem voz, gente”. Ele provavelmente se referia àquela apresentação em específico, mas mesmo assim a frase serviu de estopim para que as críticas à sua voz nas redes sociais por parte de quem acompanhava o show em casa (através da transmissão do G1 Goiás) fossem mais intensas do que de costume. O assunto se tornou tabu, já que o próprio Zezé não fala sobre os problemas vocais, desenvolvidos após um cisto nas cordas vocais e agravados por uma série de cirurgias malsucedidas, segundo rumores. Mesmo assim, há que se colocar na balança toda a sua importância para a música sertaneja. Há quem o considere o maior artista sertanejo de todos os tempos e eu não tenho argumentos para refutar esse tipo de elogio. Eu mesmo o considero como tal. Então não dá pra argumentar aqui sobre a necessidade ou não de aposentadoria por parte dele. Isso quem decide é ele. Afinal, se ainda tem gente pagando (e caro) pra vê-lo cantar, ele não deve estar tão mal assim.

Como sempre, o camarote contou com todo tipo de quitutes e bebidas. A estrutura invejável de sempre foi novamente muito elogiada. Sobre as próximas edições do Villa Mix, tanto os de Goiânia como os outros realizados Brasil afora mas agora sem o Gusttavo Lima encabeçando os festivais junto com Jorge & Mateus a partir de 2015 (exceto, como eu disse, se a negociação sobre a rescisão contratual tiver envolvido datas), é aguardar pra ver. O DVD desta edição provavelmente ainda venha com o Gusttavo Lima, mesmo ele já não fazendo parte do escritório.

E se a Audiomix já se valeu do Villa Mix em anos anteriores para fortalecer Humberto & Ronaldo, Israel Novaes e agora Matheus & Kauan, ainda não se sabe quem vai ser o felizardo do ano que vem, já que ainda não houve nenhum anúncio oficial sobre a entrada de novos artistas, apesar da grande quantidade de rumores envolvendo os mais diversos nomes. Exceto pelo grupo Garota Safada, recentemente anunciado como novo parceiro da Audiomix, mas é uma outra vibe e um outro tipo de negociação. Para o ano que vem, nomes como Paulo Vitor & Filipe, Maiara & Maraísa, entre outros, podem surgir como grandes novidades do festival, por estarem diretamente ligados a nomes importantes do escritório. Além, é claro, de quem quer que a Audiomix coloque para compensar a falta que um nome como Gusttavo Lima vai fazer em um festival desse tamanho.

Várias fotos do evento foram postadas no Instagram do Rubens Cerqueira, fotógrafo oficial da festa. Confiram AQUI.